Publicidade

 

Bebendo café

Café Pode Aumentar a Longevidade, Mostram Novos Estudos

Uma xícara de café pela manhã pode ajudá-lo a enfrentar o restante dia, assim como despertar no meio da tarde após o almoço, mas acontece que muitas pessoas vêm tentando limitar o consumo de café por razões de saúde, temendo possíveis efeitos negativos da bebida para a saúde.

Publicidade

No entanto, dois grandes estudos, publicados no dia 10 de julho na revista Annals of Internal Medicine, devem ajudar a atenuar esses medos.

Os estudos envolveram mais de 700.000 pessoas e descobriram que quanto mais café esses participantes consumissem, menos probabilidades eles tinham de sofrer com morte precoce por várias doenças, incluindo câncer, diabetes e doença cardíaca.

E para aqueles que não querem consumir muita cafeína, não se preocupe – o café descafeinado parece oferecer os mesmos benefícios para a saúde!

Mais café, menor risco de morte

Para o maior dos dois novos estudos, os pesquisadores analisaram os dados de um estudo de nutrição que rastreou mais de 520 mil pessoas de 10 países europeus por uma média de 16,4 anos. Quanto mais café consumiram esses participantes, menor o seu risco de morte, descobriram os pesquisadores.

25% dos participantes que bebiam de café no estudo tiveram três ou mais xícaras por dia. Entre esse grupo, os homens eram 12% menos propensos a morrer antes do que pessoas que evitavam o café completamente. As mulheres que consumiram mais café eram 7% menos propensas a morrer cedo.

Além do menor risco geral de morte precoce, os pesquisadores descobriram o risco reduzido de morte por doenças do sistema digestivo e circulatório. Para os homens, o consumo de café também foi associado a um menor risco de suicídio.

Publicidade

O segundo estudo seguiu a dieta e os hábitos de saúde de 185.855 americanos por mais de 16 anos e encontraram reduções similares no risco de morte – neste caso, de doenças cardíacas, câncer, doenças respiratórias, acidentes vasculares cerebrais, diabetes e doença renal.

Em comparação com as pessoas que não bebiam café, as que bebiam de duas a três xícaras por dia eram 18% menos propensas a morrer cedo. As pessoas que bebiam uma xícara por dia eram 12% menos propensas a morrer do que aquelas que se abstiveram da bebida.

Este segundo estudo foi particularmente notável porque se concentrou em populações americanas de diferentes etnias, incluindo negros, brancos, latinos, japoneses e havaianos-americanos. A maioria dos estudos anteriores sobre os efeitos do café sobre a longevidade tinham se concentrado em pessoas de ascendência européia.

Causa x efeito

Esses estudos são observacionais, o que significa que eles não podem estabelecer causa e efeito – ninguém pode dizer com base nesses dados que beber mais café definitivamente irá prolongar a sua vida. Os pesquisadores tentaram controlar fatores como dieta, obesidade e hábito de fumar, mas ainda é possível que as pessoas que consumam café já sejam mais saudáveis de alguma maneira não controlável.

No entanto, esta não é a primeira pesquisa a indicar que o café pode melhorar a sua saúde. Em ambos os estudos, os autores observaram que pesquisas anteriores demonstraram que o consumo de café está associado a melhorias na função hepática, níveis de açúcar no sangue e inflamação.

Publicidade

Uma vez que o café descafeinado também foi associado à melhoria da longevidade, provavelmente não é a cafeína a responsável por esses benefícios, mesmo que seja a razão pela qual a maioria de nós tomamos café.

Em um editorial publicado ao lado dos estudos, um grupo de pesquisadores especulou que os benefícios do café podem ser provenientes de outros compostos que são extraídos quando a bebida é preparada, especialmente polifenóis antioxidantes. A cafeína ainda pode ter alguns benefícios, no entanto.

Mesmo que não saibamos se o café causa essa maior longevidade de fato, essas novas descobertas sugerem que as pessoas não devem se sentir culpadas pelo consumo da bebida.

Beber quantidades ilimitadas de café com cafeína pode realmente colocá-lo em risco, mas até cerca de 5 xícaras por dia, segundo os pesquisadores, você não tem por que se preocupar.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem o costume de consumir café frequentemente? Tinha receio por conta de possíveis efeitos secundários? Depois do resultado dessas pesquisas, vai passar a tomar mais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Maria Cristina Mendes Passos

    Não sou muito de tomar café, mas agora vou tomar umas duas xícaras a mais. Gostei dessa publicação. Obrigada.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×