Comidas ricas em metionina

10 Alimentos Ricos em Metionina

A metionina é um aminoácido necessário para o crescimento e o desenvolvimento normal do corpo e para a síntese de creatina, um composto necessário na produção de energia celular. Um adulto saudável requer aproximadamente 800 a 1.000 miligramas de metionina para satisfazer sua necessidade diária. Um estudo publicado em 2012 demonstrou que a metionina administrada juntamente com suco de cranberry pode ajudar a tratar e prevenir infecções do trato urinário.

A maioria das pessoas pode obter as quantidades adequadas do aminoácido com alimentos ricos em metionina, como frutos do mar, carne e produtos lácteos.

A metionina é um aminoáciodo essencial, o que significa que deve ser obtida através de fontes alimentares. Pode ser encontrada em uma variedade de fontes de alimentos naturais, incluindo feijão, ovos, peixe, alho, lentilhas, carne, cebola, soja, sementes e iogurte. Ela também está disponível em lojas de alimentos saudáveis e em sites na forma de suplementação em cápsulas.

Adultos de tamanho médio exigem cerca de 800 a 1.000 miligramas de metionina por dia. É importante notar que a ingestão excessiva de metionina, juntamente com a ingestão insuficiente de ácido fólico, vitamina B6 e vitamina B12, pode aumentar a conversão de homocisteína-metionina para uma substância associada a doença cardiovascular.

Peixes

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos relata que os peixes savelhas contêm uma das mais altas concentrações naturais de metionina. Metade de um filé fornece cerca de 1,3 gramas do aminoácido, mais do que um adulto necessita diariamente. Outros peixes que são alimentos ricos em metionina são a anchova e peixe espada. Deve-se ter especial cuidado na escolha desses peixes, pois podem estar contaminados com mercúrio, por isso recomenda-se que crianças, idosos, pessoas com um sistema imunológico comprometido e mulheres grávidas ou em fase de amamentação evitem consumi-los sem conhecer a procedência.

Produtos lácteos

Uma porção de 1 xícara de leite contém cerca de 0,2 gramas de metionina e uma xícara de baixo teor de gordura de iogurte natural contém quase 0,4 gramas de metionina. Outros produtos lácteos como o queijo também são alimentos ricos em metionina: 28 gramas de queijo suíço ou provolone tem cerca de 0,2 grama de metionina. Escolha laticínios sem ou com baixo teor de gordura em vez de produtos de leite integral para manter sua ingestão de gordura saturada e colesterol baixos e para diminuir o risco de doenças cardíacas. 

Carne magra de porco

Uma porção de 85 gramas de carne de porco magra contém quase 0,7 gramas de metionina. Outros cortes suínos, incluindo costelas e ombro de porco, também são alimentos ricos em metionina, mas eles contêm maiores quantidades de gordura e devem ser consumidos com moderação para não interferir na dieta e nem na saúde do coração.

Outras carnes

Carnes bovinas alimentadas com capim, como um bife de filé mignon, que tem quase 0,9 grama de metionina. Uma porção de 85 gramas de lombo assado ou peito de frango fornecem cerca de 0,75 grama de metionina. Essas são boas escolhas por serem carnes consideradas magras e saudáveis para consumo, porém, quando se trata de carne vermelha, recomenda-se o consumo de duas porções de 85 gramas de carne vermelha por semana com opções de cortes magros e livres de gordura para evitar o risco de doenças cardíacas, câncer e diabetes.

10 Alimentos ricos em metionina

*Em uma porção de 100 gramas

  1. Castanha do pará (1124 mg de metionina);
  2. Carne magra e cordeiro (981 mg de metionina);
  3. Queijo parmesão (958 mg de metionina);
  4. Peru e frango (925 mg de metionina);
  5. Porco (853 mg de metionina);
  6. Peixe – atum cozido (835 mg de metionina);
  7. Vagem (534 mg de metionina);
  8. Ovos (392 mg de metionina);
  9. Laticínios – iogurte (169 mg de metionina);
  10. Feijão branco – cozido (146 mg de metionina)

Benefícios

A metionina é um aminoácido essencial que ajuda no processo de formação do corpo e a eliminar gordura. Ela contém enxofre, uma substância que é necessária para a produção de um antioxidante natural chamado glutationa. O corpo também necessita de muita metionina para produzir dois outros aminoácidos essenciais contendo enxofre: cisteína e taurina, que ajudam o corpo a eliminar toxinas, construir tecidos fortes e saudáveis, além de promover a saúde cardiovascular.

A metionina é uma substância lipotrópica ou uma substância química que ajuda as gorduras a serem eliminadas do fígado. Outros elementos incluem colina, inositol e a betaína (trimetilglicina), que ajudam a evitar a acumulação de gordura no fígado e, assim, garantir a função hepática normal, o que é essencial para a eliminação de toxinas do corpo. A metionina também atua na função hepática, regulando fontes de glutationa, responsável por neutralizar toxinas no fígado.

A metionina é necessária para construir creatina, um nutriente encontrado naturalmente no tecido muscular que fornece a energia que os músculos precisam para se mover e também ajuda a aumentar o desempenho atlético exercícios intensos. A creatina é necessária para todas as funções musculares e assim ajuda no funcionamento normal do coração e sistema circulatório.

A metionina é essencial para a formação de colágeno natural responsável pela manutenção da pele, unhas e tecido conjuntivo saudável, além de ajudar a reduzir o nível de histaminas inflamatórias no corpo. Pessoas com condições ligadas à produção excessiva de histamina, como artrite e alergias crônicas, podem se beneficiar da ingestão de metionina.

Pessoas com AIDS têm baixos níveis de metionina. Embora a pesquisa nesta área ainda seja preliminar, alguns pesquisadores sugerem que a deficiência de metionina pode estar ligada a determinados aspectos do processo de doença, tais como a degradação que ocorre no sistema nervoso que pode provocar demência. Um estudo relatou que, ingerindo apenas 6 gramas de metionina por dia, pode-se melhorar a recuperação da memória em pessoas com AIDS.

Estudos preliminares indicam que a metionina também pode ajudar a tratar os sintomas da pancreatite e doença de Parkinson. Também aparenta ser útil no tratamento de infecções do trato urinário ajudando a impedir que as bactérias se proliferem nas paredes do trato urinário.

Você acredita que tem consumido alimentos ricos em metionina na quantidade correta para o seu organismo? Quais são seus preferidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 3,75 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Todos os cortes de abate contém metionina, usam na ração entres outros, como Lisina, alguns antibióticos que ajudam a absorver melhor os nutrientes e aumentam no organismo o hormônio do crescimento hipófise, carnitina, entres outros!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*