Publicidade

 

Corrida

Como e Onde Correr Para Não Prejudicar os Joelhos

Claro, a desculpa “Eu não posso correr porque vai machucar meus joelhos” é a mais usada pelos sedentários e preguiçosos do sofá, mas sua ‘validade’ pode finalmente estar chegando ao fim.

Publicidade

Homens e mulheres saudáveis de 18 a 35 anos que correram por 30 minutos não sofreram dor e/ou inchaço em suas articulações – na verdade, correr acabou reduzindo a inflamação, de acordo com um estudo da Brigham Young University.

Em outras palavras, correr pode não só ajudá-lo a se sentir melhor dentro e fora da academia, mas também torná-lo menos propenso a ter uma doença como a osteoartrite. Isso só justifica dar algumas voltas na praça ou no calçadão, ou mesmo na esteira da academia… mas onde você deveria fazer isso, de fato?

É melhor correr ao ar livre ou numa esteira?

Opte por correr ao ar livre em vez de em uma esteira sempre que possível, diz Irene Sprague Davis, da Faculdade de Medicina de Harvard, Ph.D.

“Quando você corre ao ar livre, você está constantemente variando sua velocidade, e o terreno e as superfícies estão sempre mudando”, diz Sprague Davis, especialista nas diferenças entre corrida na esteira e ao ar livre. “Essas mudanças proporcionam maior variabilidade ao seu sistema músculo-esquelético” – muito melhor do que o estímulo repetitivo incorrido em um treino na esteira.

O consumo de oxigênio e o recrutamento muscular também são maiores quando você corre ao ar livre.

Trabalhar sua resistência ao vento – o que pode aumentar a carga de trabalho de um corredor em 2-10%, dependendo da sua velocidade – e correr ao ar livre vai sempre ser a melhor escolha.

Como alongar para reduzir as dores no joelho enquanto corre

Como cada pé atinge o chão cerca de 1.000 vezes por milha quando você corre, Davis sugere adicionar alguns alongamentos e yoga para neutralizar a rigidez e evitar lesões enquanto você está recuperando a forma ao ar livre.

Alongamentos dinâmicos antes de correr, como elevação de pernas, de joelhos e afundos, afrouxam os músculos. Pós-corrida, movimentos baseados em yoga, ajudam a aumentar a amplitude de movimentos, além de evitar o inchaço e a dor e manter os poderes anti-inflamatórios fortes.

Há também alguns truques de corrida simples para evitar a dor no joelho: colocar o peso nos seus tornozelos, e não os quadris, e dar passos mais curtos (conte quantas vezes seus pés batem no chão em um minuto e tente fazer 80 toques).

O estudo da BYU também descobriu que, em comparação com a corrida, ficar sentado é substancialmente pior para os joelhos. Então, amigo sedentária, a corrida começa agora! Não há mais tempo para perder.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já usou a desculpa de ter dores no joelho para não se exercitar? Tem feito exercícios como a corrida frequentemente ou não? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×