Balinhas Recepção

3 Obstáculos Psicológicos Que Prejudicam a Perda de Peso e Como Superá-los

Podem haver muitas razões para você não estar tendo a perda de peso que deseja. Ao invés de focar tudo no corpo, vamos analisar mais as formas como nossa mente (o que, claro, é parte do seu corpo, mas, tipicamente, os separamos em dois, em debates comuns) nos confunde e nos impede a nossa perda de peso.

Você Desenvolveu Maus Hábitos

Hábitos ficam incrustados em nosso dia a dia e em nossos cérebros, a ponto de que nada parece correto sem eles. Agora, se seus hábitos tomam a forma de exercícios físicos regulares, de comer vegetais e animais e de ter boas noites de sono, você está no caminho certo. Se seus hábitos forem um pouco diferentes, você pode não estar.

Café e pão na chapa a caminho do trabalho. Uma mão cheia de balas a cada vez que você passa pela mesa da recepcionista. As cervejinhas noturnas. Sua propensão a se jogar no sofá e ficar lá por horas, depois do trabalho. Todos temos alguns maus hábitos e, dependendo de como se compõem, eles podem interromper nossa habilidade de perda de peso.

É fácil reconhecer nossos maus hábitos, mas é difícil quebrar o ciclo usando apenas força de vontade. Ao contrário, tente entender os contextos subjacentes que fazem nascer esses hábitos. Dessa forma, você endereça os contextos – as situações, as emoções, os palpites – que disparam os hábitos.

Pode ser algo tão simples como usar um caminho diferente para ir ao banheiro, evitando a mesa de balinhas da recepcionista ou pode ser tão difícil quanto analisar por que você tem a necessidade de tomar 6 cervejas à noite.

Você também pode substituir o mau hábito, por um bom hábito. Se você está desesperado por um doce de manhã, comer um pedaço de fruta, ao invés disso, pode ser mais fácil do que, simplesmente, não comer nada.

Você Tem Medo de Ser Diferente

Somos animais sociais. Na verdade, o reconhecimento e a tolerância a esse fato é algo crucial para a manutenção e suporte da nossa saúde pessoal. É rara a pessoa que vive sem contato com outros humanos e se mantém feliz e saudável. Esse impulso nato de ser aceito e evitar ofender as pessoas à nossa volta, entretanto, também pode nos afastar de fazer as escolhas corretas, em termos de dieta, quando aqueles à nossa volta estão constantemente trazendo guloseimas para o escritório, saindo para comer no rodízio de pizza, pedindo asinhas de frango e fritas no happy hour, e por aí vai.

Não é fácil gostar de ser socialmente diferente, embora uma dose saudável disso leva à uma saúde melhor (mais pela independência do que por qualquer vantagem, em termos da perda de peso, que essa posição confira). Você não pode, simplesmente, querer ser feliz por de ser o estranho que recusa bolo de aniversário. Você pode, entretanto, decidir ser o estranho que recusa. Algumas vezes, não há jeito fácil de driblar o obstáculo, nenhum caminho estratégico. Às vezes, você tem que, simplesmente, encarar o desafio e agüentar as conseqüências. Como uma corrida de obstáculos, escalar esses obstáculos psicológicos particulares vai ficando mais fácil quanto mais forem escalados. Recuse o bolo algumas vezes e você perceberá que não é tão ruim, no final das contas, e que as pessoas, na verdade, nem ligam.

Ainda Tem Medo de Gordura

Anos de doutrinação da mídia, da sua família, médicos, especialistas e, basicamente, todos eles podem tê-lo convencido de que gordura é assustadora, um macronutriente inerentemente perigoso – mesmo que você, intelectualmente, aceite seu lugar na dieta humana. Não importa quantos estudos você leia que exonerem a gordura como causa de doenças cardíacas ou obesidade e diabetes, e quantas histórias de sucesso você ouça de pessoas que ingeriram gordura para a perda de peso, há sempre uma voz, bem lá dentro, dizendo: “você sabe que esse negócio vai te matar, certo?”

Apesar de saber que não há nada com que se preocupar e que um dieta com alto nível de gorduras pode ser incrivelmente saudável, o instinto animal é mais forte e teimoso. E, ainda assim, se não acabar com esse medo de gorduras, mesmo que ao mesmo tempo reduza seus carboidratos, você acabará em uma dieta de baixo carboidrato e baixa gordura, de baixa energia, de modo geral, que não vai levá-lo a lugar nenhum, a não ser ficar travado e estagnado.

É difícil se livrar da doutrinação, mas isso pode ser feito. Existem muitos dietas e formas de comer gorduras saudáveis para o seu organismo, e que podem te ajudar na perda de peso. Em conjunto, pesquisas clínicas e relatos pessoais representam um agente descondicionante poderoso. Procure se informar melhor sobre isso e tire essa ideia da sua cabeça!

Você identifica em si mesmo algums destes obstáculos psicológicos que podem estar impedindo sua perda de peso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*