Grão de bico

8 Benefícios do Grão de Bico – Para Que Serve e Propriedades

Publicidade

Cultivado desde a Idade Antiga pelos povos egípcios, gregos e romanos, o Grão de Bico (Cicer arietinum, família Fabaceae) é uma leguminosa rica em proteínas e fibras, entre outros nutrientes essenciais, que contribuem e muito para a manutenção da nossa saúde e boa forma.

Mais abaixo, além de elucidarmos os benefícios do grão de bico, conheceremos suas variedades, utilidades e propriedades nutricionais.

Variedades de Grão de Bico

Existem duas variedades básicas de Grão de Bico: a Kabuli a e a Desi.

A Kabuli é a variedade cultivada e comercializada em nosso país. Os grãos apresentam coloração creme e um revestimento fino.

Apesar de não ser vendido no Brasil, o grão de bico do tipo Desi é o mais cultivado em todo o mundo, representando cerca de 85% da produção da leguminosa. Eles são menores, mais escuros, e têm uma casca mais grossa (o que lhes confere uma maior quantidade de antioxidantes, já que esses compostos se concentram na mesma).

Vejamos então para que serve o grão de bico.

Para que serve o Grão de Bico?

O Grão de Bico é utilizado para preparar diversos pratos saborosos, desde saladas, sopas e até sobremesas.

Oriunda do Oriente Médio, e ainda bastante consumida nessa região, a leguminosa é também um alimento de muita relevância para a culinária grega, italiana, portuguesa, espanhola e indiana.

Uma receita árabe muito famosa é a pasta de Grão de Bico, também denominada de Homus Tahine.

Ele também é uma fonte de proteínas importante para os vegetarianos.

Propriedades do Grão de Bico

Uma porção de 100 g de grão de bico fornece, cozida e sem sal, 164 calorias e contém 27,42 g de carboidratos (sendo 7,6 g de fibras); 2,59 g de gorduras (principalmente ácidos graxos insaturados) e 8,86 g de proteínas.

A leguminosa ainda é rica em ácido fólico e apresenta boas quantidades de outras vitaminas do complexo B. O grão de bico também possui as vitaminas K, E e C.

Com relação aos minerais, em ordem decrescente de quantidade, ela é fonte de fósforo, ferro, zinco, magnésio, potássio e cálcio.

Benefícios do Grão de Bico

Veja a seguir como as propriedades do grão de bico proporcionam benefícios para saúde e boa forma. Então, para que serve o grão de bico afinal?

1. O Grão de Bico ajuda a emagrecer

O elevado teor proteico e de fibras do Grão de Bico compensam suas calorias.

O processo de digestão de proteínas é efetivamente mais lento, o que promove uma sensação de saciedade e, por consequência, uma redução do consumo alimentar.

As fibras do Grão de Bico ajudam a emagrecer pelo mesmo motivo, por fazer você se sentir mais “completo”.

Além disso, como veremos a seguir, a ingestão da leguminosa evita picos de glicose, o que significa dizer que não haverá um excesso desse carboidrato no sangue para ser convertido em gorduras.

2. O Grão de Bico ajuda a ganhar massa muscular

Os benefícios do grão de bico para os músculos são proporcionados pelo seu conteúdo de proteína, amido e de ferro. A proteína é um nutriente essencial para o desenvolvimento muscular.

O amido é um carboidrato complexo, isto é, também é digerido lentamente, o que promove um constante fornecimento de combustível (glicose) para a geração de energia (garantindo ânimo e disposição para a pratica de atividades físicas).

O ferro é outro nutriente importantíssimo para se ter um saldo energético positivo. Constituinte da hemoglobina, o mineral participa do fornecimento de oxigênio às células, gás utilizado durante a síntese de energia via respiração aeróbica.

3. O Grão de Bico ajuda a controlar a glicemia

As fibras e as proteínas também trazem benefícios do grão de bico para manter o nível de glicemia dentro do limite. Ambos fazem com que a digestão dos alimentos aconteça de forma não tão rápida (nem lenta demais), o que regula a quantidade de glicose a ser lançada na corrente sanguínea.

Um estudo mostrou que o consumo diário de meia xícara de Grão de Bico, em menos de uma semana, já ajuda no controle de glicemia.

Outra pesquisa publicada no “American Journal of Clinical Nutriiton” revelou que as mulheres que consumiram leguminosas tiveram uma diminuição em 40% das chances de desenvolver Diabetes do tipo 2.

4. O Grão de Bico é bom para o sistema cardiovascular

O excesso de colesterol e do aminoácido homocisteína, o estresse oxidativo e a hipertensão arterial são fatores que aumentam consideravelmente os riscos de se sofrer um infarto ou derrame.

As fibras solúveis do grão de bico ajudam a diminuir os níveis de colesterol. A ingestão diária de ¾ de xícara da leguminosa durante o período de um mês já ajuda a reduzir o teor de colesterol total, colesterol LDL (ruim) e triglicérides.

Uma pesquisa publicada no “Journal of American Dietetic Association” investigou as ações que o consumo semanal de 700 g de grão de bico provocaria em adultos com níveis elevados de colesterol. Foi observada uma diminuição desses valores, em 16mg/dL na média.

O ácido fólico, presente em abundância no grão de bico, ajuda a reduzir o nível do aminoácido homocisteína. A leguminosa também possui propriedades antioxidantes que ajudam a evitar os danos oxidativos.

E, finalmente, o mineral potássio tem efeito vasodilatador, contribuindo para a diminuição da pressão arterial.

5. O Grão de Bico ajuda a combater o câncer

O ácido fólico, a vitamina C, a Vitamina E e alguns fitonutrientes são os responsáveis pelos benefícios do grão de bico contra o câncer.

O folato participa da síntese e reparação do DNA, protegendo esse ácido nucleico de mutações em geral, como as que transformam células sadias em cancerosas.

Os fitonutrientes encontrados tanto camada exterior (quercetina, miricetina e campferol) como na interna da leguminosa (ácido ferúlico, ácido vanílico, ácido cafeico e ácido clorogênico) apresentam uma importante atividade antioxidante, o que também evita a ocorrência de mutações que induzam o câncer.

Apesar da pouca quantidade de vitamina C e E no grão de bico, elas também ajudam a combater esses efeitos carcinogênicos dos radicais livres.

6. O Grão de Bico é bom para o intestino

As fibras do trazem muitos benefícios do grão de bico ao intestino. Além de facilitarem o processo digestivo, elas previvem a prisão de ventre, a diverticulite e a síndrome do intestino irritável.

As fibras também ajudam no combate ao câncer de cólon. A comunidade de bactérias existentes no intestino “quebram” as mesmas em ácidos graxos de cadeia curta, que são utilizados como fonte de energia para as células do órgão. Um desses compostos, o ácido butírico, tem sido relatado em estudos feitos com células animais como um agente que ajuda a conter a proliferação desses tumores e estimula a apoptose dessas células cancerígenas.

7. O Grão de Bico é bom para as mulheres

Há importantes benefícios do grão de bico para a saúde feminina. Para as grávidas, ele ajuda a evitar a má formação do tubo neural nos fetos (graças ao seu conteúdo de ácido fólico).

Fazer o consumo da leguminosa também ajuda a repor os estoques de ferro, mineral que as mulheres perdem toda vez que menstruam.

Além disso, o grão de bico contém saponinas, compostos que reduzem os riscos de câncer de mama.

8. O Grão de Bico é bom para os ossos

O grão de bico contém minerais de grande relevância para a manutenção da estrutura óssea – o cálcio e o fósforo.

Os benefícios do grão de bico para os ossos também são propiciados pela vitamina K, cuja ingestão insuficiente está associada a uma maior chance de fraturas.

Mesmo estando presente em baixa quantidade na leguminosa, a vitamina melhora a absorção de cálcio e reduz a perda do mesmo pela urina. 

Considerações finais

  • O grão de bico não apresenta todos os aminoácidos que o nosso organismo necessita. Por isso é importante combinar sua ingestão com outras fontes de proteínas;
  • O consumo em excesso de alimentos ricos em fibra pode provocar dores de estômago e gases. Evite exageros;
  • Pessoas alérgicas a algum tipo de leguminosa podem também ser sensíveis ao grão de bico. Consulte seu médico antes de passar a consumi-lo;
  • Os medicamentos anti-hipertensivos do tipo betabloqueadores podem elevar o nível de potássio no sangue. O uso concomitante dessas drogas com o grão de bico aumenta ainda mais o teor desse mineral, trazendo uma série de prejuízos à saúde. Se for o seu caso, este é mais um motivo para você comer a leguminosa com moderação;
  • É importante enfatizar que os pacientes com problemas renais também estão sujeitos a terem hipercalemia, pela dificuldade de se livrarem do excesso de potássio (o que pode ser fatal).

Publicidade

O que achou dos benefícios do grão de bico? Agora que sabe para que serve e conhece suas propriedades, irá incluí-lo mais no seu cardápio? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Publicidade
RECOMENDADOS PARA VOCÊ

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*