Mulher comendo salada

Comer Salada Diariamente Mantém o Cérebro 11 Anos Mais Jovem

Enquanto os médicos e as empresas farmacêuticas continuamente procuram o próximo avanço na saúde cerebral, um estudo recente sugere que uma simples mudança de dieta poderia ser o melhor passo para começar.

De acordo com a Newsweek, pesquisadores do Rush University Medical Center, em Chicago, analisaram o impacto do consumo de verduras para evitar os efeitos do envelhecimento no cérebro.

Depois de estudar durante uma década as habilidades cognitivas de quase 1.000 pessoas acima dos 58 anos, os resultados indicaram que uma maior ingestão de saladas – especificamente espinafre, couve e outras verduras – pode estar associada a uma melhor função cerebral para o resto da vida.

Embora existam muitos outros fatores envolvidos na determinação dos riscos de distúrbios relacionados à idade, como a demência e a doença de Alzheimer, o estudo da Rush University explicou como os cientistas chegaram à conclusão deles.

Cada um dos participantes do estudo foi designado a uma das três categorias com base na ingestão geral de verduras.

O grupo superior consumiu, em média, 1,3 porções por dia, enquanto os participantes do grupo inferior comeram cerca de 0,1 porções diárias. Parece haver uma correlação da função cerebral com essas categorias.

Aqueles com o mais alto nível de consumo de salada mostraram uma idade cerebral relativa de 11 anos mais jovem do que suas contrapartes que não consomem vegetais, de acordo com Martha Clare Morris, epidemiologista nutricional que liderou o estudo.

Ela explicou que, mesmo aqueles que acham que as verduras são desagradáveis estão com sorte. Muitos dos mesmos nutrientes que se acredita serem responsáveis pelos resultados encorajadores do estudo também são encontrados em outros alimentos comuns.

“Alguns dos nutrientes já possuem excelente evidência científica, como a vitamina E, um potente antioxidante que foi demonstrado em modelos animais cuidadosamente controlados para proteger contra a perda de neurônios, estresse oxidativo e inflamação e a acumulação de placas amilóides”, disse ela.

Outros nutrientes potencialmente benéficos, incluindo nitrato, vitamina K e kaempferol, “foram recentemente identificados” e justificam estudos adicionais, disse Morris.

O folato e a luteína também foram associados à desaceleração do processo de envelhecimento do cérebro, conforme relatado pela ABC News.

De acordo com Morris, a cura para retardar o processo de envelhecimento do cérebro é mais complexa do que simplesmente colocar esses nutrientes em uma pílula. “Os nutrientes nos alimentos têm muitas formas e interações diferentes. Uma formulação específica colocada em uma pílula com o mesmo efeito? Isso é uma ilusão.”

Os resultados do estudo, que foram publicados na revista “Neurology” deste mês, baseiam-se em pesquisas anteriores, indicando que esses nutrientes contêm propriedades que protegem contra a inflamação e formas de deterioração no cérebro.

O estudo foi reconhecidamente limitado em seu alcance e os especialistas dizem que uma variedade de outros fatores provavelmente desempenharam um papel nos resultados dispares nas habilidades cognitivas. No entanto, Morris acredita que ele é suficientemente conclusivo para convencer as pessoas de que adicionar mais algumas salada à dieta pode ser uma escolha saudável.

“O consumo diário de verduras pode ser uma maneira simples e eficaz de proteger contra a perda de memória e outras habilidades cognitivas”, disse ela.

Você costuma comer quantas porções de salada por dia em sua dieta? Já imaginava que além de ajudar a boa forma, as verduras poderiam cuidar da saúde cerebral? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Se as folhas verdes têm as propriedades que têm, por “apnhar com o sol “todo o dia e o luar á noite e isso só traz beneficios e sabemos disso , depois á que aproveitar esses benefícios, comendo folhas verdes e mais abatata pode estar 1 -2-3 dias ou semanas em casa -armazenada não se sabe /vê , a salada já não é assim ou se come dia que se colhe/apanha ou as marcas aparecem e não se gostas ” EU” pelo menos.

  2. Bom dia, gostei de ler essa informação, na verdade a minha dieta basea-se nas verduras, eu nao tinha nenhuma informação mais sozinha tirei provas porque anemias, presão de ventre, desapareceu, ganhei uma imunidade muito forte graças ao consumo de verduras. Na linha das verduras que eu mais consumo são, ( matapa que sao folhas de mandioqueira, folhas de batata doce, couve, espinafre, Hortaliça e muito mais).

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*