Fritas

10 Alimentos Para Banir da Sua Dieta

Publicidade

Algo que sempre figura nas listas e reflexões de muitas pessoas para o resto do ano é o desejo de emagrecer e adquirir a boa forma. Mas como falar é fácil e fazer é difícil, manter a promessa da dieta pode se tornar mais complicado quando a rotina atribulada do dia a dia passa a fazer parte de nossas vidas e fica bem mais prático comer alimentos industrializados prontos – e nada nutritivos – do que preparar refeições saudáveis.

Outro agravante é que de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2015 o número da população com sobrepeso chegou aos 2,3 bilhões e o número de pessoas obesas atingiu os 700 milhões. Somente no Brasil, o excesso de peso já é problema para 40% da população, que também sofre com o aumento do risco de doenças como hipertensão e colesterol alterado.

Porém, se você não deseja fazer parte das estatísticas apresentadas acima, preste atenção na dica de 10 alimentos que você deve dizer adeus a partir de agora, que além de prejudicar a perda de peso não fazem nada bem à saúde.

1. Refrigerantes

O grande problema com os refrigerantes é que eles trazem consigo a chamada caloria vazia, que é pobre em nutrientes. Além disso, eles também possuem altas doses de sódio e açúcar, que quando consumidos de maneira exagerada podem aumentar a pressão arterial e causar problemas renais.

Mesmo com os refrigerantes autodenominados “zero” em açúcar é preciso tomar cuidado. A quantidade de sódio encontrada nesses produtos costuma ser ainda maior do que nas versões tradicionais da bebida.

2. Biscoitos e salgadinhos de milho

Fáceis de encontrar e prontos para consumir na hora, mas também bastante prejudiciais à saúde. Os biscoitos e salgadinhos de milho não só possuem sódio em sua composição, como contêm produtos químicos, podendo causar alergias e agredir a mucosa gástrica e a intestinal.

3. Temperos industrializados

Mais uma vez o problema está na quantidade de sódio. Esses temperos prontos vêm com uma quantidade bastante alta da substância, em muitos casos que correspondem ao limite máximo que devemos ingerir diariamente – que de acordo com a OMS deve ser de menos de 2 g por dia para adultos.

Outro problema é que esses produtos ainda são ricos em corantes, conservantes e agentes químicos. Por isso, na hora de temperar os pratos é recomendado dar preferência às ervas e especiarias.

4. Macarrão instantâneo

Mais um produto que é fácil e prático de preparar, mas que é bastante nocivo à saúde. O macarrão instantâneo possui bastante gordura e é rico em calorias (219 em uma porção de 160 g). Além disso, os temperos prontos que acompanham a embalagem têm mais sódio do que a quantia recomendada diária e produtos químicos.

5. Bolachas recheadas

São bastante saborosos, mas também possuem muita gordura e calorias. Para você ter uma noção, uma porção de 30 g – o que corresponde a 2,5 unidades – pode conter 144 calorias. Ainda é possível encontrar versões do produto com gordura trans na composição, que provocam o aumento do colesterol ruim, o LDL, e diminuem os níveis do colesterol bom, o HDL.

6. Alimentos congelados

Além de possuírem muitas calorias, sódio, conservantes e outros produtos químicos, esses produtos industrializados também são feitos com a farinha branca, que por ser absorvida rapidamente não traz saciedade ao organismo, fazendo com que em pouco tempo a pessoa sinta novamente.

7. Sorvetes industrializados

Ricos em calorias (o de flocos tem 121 por poção de 60 g), açúcar e gorduras como a trans, os sorvetes industrializados também apresentam produtos químicos em excesso e nutrientes em falta. Para os dias de calor, prefira um picolé de frutas natural, que é menos calóricos e oferece nutrientes como vitaminas e minerais ao corpo.

8. Alimentos embutidos

Exemplos de alimentos embutidos são salsichas, linguiças, mortadela e presunto. Essas comidas são ricas em gordura e possuem bastante sódio e produtos químicos em sua composição.

9. Batata frita

O problema com a batata frita é que dependendo do modo como ela é feita, acaba ganhando uma enorme quantidade de gordura. Por exemplo, quando o alimento é feito em temperaturas muito altas, ocorrem transformações em sua molécula, o que aumenta o seu teor de gordura.

A versão já congelada da batata também já vem com bastante gordura e quando passa pelo processo de fritura, esse valor aumenta ainda mais.

Uma alternativa para evitar esse crescimento na quantidade de gordura é fazer a batata assada no forno, cortada em formato de chips.

10. Bacon

O bacon é uma carne processada, rica em gordura saturada, que aumenta os níveis do colesterol ruim – LDL – no organismo e pode causar inflamação nas artérias, levando a complicações cardíacas.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem dificuldades em retirar completamente da sua dieta algum destes alimentos? Qual é o seu ponto fraco, mesmo sabendo que é prejudicial à sua saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,13 de 5)
Loading...

Publicidade
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*