Publicidade

 

Uvas

5 Alimentos Ricos em Resveratrol

O resveratrol é um tipo de antioxidante produzido por certas plantas como uma defesa contra patógenos invasores. O composto fenólico tem sido associado à redução dos riscos de doença cardiovascular, câncer, obesidade e diabetes. Algumas pesquisas científicas revelaram inúmeros benefícios de saúde aliados ao resveratrol, que é encontrado em altas concentrações em alguns alimentos de origem vegetal comumente consumidos.

Publicidade

Resveratrol pertence a uma classe de antioxidantes chamados polifenois. Resveratrol é naturalmente formado por algumas plantas como um mecanismo de proteção contra lesões, infecção fúngica ou exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV). Os cientistas acreditam que, como um antioxidante, este polifenol extraordinário pode oferecer benefícios de proteção semelhantes aos seres humanos, ajudando a combater os radicais livres, que são moléculas instáveis que atacam as células saudáveis, prejudicando a capacidade de funcionar corretamente.

Além dos alimentos ricos em resveratrol, a substância também está disponível na forma de suplemento dietético no mercado e pode beneficiar aqueles que não recebem a quantidade suficiente através da alimentação. Apesar do corpo produzir alguns antioxidantes por si só, suplementos e alimentos ricos em resveratrol devem ser ingeridos para estimular a função das células saudáveis. Confira quais são estes aqui:

Alimentos ricos em resveratrol

O resveratrol é encontrado principalmente em peles de uvas e frutas de cor escura. Mirtilos estão entre os que possuem maior concentração de resveratrol. Uvas de coloração roxa e vermelha, bem como vinhos feitos a partir delas, têm quantidades muito elevadas de resveratrol. Essas plantas produzem resveratrol como uma defesa contra seus ambientes e essa substância é extremamente útil para os seres humanos.

Uma das fontes mais concentradas de resveratrol é o extrato de raiz de gengibre. A maioria dos suplementos de resveratrol são feitos a partir desta fonte. Morangos também o contêm. Curiosamente, o resveratrol está concentrado principalmente nas sementes dos morangos. Nas uvas, a maior parte da substância fica situada na pele, no entanto, toda a fruta contém o ingrediente. Já os amendoins também são alimentos ricos em resveratrol, e quando cozidos podem fornecer mais quantidades quando comparada à versão crua.

1. Uvas vermelhas e vinho tinto

Uvas vermelhas e vinho tinto têm os maiores níveis de resveratrol, sendo que as uvas espanholas são a que estão no topo da lista fornecendo 1,890 microgramas em um porção de 141 gramas. Uvas contêm mais resveratrol na casca e a quantidade varia de acordo com o tipo de uva e se a planta é exposta a uma infecção fúngica, uma vez que é em uma reação de resposta e defesa que o resveratrol é produzido nas uvas para afastar a infecção.

2. Mirtilos crus e cozidos

A quantidade de resveratrol nos mirtilos é 10% inferior quando comparados às uvas, relata um estudo publicado na edição de setembro de 2003 do Journal of Agricultural and Food Chemistry. O estudo também comparou o conteúdo de resveratrol em mirtilos cultivados em diferentes regiões e constatou que os mirtilos e amoras cultivadas na Polônia tinham uma maior concentração de resveratrol, enquanto amoras cultivadas em Vancouver não tinham níveis detectáveis do antioxidante.

Publicidade

Os pesquisadores também observaram que cozinhar os mirtilos aumenta o teor de resveratrol em 46%. Um estudo publicado na edição do “Journal of Agricultural and Food Chemistry” em julho de 2008 comparou a quantidade de resveratrol em mirtilos cultivados em métodos biológicos e convencionais e descobriu que o cultivo orgânico resultou em uma média de 2,69 microgramas de resveratrol por grama de frutas frescas, enquanto mirtilos cultivados convencionalmente testadas no estudo continham 2,48 microgramas por grama de resveratrol.

3. Outras bagas

Airelas vermelhas estão no topo da lista de alimentos ricos em resveratrol. Em um estudo publicado na edição de julho 2004 “Journal of Agricultural and Food Chemistry”, descobriu-se que existem 5,9 microgramas de resveratrol por grama de frutas secas quando comparadas com uvas vermelhas, que continham 6,5 microgramas por grama.

4. Amendoins

Uma xícara de manteiga de amendoim possui até 5 microgramas de resveratrol por grama. Amendoim cozido, que é um alimento altamente consumido em todo o mundo, contêm entre 1,7 e 7 microgramas por grama de resveratrol.

5. Chocolate amargo e cacau em pó

Produtos contendo cacau possuem até 18,5 mcg de resveratrol por porção de 100 gramas – que é um décimo da concentração presente no vinho tinto espanhol. Apesar de não serem considerados os principais alimentos ricos em resveratrol, o chocolate amargo e cacau em pó são mais concentrados do que os amendoins torrados e a manteiga de amendoim. Talvez a combinação de um pedaço de chocolate escuro com um copo de vinho tinto seria a melhor forma de obter a quantidade de resveratrol necessária para o seu dia, além de ser muito saboroso.

Benefícios do resveratrol

Em um estudo australiano realizado com homens hipertensos e com sobrepeso e mulheres na pós-menopausa, os pesquisadores monitoraram o efeito do resveratrol sobre a artéria braquial, a principal artéria do braço. O fluxo sanguíneo reduzido está ligado a fatores como obesidade e hipertensão. Depois de consumir resveratrol, os participantes demonstraram um aumento significativo e rápido do fluxo de sangue dentro de uma hora.

Publicidade

O resveratrol trabalha diretamente no coração de duas maneiras. Primeiro, ele protege o endotélio, a camada interna e delicada das artérias, dos radicais livres e seus danos oxidativos. Em segundo lugar, o ajuda na interrupção da produção de óxido nítrico, um produto químico produzido pelo endotélio nos vasos sanguíneos que mantém os vasos dilatados. Até então, mais de 4.400 estudos sobre os benefícios do resveratrol já foram publicamos até o momento, que mostra que ele pode ser benéfico em vários sentidos para o corpo humano.

Os principais benefícios inerentes ao resveratrol são: proteção do revestimento endotelial das artérias ajudando o sangue a fluir corretamente; redução do estresse oxidativo, que previne o envelhecimento precoce das células; bloqueio da produção de óxido nítrico (poderoso agente inflamatório nocivo); estímulo celular, que ajuda nas funções mentais e promove saúde oral; supressão do câncer, prevenindo a multiplicação de células cancerígenas e levando-as a morte e promoção da saúde muscular, reduzindo a perda de massa muscular associada à diabetes e câncer.

Quanto resveratrol você deve tomar?

O ideal é ingerir mais de 30 mg de resveratrol por dia, mas sem exceder a quantidade de 250 mg por dia, pois pode interferir e anular os benefícios relacionados ao câncer.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem consumido uma quantidade correta de alimentos ricos em resveratrol em sua dieta? Quais são os seus preferidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 3,83 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

4 comentários

  1. Olá. Consumo amendoim torrado, gengibre picadinho coloco diariamente na vitamina. Consumo uva passa escura. Aveia, etc. Ótimo artigo.

  2. Bebo todos os dias um cálice do néctar extraído da uva. Sem dúvida, essa substância tem um papel crucial de proteção ao sistema cardiovascular!

  3. Carlito Batista dos Santos

    Matéria de excelente qualidade. Precisamos disso, de informações. Então, uvas, amendoins, romãs, sempre as consumo; e também, o suco concentrado de uva(100%). Parabéns!… – Carlito

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×