Óleo de andiroba

6 Benefícios do Óleo de Andiroba – Para Que Serve e Dicas

A exploração de produtos naturais é uma grande fonte de renda para diversas populações no Brasil, principalmente na região da Amazônia, além de trazer novas alternativas de produtos para a indústria farmacêutica e alimentícia. Dentre as espécies que mais se destacam no Amazonas, está a andiroba, que possui diversas aplicações na indústria.

A andiroba é uma árvore de múltiplo uso, possuindo uma madeira de alta qualidade parecida com o mogno que é utilizada para a fabricação de móveis, lâminas, compensados e que também é utilizada de forma ampla na construção civil. Outra aplicação é o óleo extraído de suas sementes que é, atualmente, um dos produtos mais importantes no mercado regional, fornecendo um dos óleos medicinais mais importantes da região da Amazônia.

Vamos conhecer os principais benefícios do óleo de andiroba, saber para que serve e ver algumas dicas para que você possa aproveitar este produto.

O que é o óleo de andiroba? 

O óleo de andiroba é um dos produtos de maior destaque na região do Amazonas, servindo como fonte de renda para muitos povos locais que também utilizam este óleo na medicina popular. Este óleo também tem sido comercializado em outras regiões do Brasil e também é exportado para aplicação na indústria de cosméticos nos Estados Unidos, na França e na Alemanha.

O óleo de andiroba tem aplicação para muitos produtos, incluindo a fabricação de sabonetes, velas, produtos da área de cosméticos, além de ser utilizado em diferentes medicamentos. O óleo de andiroba é facilmente encontrado em lojas especializadas de produtos naturais e farmácias, tanto na forma de cápsulas como na forma de óleo.

As sementes da andiroba contêm entre 36% e 60% de óleo, sendo rico em muitos nutrientes, entre eles a vitamina A, vitamina B1, B2 e B6, vitamina C, vitamina E, além de diversos minerais. Este óleo também contém uma combinação única e uma grande quantidade de ácidos graxos essenciais, entre eles o ácido mirístico, o ácido palmítico, o ácido oleico, o ácido linoleico e os ácidos voláteis.

O óleo final da andiroba contém coloração de amarelo a marrom e este apresenta odor bem característico. O processo tradicional de extração do óleo de andiroba é dividido em três etapas:

1. Coleta e seleção das sementes

Nesta etapa, as sementes são selecionadas e separadas por tamanho e espécie, sendo retiradas aquelas que são consideradas inadequadas ao processo de extração, como as sementes furadas, que tenham sido danificadas por insetos, com a cor da casca muito escura ou que sejam muito leves. As sementes que foram escolhidas são, então, armazenadas por um período de 3 a 15 dias, em locais bastante rústicos e simples, já que este processo é essencialmente artesanal.

2. Preparação da massa

Nesta etapa as sementes passam por um processo de cozimento até que ocorra a quebra da semente ou até que esta chegue ao ponto ideal para a retirada do óleo. Logo em seguida, as sementes são colocadas em local específico e arejado para esfriarem, sendo, posteriormente, armazenadas em local seco por um período de 7 a 20 dias.

No final do processo de repouso, as sementes serão prensadas até que ocorra a liberação do óleo de andiroba. A casca precisa ser quebrada para que se retire a amêndoa e esta será amassada até formar uma massa homogênea, também chamada de “pão”.

3. Extração do óleo

A extração final do óleo pode ser feita manualmente ou através de extratoras. Com o processo de prensagem e também de secagem desta massa, ocorre a retirada do óleo que tem uma coloração já bem amarelada. O rendimento do óleo feito através do uso de extratoras é que, aproximadamente, 18 litros de óleo para cada 11 kg de sementes.

Quais são os benefícios do óleo de andiroba? Para que serve?

Os benefícios do óleo de andiroba são inúmeros e suas propriedades ainda não foram totalmente identificadas, porém diversos estudos já estão sendo realizados. Ele contém ação antisséptica, vermífuga, cicatrizante, purgativa, emoliente, suavizante e hidratante.

As indicações de uso do óleo de andiroba são várias, entre elas auxiliar no tratamento das afecções do trato respiratório, febres, faringite, amigdalite, laringite, tosse, gripe, bronquite, pneumonia, reumatismo, artrite, fadiga muscular, edemas, hematomas, feridas, entre muitas outras.

O óleo de andiroba pode ser usado de várias formas, mas alguns estudos mostraram que suas propriedades medicinais são mais evidentes e têm maior eficácia quando ele é aplicado através de massagens ou quando é friccionado na pele.

Não existem relatos sobre os efeitos negativos ou colaterais do uso do óleo de andiroba, no entanto, vale sempre lembrar que nenhum produto deve ser utilizado para tratamento de qualquer doença sem a orientação de um profissional da saúde. Os estudos sobre este óleo ainda são recentes e é importante que se tenha cautela na sua utilização do mesmo.

Veja para que serve o óleo de andiroba e algumas dicas para sua aplicação:

1. Aumenta a regeneração da pele

A aplicação do óleo de andiroba é bastante ampla, sendo muito eficaz para a pele seca e danificada. Este óleo possui diversas propriedades benéficas à pele, ajudando a hidratar e amaciar, devido à sua capacidade de penetrar rapidamente nas camadas do tecido e formando uma película protetora após sua aplicação, estimulando a regeneração do tecido epitelial.

Este óleo é bastante indicado inclusive para auxiliar no tratamento dos diferentes problemas dermatológicos, entre eles a eczema e a psoríase, ajudando a deixar a pele macia.

2. Tem ação anti-inflamatória

Alguns estudos mostraram que o óleo de andiroba possui propriedades anti-inflamatórias, devido à presença de uma grande quantidade de substâncias limonoides. Este óleo ajuda a aliviar e acalmar os locais inflamados, sendo principalmente utilizado para o tratamento de picadas de insetos e doenças da pele, reduzindo a dor, o inchaço e a vermelhidão.

Em função da sua ação anti-inflamatória, o óleo de andiroba também é bastante aplicado em produtos para redução das dores musculares e da inflamação causadas por excessivos esforços físicos e lesões devido à prática de exercícios físicos.

3. Possui ação emoliente e hidratante

O óleo de andiroba é bastante utilizado na área cosmética devido à sua ação emoliente e hidrante, sendo aplicado em diferentes tipos de produtos, entre eles os cremes e as loções cremosas (com concentração de 1% a 5%), os xampus, condicionadores e sabonetes (com concentração de 3% a 7%), além dos óleos de banho, hidratantes para o corpo, repelentes de insetos, entre muitos outros.

4. Possui ação repelente e cicatrizante

O óleo de andiroba é bastante aplicado em produtos usados para o tratamento e para a prevenção de picadas de insetos, Há benefícios do óleo de andiroba como repelente natural e como potencial cicatrizante, devido às suas propriedades anti-inflamatórias, ajudando a reduzir a coceira no local, o inchaço e a dor causada pelo ferimento.

Outra aplicação bastante interessante do óleo de andiroba utilização em velas com potencial repelente. Alguns estudos mostram que este óleo é eficiente para afastar diversos tipos de mosquitos, incluindo-se os mosquitos que transmitem a malária e a dengue.

5. Ajuda a hidratar e a reduzir o volume dos cabelos

Este óleo é bastante utilizado em linhas de produtos para cabelos cacheados, danificados e com frizz. Devido à sua grande quantidade de ácidos graxos essenciais, entre eles o ômega 3, há benefícios do óleo de andiroba como a redução do volume dos cabelos, auxiliando na recuperação e regeneração dos fios danificados, reduzindo assim o frizz e deixando o cabelo mais hidratado, sedosos e brilhantes. O óleo também pode ser utilizado em receitas caseiras para hidratação dos cabelos.

6. Ajuda a reduzir a dor muscular

Entre os muitos benefícios do óleo de andiroba estão suas propriedades analgésicas. Pode ser utilizado como óleo para massagem para ajudar a aliviar a dor em determinados locais, podendo ser usado várias vezes ao dia. Este óleo promove a redução da sensação de dor muscular e em articulações com artrite.

Você já conhecia os benefícios do óleo de andiroba e para que serve o produto? Já experimentou sua utilização para um destes fins? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,38 de 5)
Loading...
Publicidade
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Publicidade

3 comentários

  1. Eu estava com muitas dores na perna de varizes em período de TPM , passei o óleo de andiroba e em poucos minutos a dor sumiu!

  2. Onde comprar o oleo de andiroba verdadeiro, de qualidade?

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*