Vitamina C para pele

10 Benefícios da Vitamina C para a Pele

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é uma vitamina essencial para várias funções no corpo humano. Algumas de suas propriedades estão relacionadas com a saúde da pele.

10 Benefícios da Vitamina C para a Pele

Vamos mostrar quais são esses benefícios da vitamina C para a pele e dar dicas de como aproveitar esse poder do nutriente para deixar a sua pele mais saudável e bonita.

1. Efeito antioxidante

A vitamina C é um forte antioxidante, capaz de prevenir danos celulares causados por radicais livres. Esses radicais livres são formados quando o oxigênio interage com outras substâncias. São espécies com elétrons desemparelhados, que podem interagir com o DNA ou com membranas celulares causando morte celular ou funções celulares anormais.

Esses danos podem resultar em doenças graves como o câncer. A presença de vitamina C reduz o risco de desenvolver essas doenças e protege a pele da radiação ultravioleta e dos efeitos nocivos relacionados à exposição solar inadequada.

2. Poder cicatrizante

O nosso organismo utiliza a vitamina C para repor o tecido danificado na pele com tecido cicatricial, ajudando a curar as feridas e lesões da pele de modo adequado. Por isso que feridas que demoram para ser curadas indicam uma deficiência de vitamina C no corpo.

Geralmente, o tecido que se forma no local do machucado é um pouco mais pálido que o anterior e pode ficar um pouco mais sensível também, mas ajuda a proteger da mesma forma que os outros tipos de tecido.

3. Produção de colágeno

Um dos benefícios da vitamina C para a pele é que ela ajuda o organismo na produção de colágeno, que é uma proteína estrutural que auxilia na formação de ossos, tendões e ligamentos. Ela atua produzindo substâncias como a hidroxiprolina e a hidroxilisina, que são necessárias para ligar as moléculas na produção de colágeno.

Existem vários tipos de colágeno que fornecem diversos tipos de estruturas para os tecidos do corpo. Porém, os colágenos do tipo I e III são os mais importantes para a saúde da pele. O colágeno tipo III, por exemplo, torna a pele mais macia em pessoas jovens. Esse colágeno é substituído ao longo do tempo pelo colágeno do tipo I, que contribui para a manutenção da saúde da pele.

Quando há uma deficiência de colágeno na pele, ela fica sem brilho e sem vida. Já se as quantidades de colágeno são suficientes, você sempre terá uma pele firme e tonificada com menores chances de desenvolver rugas e outros sinais de envelhecimento.

4. Participação na regeneração de vitamina E

A vitamina E também é um antioxidante importante no corpo humano. A vitamina C, por sua vez, é capaz de desempenhar um papel essencial na regeneração da vitamina E oxidada, que é a vitamina E que acaba interagindo com os radicais livres que causariam danos celulares.

O papel da vitamina C é então recuperar essa vitamina E para que ela possa eliminar outros radicais livres, potencializando o seu efeito no organismo.

As funções da vitamina E em relação à saúde da pele incluem a proteção da mesma contra a luz ultravioleta, que pode causar danos na textura da pele e causar rugas devido ao estresse oxidativo gerado pela energia luminosa em contato com a pele. Dessa forma, a vitamina E e indiretamente a vitamina C protegem a pele de danos celulares causados pela radiação solar do tipo ultravioleta.

5. Constituinte de vasos sanguíneos

O colágeno também é um constituinte da estrutura dos vasos sanguíneos. Dessa forma, o corpo precisa de vitamina C para auxiliar na produção de colágeno e, por consequência, deixar o sistema vascular mais forte e saudável.

Os vasos sanguíneos presentes na pele são responsáveis por transportar oxigênio e nutrientes que mantêm a pele saudável. Se os vasos estiverem danificados ou sem estrutura para transportar os nutrientes, a pele pode ficar com aparência áspera ou seca. Existem diversos cremes que contêm vitamina C para a pele melhorar a aparência e textura danificada.

6. Cura de queimaduras e feridas

Evidências científicas sugerem que a vitamina C ajuda a melhorar processos de cicatrização de feridas e de queimaduras graves. Isso porque os antioxidantes presentes na vitamina C ajudam a tratar as lesões causadas na pele.

Uma dose alta de ácido ascórbico também reduz queda capilar relacionada com queimaduras na região do couro cabeludo. Além disso, a vitamina C consegue suportar o crescimento de novos tecidos, sendo assim uma ótima aliada para curar queimaduras e feridas.

7. Tratamento de queimaduras solares

Novamente, as propriedades antioxidantes da vitamina C ajudam a tratar queimaduras solares. Isso porque o poder antioxidante desempenha um papel importante na síntese de colágeno que ajudam no tratamento de queimaduras solares.

Tanto a ingestão oral como a aplicação tópica de vitamina C pode ajudar a melhorar o aspecto e saúde da pele queimada pelo sol. Estudos indicam que utilizar a vitamina C para a pele ajuda a reduzir os efeitos da vermelhidão induzida pela radiação ultravioleta do sol. No entanto, vale ressaltar que mesmo com esse poder de tratar queimaduras, o protetor solar nunca deve ser substituído apenas pela vitamina.

8. Tratamento de eczema

Eczema é uma inflamação na pele que resulta no desenvolvimento de escamas e prurido na pele. A vitamina C é capaz de tratar a condição melhorando o aspecto da pele, principalmente se for usada junto com zinco, que potencializa os efeitos benéficos da vitamina.

9. Proteção contra descoloração da pele

A vitamina C é capaz de proteger o DNA de reações fotoquímicas que podem eventualmente causar tumores e danos nas células, que podem levar à descoloração da pele e ao desenvolvimento de vários tipos de câncer de pele.

Além de proteger o DNA, o ácido ascórbico também é capaz de inibir a produção de dímeros de pirimidina, que são as substâncias responsáveis por causar melanonas na pele. Além disso, utilizar a vitamina C para a pele diminui manchas e pontos como sardas e outras, ajudando a manter uma pele saudável e mais jovem.

10. Textura bonita e saudável

Como já mencionado, o colágeno é parte da estrutura de vasos sanguíneos que atuam no transporte de oxigênio e nutrientes para a pele. Se não houver nutrientes suficientes, a pele fica com aspecto áspero e seco. Por isso que aplicar vitamina C para a pele nestes casos é mais eficaz, pois melhoram a aparência e textura da pele.

Além disso, a vitamina C aumenta a formação de elastina, uma substância que ajuda a engrossar e proteger as células da nossa pele. Esse efeito de deixar a pele mais espessa ajuda a reter mais umidade e a melhorar a circulação sanguínea na região, obtendo mais nutrientes.

Como Usar e Dicas

Como a vitamina C não é armazenada pelo organismo, é importante consumir a vitamina regularmente e em boas quantidades. Alimentos fontes de vitamina C são as melhores formas de se obter a vitamina através da dieta. Esses alimentos incluem frutas cítricas como laranja, limão, lima e uvas e vegetais como pimentões, brócolis, couve-flor e outras verduras.

Também é possível absorver a vitamina C através de suplementos que são bem baratos e estão disponíveis em qualquer farmácia.

Desta forma, a principal maneira de obtenção da vitamina C se dá pela via oral através do consumo diário para manter os níveis da vitamina adequados no organismo e manter a pele bonita.

Há ainda diversos outros benefícios da vitamina C para a saúde, incluindo principalmente uma melhor imunidade e prevenção de doenças. Porém, quando falamos dos benefícios exclusivos da vitamina C para a pele, também é possível aplicá-la topicamente sobre a pele na forma de um soro ou como ingrediente ativo em diversos cosméticos disponíveis no mercado.

Como Usar

Em geral, esses produtos são aplicados sobre a pele limpa uma ou duas vezes ao dia, dependendo das necessidades e da sensiblidade da sua pele. A dica é usar quantidades pequenas do produto e espalhar por todo o rosto. Também é possível obter os benefícios da vitamina C para a pele em outras regiões que não o rosto, como a região do colo e do pescoço.

Dose

A dose diária indicada de vitamina C pela Academia Americana de Dermatologia (American Academy of Dermatology) é de cerca de 500 a 1000 miligramas.

Não há relatos de que a vitamina C em excesso faz mal, mas ao tomar quantidades muito maiores do que as doses recomendadas pode ocorrer a formação de cálculos renais e incômodo na região da bexiga, pois o excesso de vitamina pode acidificar a urina. Porém, é preciso ingerir muita vitamina C para que isso ocorra.

Segurança

O uso de ácido ascórbico na pele é muito seguro. O produto não costuma causar ressecamento nem reações alérgicas na maioria das pessoas. Porém, se algum incômodo for notado, procure um dermatologista para verificar o problema.

Referências adicionais:

Você já utilizou algum produto com vitamina C para a pele? Obteve bons resultados com ele? Acredita que pode consumir mais fontes da vitamina para aproveitar os benefícios? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*