Publicidade

 

alimentos com carboidratos

10 Alimentos Com Carboidratos Escondidos

A maioria dos nutricionistas e profissionais de saúde consideram que os carboidratos são a nossa principal fonte de energia diária e que ele devem aparecer como base em uma alimentação balanceada. No entanto, cada vez mais cresce a corrente que abomina alimentos com carboidratos e defende algum tipo de dieta de proteínas para emagrecer.

Publicidade

Quando os carboidratos são considerados vilões, normalmente eles são quase que totalmente cortados de uma dieta. É comum em dietas de proteínas terem fases de restrição quase que total a carboidratos.

Muitas pessoas acabam não tendo resultados em suas dietas sem carboidratos porque na verdade estão ingerindo alimentos com carboidratos escondidos. Ou seja, a pessoa acha que o alimento é apenas uma fonte de proteínas e gordura mas na verdade ele contém uma quantidade de carboidrato significativa, que pode atrapalhar a dieta.

Vamos explorar um pouco mais essa questão dos carboidratos e depois alertar sobre alguns desses alimentos:

Carboidrato: bom ou ruim?

Diga qual a diferença entre um sanduíche feito com farinha branca e um sanduíche feito com pão integral? Ambos são carboidratos, certo? Podemos dizer que são tanto bons quanto ruins, porém, a segunda opção está incluída na lista de alimentos que contém carboidratos bons, que são os integrais e os vegetais.

O que acontece é que é fácil de separá-los – o bom do ruim. Nós podemos aproveitar os benefícios que os bons carboidratos trazem para a nossa  saúde, ao optarmos pelos alimentos com carboidratos que contém fibras. Ao mesmo tempo, podemos minimizar os riscos que os carboidratos ruins trazem à saúde, ao evitarmos de comer carboidratos refinados e processados, como arroz branco e farinha branca.

Na verdade, para a maioria dos nutricionistas os carboidratos são necessários sim, mas em quantidades menores do que normalmente consumidos. O excesso de carboidratos é o problema, que traz riscos à nossa saúde e causa aumento e excesso de peso. Para as pessoas que seguem uma dieta de proteínas a restrição a carboidratos é muito grande. Nesse caso, a atenção com relação aos alimentos deve ser redobrada.

Publicidade
Publicidade

Nos dois casos, é importante que tenhamos cuidado com os alimentos que adicionamos à nossa alimentação – e isso nos remete a um fato curioso: de que há alimentos com carboidratos escondidos.  Sim, achamos que não contém, mas os carboidratos estão lá, bem escondidos.

10 Alimentos Com Carboidratos Escondidos

– Molhos para Saladas

A maioria das pessoas que resolver fazer uma dieta, seja ela com restrição total ou apenas parcial de carboidratos escolhe comer mais saladas no dia-a-dia. Adicionar verduras a alimentação é uma coisa ótima para qualquer dieta e, em geral, as verduras tem muito poucos carboidratos e estes são permitidos em grande parte das dietas de proteínas. O problema está em alguns molhos para a salada. O molho francês por exemplo por chegar a ter quase 5g de carboidratos por colher de sopa! E como as pessoas acabam usando duas ou três colheres de sopa de molho na salada acabam ingerindo 15 gramas de carboidratos escondidos. Isso significa uma fatia e meia de pão de forma. Outros molhos que você tem que ficar atento são os de mostarda com mel, teriyaki, caesar, ranch, e oriental.

– Café

O café em si tem baixa quantidade de carboidratos, o que deve-se cuidar é com o açúcar ou outros ingredientes que são adicionados a ele. Muitas pessoas tem o hábito de tomar o café que fica já pronto na empresa. Acontece que na maioria das vezes esse café é feito com açúcar. Um copinho pode estar adicionando 5g a 10g de carboidratos a sua dieta. Lembre-se também que leite e chocolate tem carboidratos. Então, se o seu café vem com alguns “aditivos” para deixa-lo ainda mais gostos, isso pode representar carboidratos que você não pretendia comer.

– Iogurtes Zero ou Light

Geralmente as pessoas olham o “zero” do iogurte e logo associam com Coca Zero, Guaraná Zero e outros refrigerantes e alimentos que não tem carboidratos. Mas em iogurtes esse zero geralmente é zero de gorduras. Os carboidratos continuam lá. As vezes, essa quantidade até pode ser reduzida, menor que o normal, mas pode ser suficientes para atrapalhar sua dieta. Os iogurtes zero ou light normalmente possuem de 7g a 14g de carboidratos. Neste caso, como em todos de produtos industrializados, deve-se observar o rótulo que contém as informações nutricionais.

– Carnes, peixes  e frutos do mar à milanesa

Geralmente as carnes vermelha e branca não tem carboidratos. Mas se eles forem preparado a milanesa, ou à dorê, eles se tornar alimentos com carboidratos. Essas carnes pode conter mais de 10g de carboidratos por cada 100g do alimento!

Publicidade

– Nuggets de Frango

A maioria das pessoas acredita que nuggets de frango são um alimento que contém apenas proteínas e gordura. Ou seja, seria um alimento excelente para uma dieta com restrição a carboidratos. Mas a verdade é que 100g de nuggets (cerca de 4 unidades) tem de 20 a 30 gramas de carboidratos!

– Hambúrguer de soja

O hambúrguer de soja é um bom exemplo de alimento que quase todos pensam que se trata de carne apenas. Ou seja, uma carne de soja que contém proteínas e gorduras. Mas a verdade é que uma unidade de hambúrguer de soja tem cerca de 10g de carboidratos.

– Amendoim, castanhas, amêndoas e nozes

Quando pensamos em amendoim, castanha e nozes como aperitivos vem logo a cabeça um alimento que tem gorduras. Mas o fato é que esses aperitivos não são nada inocentes quando se trata de conter carboidratos. Cerca de 1/4 xícara (25g) de amendoim do tipo japonês tem 10g de carboidratos. E é muito fácil você acabar comendo uma quantidade muito maior que essa por vez. A mesma coisa vale, mais ou menos, para castanha-do-pará, castanha do cajú, amêndoas e nozes.

Vale uma ressalva aqui. Muitas dietas de proteína permitem esses alimentos. Talvez a restrição seja mais nas fases iniciais da dieta. No entanto, você deve ficar especialmente atento às versões desses alimentos que tem cascas “criadas”. Ou seja, o alimento pode ter uma casca caramelada, ou de açúcar, farinha ou qualquer outro ingrediente ricos em carboidratos. Então, quando for comprar um saquinho de amendoim da próxima vez verifique o rótulo.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Mais algumas dicas sobre como descobrir se os alimentos com carboidratos escondidos

  • Sempre ao comprar um produto industrializado verifica as informações nutricionais dele. Um alimento que você não imagina ter carboidratos pode ter sim mais do que você imagina;
  • Geralmente os molhos doces contém carboidratos escondidos. Então tome cuidado.
  • Alimentos industrializados fritos geralmente contém muitos carboidratos.

Para finalizar, alguns lembretes:

  • A quantidade de carboidratos na sua alimentação pode variar muito de acordo com a dieta que está seguindo. Nas dietas tradicionais os nutricionistas geralmente recomendam que 50% das suas calorias diárias venham de carboidratos. Já nas dietas de proteínas a restrição pode ser um limite de 10g a 20g de carboidratos por dia.
  • A falta de carboidratos pode afetar o funcionamento do cérebro, causar dores de cabeça e fazer com que o corpo passe a queimar massa muscular. Se for cortar os carboidratos da sua dieta é bom ter um plano de ação e saber exatamente o que esperar.
  • Nem todos os alimentos com baixa quantidade de carboidratos são adequados para uma dieta. O que deve-se considerar, como vimos anteriormente, são os alimentos com carboidratos bons. A escolha do tipo certo de carboidratos é essencial à qualquer dieta.
  • Nunca é demais lembrar que qualquer dieta funciona de forma mais eficiente quando acompanhada da prática de exercícios físicos.

Você sabe de mais algum alimento que tem carboidratos escondidos? Comente abaixo:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 3,73 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Faria uma diferença bruta lpara melhor se articulistas de sites sobre alimentção pelo menos lessem artigos científicos de ponta antes de escreverem seus blogs. Talvez por não dominarem uma língua estrangeira ou, pior ainda, por interesses escusos, acabam publicando conteúdo pseu-científico ou mesmo defasados científicamente.
    O ideal é que estes mesmos ariculista passassem uma temporada vivendo em algum país do primeiro mundo pudessem conhecer e conviver com pessoas menos ignorantes e mais responsáveis; que cobram rigor científico.
    Como em praticamente em todos os campos do conhecimento, estamos nós brasileiros, atrasados em pelo menos duas décadas em relação às mais recentes descobertas da ciência. Ainda vemos, inclusive na televisão, médicos e nutricionistas defendendo o consumo de alimentos considerados verdadeiros venenos ainda que estudos de todas as formas abundem. O interesse econômico, neste caso para defender receita vinda de anunciantes, fala mais alto.

    • Verdade Reinaldo. Até que enfim alguém que pensa como eu. Estou seguindo a dieta cetogênica há 40 dias, por conta mesmo. Desanimei de procurar médico e nutricionista, que te entregam um papel tirado da gaveta, com uma dieta impressa, igual fazem com todo mundo que os procura. Enquanto isso, a epidemia de obesidade só aumenta no mundo todo, inclusive aqui no Brasil. Já pesquisei muito, li livros, busquei informação a respeito dessa dieta e descobri que é fantástica, mas contraria os interesses da indústria, do mercado farmacêutico e claro, dos médicos e nutricionistas – não estão atualizados nesse assunto. Sem contar os ecologicamente corretos que ficam dizendo mimimis a respeito do abate de “bichinhos” para nos nutrir, do aquecimento global, etc! Vamos torcer para que as informações vençam os interesses escusos e a ignorância ao longo do tempo.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×