Gastrite

7 Melhores Remédios Caseiros para Gastrite

A gastrite é conhecida como a inflamação, infecção ou erosão do revestimento do estômago. Quando existe um quadro da doença, o que se tem é o enfraquecimento da mucosa que protege a parede estomacal, sendo que os próprios sucos digestivos produzidos pelo órgão acabam causando danos à parede do estômago.

Diversos fatores podem provocar a condição, entre eles: vírus, parasitas, fungos, refluxo da bile para dentro do estômago, estresse, ingestão de esteroides, consumo de alimentos picantes, uso de medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, abuso de bebidas alcoólicas e uma bactéria chamada de Helicobacter pylori.

A condição pode ser classificada como aguda – que dura um período curto de tempo – ou crônica – que persiste ao longo de meses ou, até mesmo, anos. Entre os seus sintomas, estão: náusea, vômito, sentir-se empanturrado na parte superior do abdômen (principalmente depois de comer), indigestão, fezes escuras, dor de estômago, queimação e vômito, que pode vir com sangue ou substâncias similares à borra de café.

Como a gastrite não traz sintomas perceptíveis em todos os indivíduos, vale a pena ter o hábito de fazer check-ups e exames regulares com o médico de confiança. Assim, fica mais fácil que ele identifique a doença mesmo sem o paciente queixar-se de algum dos sintomas associados à condição.

Uma vez que o diagnóstico foi determinado, é fundamental seguir as orientações do médico quanto ao tratamento, no que se refere às mudanças na alimentação, na utilização de medicamentos e demais estratégias que forem definidas pelo profissional.

Até porque, quando a pessoa sofre com a condição e não toma os cuidados apropriados, pode ver a sua gastrite evoluir para problemas mais graves como úlcera e câncer.

7 opções de remédios caseiros para gastrite

Antes de conhecermos algumas das variedades de remédio caseiro para gastrite, é fundamental lembrar que antes de utilizar qualquer um desses métodos, você deve consultar o seu médico para se certificar de que a estratégia realmente pode ser útil para você, saber como deve usá-la e assegurar que não trará nenhum tipo de prejuízo para a sua saúde ou que não é contraindicado a você.

Tenha em mente ainda que não é somente porque um remédio caseiro para gastrite funcionou para um conhecido que funcionará para você – cada pessoa tem um organismo diferente e características diferentes em seu quadro da condição.

Além disso, jamais use um remédio natural para gastrite para substituir todo o tratamento contra a doença porque isso pode ser bastante perigoso para a sua saúde e prejudicar a sua recuperação. Não deixe de seguir todas as orientações passadas pelo seu médico para tratar o seu quadro de gastrite e aja sempre com segurança e precaução em relação à sua saúde.

Sem mais delongas, vamos finalmente a algumas opções de remédios caseiros para gastrite:

1. Extrato de alho

De acordo com informações do Authority Nutrition/Healthline, o extrato de alho pode ser útil nos casos de gastrite causados pela bactéria Helicobacter pylori porque o ingrediente ajuda o organismo a se livrar dessa bactéria. Um estudo divulgado no ano de 1996 e feito por um estudioso da Itália e mais quatro colegas indicou que o consumo de extrato de alho é uma forma eficiente de combater a Helicobacter pylori.

A sugestão é esmagar o alho e tomar o extrato obtido com o auxílio de uma colher de chá ou comprar pronto o extrato de alho envelhecido há meses, que é possivelmente mais eficiente.

2. Probióticos

Tomar suplementos probióticos é uma forma de introduzir bactérias boas ao trato digestivo, o que deve combater propagação da Helicobacter pylori e ajudar a iniciar o processo de cura do estômago.

Um estudo divulgado no ano de 2015 e realizado por pesquisadores da Eslovênia afirmou que alguns probióticos (S. boulardii e L. johnsonni La1) provavelmente podem diminuir a carga bacteriana, apesar de não erradicar por completo a Helicobacter pylori.

A pesquisa também indicou que a suplementação com S. boulardii é útil concomitante ao tratamento padrão contra Helicobacter Pylori, possivelmente aumentando a sua taxa de erradicação. As informações foram divulgadas no site do Centro Nacional de Informação de Biotecnologia dos Estados Unidos.

Alimentos como kefir, kimchi, chucrute e iogurte também são fontes de probióticos que podem servir como remédios caseiros para gastrite.

3. Óleos essenciais 

Os óleos derivados do capim-limão e da verbena-limão também podem servir como remédios caseiros para gastrite. Eles foram estudados por um pesquisador do Japão e demais colegas, que apontaram que eles tiveram um efeito positivo em relação à resistência de ratinhos à colonização da Helicobacter pylori durante testes de laboratórios.

4. Fazer refeições menores

Aqui não temos essencialmente uma das opções de remédios caseiros para gastrite, mas sim uma estratégia do dia a dia que pode ajudar. Isso porque os sintomas da gastrite não são agravados somente pelo que a pessoa come, mas também pela quantidade de alimento que ela consome.

Quando se tem gastrite, é importante fazer com que o processo digestivo seja o mais fácil possível para o estômago e os intestinos.

O problema de fazer uma refeição grande é que ela coloca estresse sobre o trato digestivo, que precisa converter todo o alimento que foi consumido em energia e resíduos.

Assim, a recomendação é fazer um número maior de refeições, porém que tenham porções menores, no lugar de se empanturrar de carboidratos e calorias em apenas duas ou três refeições diárias como forma de amenizar os sintomas da gastrite.

5. Eliminar os alimentos que causam irritação da dieta

Outra estratégia caseira que pode auxiliar é livrar-se daquelas comidas que irritam o revestimento estomacal. Esse é o passo mais importante dentro do tratamento da gastrite.

Muitas pessoas sofrem com a piora dos sintomas da doença ao comer muitos alimentos industrializados (embalados/processados), frituras ou comidas picantes. Logo, para quem tem gastrite, vale a pena manter-se longe desses itens, não é mesmo?

6. Ter uma dieta de boa qualidade

Uma dieta de baixa qualidade também constitui um fator de risco para a gastrite porque promove a inflamação do trato digestivo, pode aumentar o risco de desenvolvimento de condições como a síndrome do intestino permeável e sensibilidades alimentares, além de contribuir com deficiências nutricionais que pioram os sintomas com gastrite.

É importante seguir uma dieta pobre em alimentos processados e rica em nutrientes para evitar complicações da gastrite.

Um regime focado em vegetais, frutas, proteínas de alta qualidade e gorduras saudáveis é aconselhável para quem sofre com a doença porque auxilia a controlar a inflamação, permite que a pessoa mantenha um peso saudável (o excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de ter gastrite, úlceras estomacais e outros problemas digestivos) e previne deficiências de vitaminas, minerais e antioxidantes.

Alimentos ricos em antioxidantes, cebola, alho, abóbora, pimentões, nozes, legumes e grãos de deixados de molho, grãos integrais germinados, carne de animais alimentados no pasto e aves criadas no pasto também são alguns dos itens conhecidos por ajudar a controlar os sintomas da gastrite.

7. Outras mudanças de hábito que podem auxiliar

Parar de fumar e de consumir bebidas alcoólicas também deve colaborar para amenizar os sintomas da gastrite. Além disso, recomenda-se evitar medicamentos para não sujeitos à receita médica como aspirina e acetaminofeno, que podem danificar o revestimento estomacal ao longo do tempo.

Referências adicionais:

Você sofre com a condição e já experimentou alguns destes remédios caseiros para gastrite? Qual deles traz melhores resultados a você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*