Publicidade

 

Cerejas

14 Poderosos Alimentos Anti-inflamatórios

Podemos reconhecer a inflamação como parte da resposta imune de nosso corpo, pois sem ela, não poderíamos nos curar. Devemos atentar que quando a reação está fora de nosso controle, como os casos de artrite reumatoide, essa inflamação pode prejudicar nosso corpo de forma expressiva. Além disso, devemos refletir sobre o propósito de prevenir inflamações que podem resultar em casos de obesidade, doenças cardíacas e até Câncer.

Publicidade

Manter uma dieta com alimentos anti-inflamatória pode colaborar para a redução de probabilidade de inflamação no seu organismo, o que ajuda com certas condições que são causadas ou agravadas por inflamações. Dentre essas condições, podemos destacar a doença de Parkinson, doenças cardíacas, doença de Crohn, e ainda condições como eczema, artrite e asma.

De acordo com as funcionalidades dos alimentos, adicionar alguns alimentos anti-inflamatórios à sua alimentação pode ser uma iniciativa saudável e afastará algumas consequências ao seu corpo.

1. Peixes gordos

Dentre eles, podemos destacar o salmão, a sardinha, o atum e a cavala. Eles são ricos em ômega 3, o que os fazem ser reconhecidos como contribuintes para a redução de inflamação. Para que você obtenha os benefícios desses alimentos anti-inflamatórios, você deve adicioná-los em diversas refeições durante a semana, além de priorizar os cozidos.

Estudos realizados na Universidade do Havaí em 2009 mostraram que os consumidores de peixes assados ou cozidos conseguiram reduzir até 23% da probabilidade de risco de doenças cardíacas, se comparados àqueles que não comiam esses peixes. Caso você não seja fã de peixes, considere-os como fonte vitamínica. É importante saber que ainda há diversos estudos voltados para a comprovação dessa funcionalidade, pois, contraditoriamente, há pesquisas que visam comprovar que esses peixes podem oferecer efeito contrário.

2. Grãos integrais

Substituir o consumo de grãos refinados por cereais integrais pode te auxiliar a manter inflamações bem distantes. Evite o consumo de pão branco, cereais refinados, massas e escolha os grãos integrais, pois eles possuem menos índice de açúcar e contêm mais fibras, o que pode reduzir os níveis de proteína C-reactiva, o qual pode ser reconhecido como um marcador de inflamação na corrente sanguínea.

Diversos estudos foram realizados com a finalidade de comprovar que os grãos integrais são alimentos anti-inflamatórios, consequentemente mais saudáveis que os refinados, mas é importante que você procure os alimentos com grãos inteiros, pois são mais naturais e possuem maior teor de nutrientes, já que não foram processados.

3. Folhas verdes escuras

Alguns estudos sugerem que a vitamina E pode desempenhar um papel fundamental na proteção do organismo a partir de moléculas anti-inflamatórias, as quais são chamadas de Citocinas, e uma das melhores fontes dessa vitamina são os vegetais verdes escuros. Dentre eles, podemos destacar a couve, o brócolis, o espinafre, e muitos outros.

Publicidade

Esses vegetais também tendem a possuir maiores concentrações de vitaminas e minerais, como Ferro, Cálcio e fitoquímicos que podem auxiliar no combate a doenças, principalmente, mais que as folhas de coloração mais clara.

4. Nozes

Elas podem ser reconhecidas como alimentos anti-inflamatórios pois são fonte de gorduras saudáveis e que podem combater a inflamação, principalmente as amêndoas, as quais são ricas em vitamina E, Cálcio e fibras. São as nozes que possuem grande quantidade de ácido alfa-linolénico, um tipo de ômega-3 gordo.

Todas as nozes possuem substâncias antioxidantes, o que pode auxiliar seu corpo a combater e reparar danos que são causados por inflamações, independente do grau. As dietas mediterrâneas recomendam consumo de nozes com peixes, grãos integrais e verduras, pois têm mostrado que pode reduzir inflamações em menos de seis semanas.

5. Soja

Alguns estudos vêm sugerindo que as isoflavonas, compostos que são similares ao estrogênio que é encontrado em produtos de soja, podem auxiliar na redução de inflamações em mulheres. Em 2007, foi publicado que as isoflavonas contidas nas nozes podiam ajudar na redução de efeitos negativos de inflamações nos ossos e na saúde do coração.

É recomendado evitar o consumo de soja processada, pois esses alimentos podem não incluir os mesmos benefícios que as formas naturais, pois podem ser combinados a aditivos e conservantes prejudiciais à sua saúde. Indica-se o consumo maior de leite de soja, tofu e soja cozida nas dietas.

6. Laticínios de baixo teor de gordura

Os produtos lácteos podem ser considerados um dos melhores alimentos anti-inflamatórios, e são muito indicados para artrite reumatoide. Algumas pessoas possuem alergias ou intolerância a caseína, a proteína encontrada em produtos lácteos, por isso é importante atentar para as possíveis reações, ou substituí-los pelas outras opções de alimentos anti-inflamatórios.

As pessoas que podem consumir esses alimentos sem preocupação devem optar pelo leite desnatado e alimentos que possuam menor teor de gordura. O iogurte também pode ser uma ótima recomendação, pois contém probióticos e pode reduzir impactos de inflamações no intestino.

Esses alimentos não só são importantes por possuírem propriedades anti-inflamatórias, como também por fornecerem quantidades significantes de Cálcio e vitamina D, assim contribuindo para a sua resistência óssea, e, possivelmente, reduzindo a probabilidade de ocorrência de Câncer e outros riscos para a saúde.

Publicidade

7. Pimentões

Os médicos afirmam que os vegetais coloridos são fundamentais em uma dieta saudável. Ao contrário das batatas ou milhos, os pimentões coloridos, os tomates e os vegetais folhosos possuem alta quantidade de vitaminas antioxidantes e baixos níveis de amido. Os pimentões estão disponíveis em uma variedade de cores, e destacam-se por conter Capsaicina, uma substância química que é utilizada em cremes para reduzirem dores e inflamações.

8. Tomates

Os tomates também podem auxiliar na redução de inflamações de algumas pessoas, mas os médicos ressaltam que os efeitos são individuais, ou seja, pode não se aplicar a você.

Os tomates vermelhos são suculentos, mas devemos destacar que eles são ricos em licopeno, o que tem comprovado ser muito importante na redução de inflamações por todo o corpo, principalmente nos pulmões. Eles cozidos podem conter ainda mais licopeno, de modo que o molho de tomate pode possuir suas propriedades reduzidas, já que sofre processamento e adição de conservantes. Estudos foram realizados no Irã e também obtiveram resultados referentes aos benefícios oferecidos pelo tomate.

9. Beterrabas

Esse vegetal vermelho possui cor brilhante e é uma dica para você usufruir das propriedades antioxidantes contidas nele. O suco de beterraba foi indicado para reduzir inflamações, além de auxiliar na proteção contra Câncer e doenças de coração, isso graças ao consumo regular de uma porção saudável de fibras e vitamina C contidas nas beterrabas.

10. Gengibre e açafrão

Essas especiarias são comuns nas culinárias Indiana e Asiática. Diversos estudos demonstraram que eles são alimentos anti-inflamatórios. Eles são indicados para inflamações de graus mais baixos, mas adicionados à uma dieta saudável, podem nutrir e evitar que seu corpo se exponha a consequências oferecidas por inflamações que podem ser facilmente evitadas. Afirma-se, inclusive, que eles podem regular o sistema imunológico e reduzir a probabilidade de ocorrência de inflamações intestinais.

11. Alho e cebola

Estudos realizados afirmam que o alho demonstrou ser funcional de forma semelhante a medicamentos para dores como o ibuprofeno, assim fechando caminhos que conduzem à inflamação. As cebolas possuem substâncias químicas anti-inflamatórias similares, além de possuírem quercetina e alicina, os quais se decompõem para a produção de ácido Sulfênico, o qual auxilia no combate a radicais livres. Ambos são alimentos anti-inflamatórios que se destacam pelo auxílio ao aumento da imunidade de seu organismo.

12. Azeite de oliva

Bom, qualquer coisa que se encaixa em uma dieta saudável para o coração provavelmente será boa para evitar inflamações. Em uma dieta rica em legumes e vegetais, não poderíamos esquecer do azeite de oliva, não é verdade?

Então, um estudo realizado na Espanha, em 2010, descobriu que os benefícios de uma dieta mediterrânea podem ser inumeráveis, e esse efeito positivo está ligado intimamente ao consumo de azeite de oliva, principalmente o tipo extra-virgem, o qual pode agir de forma semelhante aos analgésicos, além de darem um sabor especial à sua refeição.

Publicidade

13. Framboesas

Todas as frutas podem ser alimentos anti-inflamatórios, pois são pobres em gorduras e calorias, e ricas em antioxidantes. As framboesas, especialmente, têm sido apontadas como importantes, pois possuem propriedades anti-inflamatórias, possivelmente por conter antocianinas, substâncias químicas que são poderosas e responsáveis pela coloração forte.

Alguns estudos demonstram que o extrato de framboesa vermelha ajudou a evitar que algumas pessoas desenvolvessem artrite. Os mirtilos podem auxiliar na proteção contra inflamações intestinais e também colite ulcerativa. Afirma-se que as mulheres que consomem mais framboesas e morangos possuem níveis menores de PCR na corrente sanguínea.

14. Cerejas

Pesquisadores sugeriram em 2012, que as cerejas possuem alto teor anti-inflamatório, se comparadas a todos os alimentos. Estudos descobriram que o suco de cereja pode reduzir a inflamação nos vasos sanguíneos em até 50%. As cerejas também são apontadas como benéficas para melhorar o desempenho de atletas e reduzir o uso de medicamentos para dores e inflamações.

Especialistas recomendam o consumo de pelo menos 1,5 xícaras de cerejas, ou até mesmo beber um copo de suco da fruta por dia, assim poderão ser notados os benefícios. Devemos ressaltar que as cerejas com caldas e conservantes não oferecem os mesmos benefícios, assim não se destacando entre os alimentos anti-inflamatórios, por isso, é indicado consumi-las em sua forma natural.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem o costume de consumir alguns destes alimentos anti-inflamatórios com frequência? Quais são seus preferidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×