Publicidade

 

Como Mãe e Filha Perderam 50 Kg Juntas

Diana Johnston e Dana Smith tiveram um motivo especial para comemorar neste Dia das Mães: a mãe e a filha perderam 50 kg juntas.

Publicidade

Cada uma tem agora 25 kg a menos depois que Dana começou uma luta para perder peso no meio do ano passado, e Johnston juntou-se a ela meses depois.

“Minha mãe ficou vendo o meu peso cair cada vez mais, e ela não conseguia o mesmo. Então ela decidiu se juntar a mim”, disse Dana, de 41 anos, que vive em Washington, nos EUA.

“Eu estava tão infeliz comigo mesma e com o peso. Meus joelhos doíam, tudo dói. Eu não consigo nem acreditar o quão melhor eu me sinto hoje. É incrível”, diz Diana, de 65 anos, que vive perto de sua filha.

As duas, ambas com 1,70m de altura, disseram que seu ganho de peso começou logo que começaram a ter filhos. Dana chegou a quase 105 kg depois de manhãs agitadas com seus filhos, o significava que ela pulava o café da manhã e acabava exausta no sofá devorando alimentos, pois estava já morrendo fome horas depois. E ela não come carne, então ela sobrecarregava suas refeições com carboidratos como macarrão, batatas fritas e cereais.

Enquanto isso, sua mãe atingiu 120 kg, culpando seu vício por doces. “O açúcar era o grande vilão da minha mãe”, disse Dana, lembrando que seus pais compravam um bolo tamanho de festa e comiam tudo durante em um ou dois dias.

Em julho do ano passado, Dana estava cansada de estar acima do peso e fora de forma. Seu marido adora caminhar, mas ela era incapaz de acompanhá-lo e se envergonhava por estar sempre sem fôlego. Ela comprou uma pulseira que registrava seus passos por dia, começou a caminhar com seus filhos e começou a se concentrar no controle das porções. Hoje, ela é uma expert em trilhas.

Publicidade

“Eu simplesmente me apaixonei por caminhadas. É uma das coisas que estamos fazendo em família agora – é uma recompensa, é muito legal ser capaz de fazer isso e não estar sem fôlego e morrendo”, disse ela.

Sua mãe inspirou-se observando sua filha ficar mais ativa e mais magra. Mas quando ela visitava suas netas, ela notava que Dana não pedia que ela as levasse a qualquer lugar porque sabia que seria muito difícil para sua mãe com o todo o seu peso.

“Eu não conseguia e achava que não podia fazer isso. Mas eu só tenho 65 anos, eu não sou velha. Eu não quero ser uma velha aleijada sentada em uma cadeira, incapaz de me levantar de lá”, disse Diana. “Então decidi que seria assim.”

Com as duas encorajando uma à outra, a busca pela boa forma tornou-se mais fácil. Veja como elas perderam tanto peso:

1. O controle das porções é tudo

Diana e Dana simplesmente começaram a comer quantidades menores e decidiram parar de comer assim que se sentiam satisfeitas. Prestar atenção às calorias é importante: coma metade de um hambúrguer, em vez de um inteiro, por exemplo.

Publicidade

“Ainda comemos coisas que gostamos de comer, apenas comemos menos delas”, disse Dana. “Meu marido ainda faz pizzas, mas ele as faz pequenas e finas.”

2. Corte lentamente o açúcar

Diana, que sempre teve compulsão por doces, gradualmente começou a deixar de comê-los. Agora, ela cortou a maioria do açúcar de sua dieta e diz que não sente falta: Os desejos simplesmente pararam de acontecer.

“Eu simplesmente não tenho esse desejo por doce mais”, disse ela. “Eu me sinto muito melhor, agora eu amo comprar roupas. Eu tenho melhor aparência, me sinto melhor, estou mais feliz – isso muda tudo.”

Dana ficou impressionada: “Eu nunca teria imaginado que ela largaria doces.”

3. Cuidado com os lanches

Em um ponto da trajetória, Diana queixou-se que não estar perdendo o peso. Ela disse à filha que estava comendo “uns dois biscoitos”, mas então percebeu que provavelmente estava comendo cinco deles.

A lição: Se você quiser algum biscoito, conte sete ou oito, tire-os do saco e, em seguida, deixe o saco distante. Se ele estiver aberto, você vai atacá-lo novamente, advertiu Dana.

4. Faça o café-da-manhã e não coma à noite

Dana, que sempre ignorava o café da manhã, agora se certifica de não sair de casa sem uma boa refeição pela manhã.

Para sua mãe, a grande regra é não comer nada depois das 7 da noite: “Vou para a cama e estou meio com fome, e isso não é um problema.”

5. Experimente os exercícios

Além de caminhadas, Dana tem se exercitado em casa de segunda a quinta-feira com treinos de 30 minutos em DVDs. Diana não gosta de exercitar, mas ela completa pelo menos 10 mil passos por dia, seja caminhando ou marchando no lugar.

“Você poderia ver sua alegria voltar quando a dor no joelho dela começou a desaparecer”, disse Dana.

“Algo tão simples como mover e perder algum peso pode fazer tamanha diferença”, comentou Diana.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você também já tentou perder peso junto com algum familiar ou amigo? Como foi essa experiência? Acredita que assim a luta é mais fácil? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×