Publicidade

 

Personal trainer

Como Identificar um Bom Personal Trainer

Contratar um personal trainer pode ser a melhor coisa para você, uma vez que eles possuem experiência e conhecimento para elaborar um treino específico para o seu biótipo e objetivo. Seja qual for sua intenção: ganhar músculos, emagrecer, enrijecer músculos, praticar aulas ou todas as coisas juntas, um professor de Educação Física poderá te auxiliar da melhor forma com um acompanhamento preciso.

Publicidade

Um treino sem a orientação de um profissional não surte o mesmo efeito do que esse acompanhamento, pois você pode se perder ao optar por exercícios errados ou pesos que extrapolem a sua força, gerando lesões ou fazendo com que seu objetivo caminhe a passos lentos. Saiba como identificar um bom personal trainer!

Um em um milhão

A cada ano, uma grande quantidade de profissionais adentram no mercado e, somados ao que já estão na ativa, fica quase impossível escolher aquele personal trainer para você e que seja de confiança. Existem profissionais com uma variedade de certificações, especificações e segmentos de fitness, por isso, a primeira coisa que se deve fazer para filtrar essa lista é ter em mente o que exatamente você quer fazer.

Se você quiser aulas de yoga, artes marciais, crossfit, muai thai ou qualquer outra especialidade, você deve procurar por profissionais voltados a esse segmento com certificados. São inúmeras as áreas de especialidades que eles podem se formar e, por isso, deve-se fazer uma boa pesquisa ou buscar por indicações de amigos e conhecidos para reduzir a lista.

Além disso, você pode preferir por um profissional graduado e pós-graduado, com uma rica base teórica para te orientar da melhor forma. Se este for o caso, peça por comprovações do diploma. 

Credenciamento

Se você já tiver uma lista menor de indicações, você pode começar procurando por credenciamento de cada um. Importante que o personal trainer esteja certificado em alguma organização em que você possa confiar. Existem inúmeras organizações que certificam instrutores, e saber a procedência delas é essencial para entender se um profissional é realmente competente na área que você solicita.

Basta perguntar a cada treinador onde ele está credenciado ou fazer uma rápida pesquisa no Google com base no nome dele para descobrir certas informações. 

Publicidade
Publicidade

Experiência

Saber se um profissional tem experiência pode fazer muita diferença. Você pode até optar por contratar um personal trainer recém-formado sem muita experiência, mas quanto mais experiência ele já tiver, melhor ele será te ajudando a chegar aos resultados almejados.

Uma pessoa experiente é caracterizada como alguém que tem mais de 10 mil horas de práticas deliberadas. Porém, esse número pode não ser muito correto, uma vez que um número maior de horas não significa que um personal trainer é melhor, apenas que ele realizou diversas atividades mais vezes; ou seja, quantidade não é sinônimo de qualidade.

Um profissional com menos horas mas com um tempo melhor gasto nas práticas pode se sobressair e ser considerado mais experiente do que o outro. O ensino é uma ótima forma de aprender, então quanto mais experiente um profissional for, mais ele terá errado, acertado e aperfeiçoado técnicas em outras pessoas, sendo mais fácil orientá-lo da melhor maneira com menos riscos de erro. 

Perguntas importantes

Você pode fazer algumas perguntas ao seu personal trainer como uma entrevista prévia para selecionar a melhor opção. Algumas perguntas mais comuns são: idade, condicionamento físico, peso, estado de saúde, interesses fitness ou qualquer outra informação que considerar pertinente. Algumas pessoas enxergam como um preconceito perguntar sobre o peso, pois um personal trainer acima do peso não quer dizer que é ruim, apenas que não realiza na prática o que ensina aos outros na teoria.

Porém, muitas pessoas alegam que realizar treinos com um personal sedentário pode desestimular o aluno a obter o resultado desejado, além de sentir certa falta de credibilidade. É como se alguém ofertasse um produto ultramoderno e revolucionário a outra pessoa, mas preferisse continuar com um modelo obsoleto para si mesmo. Avalie se ter um personal trainer com sobrepeso te deixa desconfortável e se irá te prejudicar nos treinos para escolher o melhor professor. 

Publicidade

Estratégia para lesões

Uma das perguntas que pode também ser realizada é sobre estratégia de prevenção de lesões e tratamento. Ninguém quer sair machucado ou dolorido dos treinos, é claro que certas dores são naturais, principalmente no início, mas se você possui um trabalho que exige movimentação e esforço físico, precisa estar em um estado em que você possa realizar as atividades diárias sem comprometer seu corpo.

Saber qual o plano dele para evitar uma fadiga ou lesão é importante para você se sentir mais seguro. Se você já tiver alguma lesão, como um problema no joelho, por exemplo, saber se ele saberá criar um treino específico para você sem intensificar seu problema é primordial. 

Custo e disponibilidade

É importante também saber qual o valor por hora/aula do profissional escolhido para saber se poderá arcar com as despesas sem comprometer suas finanças. Tenha bom senso, se exigir certificados de especialidade, graduação e disponibilidade para várias horas, prepare-se para um valor mais salgado. Se não dispor de um alto montante mensal para investir nisso, você deverá buscar por profissionais com menos experiência ou certificados para conseguir pagar.

Porém, realizar uma pesquisa de preço é essencial, pois profissionais com um mesmo nível podem cobrar preços diferentes dependendo da região em que estão localizados, etc. Saber também sobre a disponibilidade é crucial, pois o treinador pode já ter uma agenda bastante comprometida, sendo mais difícil conseguir horas livres. Saiba também sobre a política de cancelamento de aulas, se podem ser realizadas aulas grupais (se for esse seu objetivo) e com quanto tempo de antecedência as aulas podem ser marcadas. 

Personalidade

Não basta avaliar apenas documentos e certificados, pois a personalidade do personal trainer pode dizer muito sobre quem ele é e se o estilo dele combina com o seu. Se você gosta de se sentir mais livre para realizar os exercícios, sem uma supervisão constante, você poderá preferir um personal mais desencanado, que te dê mais autonomia e elogie seus resultados.

Porém, se você quiser um treino com supervisão constante e que te coloque mais pressão, você poderá optar por treinador rígido. Escolha um personal trainer que seja paciente para poder destacar quais foram seus erros e corrigi-los quantas vezes forem necessárias para garantir o sucesso do seu desempenho.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você tem vontade de malhar com a supervisão de um personal trainer? Ainda não teve a oportunidade de contratar um? Por quê? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×