Publicidade

 

Batata doce

Batata Doce Prende ou Solta o Intestino?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar do uso da batata doce na dieta de pessoas que se dedicam à prática da musculação e à boa forma. Tudo graças ao fato do alimento ser uma fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico, que são digeridos lentamente e não causam uma elevação rápida dos níveis de glicose no sangue.

Publicidade

Isso é importante porque os picos nas taxas de açúcar do sangue levam ao acúmulo de gordura e resultam no envio de uma quantidade mais baixa de nutrientes para os músculos.

Mesmo para quem não é adepto dos treinamentos para criar músculos, a batata doce é um alimento útil. Isso porque ela é fonte de nutrientes importantes para o funcionamento do organismo.

A lista inclui componentes como fibras, cobre, zinco, potássio, proteínas, cálcio, fósforo, manganês, magnésio, ferro, vitamina B1, vitamina B3, vitamina B6 e vitamina C em sua forma cozida, de acordo com informações da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO).

Entretanto, você já parou para pensar em como o alimento pode afetar o nosso intestino?

Será que a batata doce prende ou solta o intestino? 

Para entendermos se a batata doce prende ou solta o intestino, vamos dar uma olhada para a composição do alimento.

A batata doce contém, ainda que em pequenas quantidades, um açúcar chamado de manitol, que pertence ao grupo do poliol ou da família dos açúcares alcoólicos.

Publicidade

Os chamados polióis são conhecidos por causarem uma ação laxativa quando são ingeridos em grandes quantidades. Para a maioria das pessoas, consumir 10 g desse açúcar alcoólico de uma vez pode resultar na indução de uma diarreia.

No entanto, para os indivíduos que apresentam maior sensibilidade aos polióis, as reações podem aparecer mesmo quando a ingestão acontece em quantidades mais baixas. Além da diarreia, a lista de efeitos abrange o inchaço abdominal, cólica, flatulências e a constipação, também conhecida como prisão de ventre ou intestino preso.

Será que eu sofro de sensibilidade ao manitol?

Mas como saber se eu tenho sensibilidade ao manitol e a outros polióis? Bem, um sinal pode ser o fato de sofrer com esses problemas gastrointestinais mencionados acima. Outro sintoma pode ser o fato de experimentar dor de estômago sempre que come a batata doce. Porém, para ter certeza da origem desses incômodos, o ideal é consultar-se com o médico.

De qualquer forma, o fato de apresentar a sensibilidade ao manitol do alimento não significa necessariamente que a batata doce tenha que ser excluída da dieta.

É claro que tudo deve ocorrer conforme a indicação médica, mas a recomendação da Universidade de Monash, da Austrália, da qual uma das escolas de saúde clínica é líder na pesquisa a respeito de polióis e problemas gastrointestinais resultantes de açúcares, é controlar a porção do alimento e comer ½ xícara de batata doce para evitar as reações adversas.

Publicidade

Além disso, há outro conselho que pode ser útil – o de evitar o consumo de outras comidas que sejam fonte de manitol como melancia, cogumelos, couve-flor e aipo nos dias em que for comer a batata doce como forma de não sobrecarregar a capacidade já limitada de lidar com o açúcar.

As fibras 

Conhecer o conteúdo de fibras que é encontrado no alimento também é importante para entender se a batata doce prende ou solta o intestino.

Uma porção de 100 g de batata doce cozida ou preparada no forno com a casca apresentam um total de 3,3 g de fibras.

Mas por que é importante saber qual o teor de fibras do alimento? O nutriente é conhecido por beneficiar a saúde do sistema digestivo, o que inclui o combate à prisão de ventre, o famoso intestino preso.

Sabe como isso acontece? As fibras não são quebradas em forma de energia quando passam pelo trato digestivo do organismo humano. No lugar disso, o que ocorre é que elas absorvem água e amolecem e soltam as fezes.

Elas ainda adicionam volume às fezes, fazendo com que a sua eliminação durante as idas ao banheiro sejam favorecidas.

O outro lado das fibras

Porém, o consumo de fibras exige certo cuidado. É necessário que a sua ingestão venha acompanhada de água – a orientação é tomar pelo menos dois litros todos os dias.

A nutricionista Ana Cristina Wolf disse que isso é importante porque as fibras roubam a água do organismo. Assim, se a sua ingestão não vier acompanhada do líquido, o intestino pode ficar ressecado.

Também é importante não comer muita batata doce para não fornecer uma quantidade muita alta de fibras para o organismo – a orientação para pessoas adultas consiste em consumir de 25 g a 35 g de fibras por dia.

E ainda que você precise comer muita batata doce para chegar a essa quantia, é preciso lembrar que provavelmente você se alimentará com outras comidas que são fonte do nutriente.

E qual o problema em ingerir fibras em excesso? Ingerir uma quantidade elevada do nutriente em um espaço curto de tempo pode piorar o quadro de intestino preso e estimular a prisão de ventre. Ao mesmo tempo, comer mais fibras do que o recomendado também pode soltar o intestino, causando a diarreia.

Essa diarreia, que pode levar a uma desidratação, acontece porque o corpo puxa a água que o organismo necessita para eliminar a fibra.

Além desses problemas, o aporte exagerado do nutriente pode resultar em uma absorção de minerais de baixa qualidade e problemas abdominais como gases, inchaço e cólicas.

Portanto, com o que vimos aqui, não podemos concluir definitivamente que a batata doce prende ou solta o intestino, pois isso varia conforme a quantidade do alimento que é ingerida e o fato da pessoa ter sensibilidade ou não ao açúcar manitol.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem o costume de consumir batata doce em sua dieta? De acordo com suas percepções, a batata doce prende ou solta o intestino para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 2,88 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Afinal, prende ou solta o intestino?

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×