Publicidade

 

Como Tirar Medidas do Corpo e Analisar o Progresso Físico

Como tirar medidas do corpo para saber se os resultados estão acontecendo? É melhor usar uma fita métrica? De que forma?

Publicidade

Quando uma pessoa muda a sua alimentação e passa a praticar treinamentos físicos com o objetivo de transformar o seu corpo, certamente ela vai querer verificar como anda o seu progresso físico para saber se está evoluindo como o esperado, não é mesmo?

E subir na balança para checar as mudanças no peso corporal nem sempre é suficiente para analisar a evolução, já que nem sempre o objetivo é a perda de peso. Por exemplo, tem gente que deseja ganhar músculos, enquanto outros querem reduzir ou aumentar as medidas de uma determinada região do corpo.

Mas então como tirar medidas do corpo para analisar o meu progresso?

Uma das maneiras de como tirar as medidas corporais é utilizando a fita métrica. Ela pode ser utilizada para checar as mudanças de regiões como a cintura, os quadris, o peitoral e as coxas, indicou a especialista em condicionamento e fortalecimento, Linda Melone.

Otreinador de fortalecimento Mark Nutting explicou que isso é útil, por exemplo, para os casos em que o peso da pessoa não mudou, porém, percebeu que o número da sua calça diminuiu.

Segundo Nutting, isso provavelmente é um indício de que a pessoa ganhou músculo, porém, perdeu gordura, fazendo com que a balança mostre que a alteração foi nula.

Além disso, Melone deu algumas dicas de como as regiões do corpo citadas por ela podem ser medidas.

Publicidade

AS MEDIDAS CORPORAIS

Começando pela cintura, ela sugeriu fazer uma espécie de círculo ao redor da área onde se costuma utilizar um cinto.

Já os quadris e as coxas devem ser medidos pela parte mais larga, enquanto o peitoral deve ser medido a partir da sua parte mais cheia, completou a especialista em condicionamento e fortalecimento.

Vejamos mais alguas dicas de como outras partes do corpo devem ser medidas: se estivermos falando das panturrilhas, por exemplo, a medida deve ocorrer ao redor da parte maior de cada uma delas.

No caso dos antebraços, a pessoa deve medir ao redor da parte maior de cada antebraço – abaixo do cotovelo. No mesmo sentido, a parte superior do braço deve ser medida ao redor da maior parte de cada lado – acima do cotovelo, explicou a publicação, que também ensinou que o pescoço também deve ser medido ao redor da sua maior parte.

POSIÇÃO PARA TIRAR AS MEDIDAS

Fica o alerta de que deve ser escolhida uma fita métrica flexível, feita de plástico ou tecido e que a pessoa deve permanecer em pé na posição vertical com os músculos relaxados e os pés juntos enquanto estiver tendo as suas medidas tiradas. Algumas pessoas, por exemplo, costuma apertar bem a fita métrica na cintura na hora de medir a barriga. Essa é uma forma enganosa e que dificulta o acompanhamento.

Publicidade

É importante lembrar que não é necessário fazer uma pressão constante na fita, porém, sem beliscar a pele. Além disso, se possível, a pessoa deve contar com o auxílio de outra para tirar as suas medidas; se não der, ela deve se medir em frente ao espelho como forma de certificar-se de que a fita está na posição correta.

CONSIDERAÇÕES IMPORANTES SOBRE TIRAR MEDIDAS DO CORPO

As medidas devem ser feitas todas as vezes dentro das mesmas condições, com a pessoa utilizando as mesmas roupas, e que ela precisa lembrar-se de tirar as medidas na mesma parte do corpo todas as vezes para assegurar-se que os resultados das medidas sejam exatos.

– A barriga

O ideal é que a pessoa escolher partes onde existam a maior quantidade de gordura, ou seja, as maiores medidas daquela parte do corpo. Se uma pessoa quer estabelecer uma medida do tamanho da barriga, pode não ser ideal medir na altura do umbigo. Para algumas pessoas, essa é uma parte mais fina do que a parte que fica entre o umbigo e o quadril, uns 5 a 10 centímetros abaixo do umbigo. Para muitas, é aí que está concentrada a maior parte da gordura.

Por outro lado, pessoas que tem uma barriga muito grande terão na parte do umbigo a maior medida. Nesse caso pode ser ideal tirar a medida neste local.

É importante se manter ereto mas não contrair a barriga e nem deixa-la totalmente relaxada. É fundamental que seja uma forma que você possa replicar sempre que for tirar as medidas.

– Os braços e pernas

Você pode colocar os braços para baixo, junto ao corpo e medir na distancia entre o ombro e o cotovelo. Se preferir, pode fazer um pouco mais para cima, que é onde dará a maior medida. O importante é que você tenha alguma referencia para sempre repetir este local. Se for no meio exato, fica mais fácil. Se é um pouco mais para cima, talvez possa ver uma pintinha ou marca para ter de referencia.

Para as pernas, leve isso em consideração também. Você pode escolher medir a uma palma para baixo do quadril. Isso será fácil de replicar em medidas posteriores. Se preferir, veja a parte de maior largura da perna e identifique alguma marca para te guiar nas próximas medições.

O tamanho das roupas

O fisiologista do exercício e PhD Irv Rubenstein contou que, pessoalmente gosta do método das roupas.

A ideia aqui é encontrar aquela peça de roupa na qual você gostaria de conseguir entrar e verificar se depois de certo tempo com a dieta e o treinamento, é possível vesti-la com maior facilidade. Se isso acontecer é sinal de que as suas estratégias para transformar o corpo estão funcionando, indicou ela.

Rubenstein assinalou ainda que, obviamente, esse método não calcula a gordura corporal, no entanto, dá o indício de uma medida relativa de sucesso.

Aparelho portátil para medir a gordura corporal

Melone contou também que outra forma de como tirar medidas do corpo é por meio de um aparelhinho portátil que promete medir a gordura corporal através de uma corrente elétrica suave que passa pelo corpo.

Mas o fisiologista do exercício e PhD Irv Rubenstein alertou que esse método não é lá muito preciso: “Qualquer ferramenta de impedância (forma de medir como a eletricidade viaja em cada elemento químico) bioelétrica é sujeita a uma variedade de fontes de erros”, afirmou ele.

Publicidade

Rubenstein explicou que o equipamento envia uma corrente apenas parcialmente pelo corpo e faz o cálculo, baseando-se na taxa de retorno de sinal e em um monte de fórmulas, de quanta gordura entrou no caminho da corrente.

Veja também: Como Identificar Rapidamente Seu Percentual de Gordura Corporal

Balança medidora de gordura corporal

O aparelho é parecido com aquelas balanças de banheiro. Porém, o fisiologista do exercício e PhD Irv Rubenstein também falou com ela a respeito da balança e alertou que ele traz os mesmos problemas que o aparelho portátil para medir a gordura corporal.

Os níveis de hidratação e a hora em que a última refeição foi feita podem afetar os resultados, no entanto, utilizar a balança no mesmo horário todos os dias pode fornecer uma medida relativa do progresso.

Rubenstein ainda aconselhou que quando for subir na balança, a pessoa deve estar hidratada porque a água conduz uma corrente melhor do que a gordura.

Além disso, ele explicou que o ideal é que a pessoa não tenha feito uma refeição grande antes de subir na balança porque os fluidos presentes no estômago que são provenientes dos alimentos podem distorcer a condução.

Paquímetro de gordura corporal

Irv Rubenstein esclareceu ainda que o paquímetro de medida corporal é usado frequentemente pelos personal trainers para medir a gordura corporal de seus clientes e salientou que é necessário que a pessoa que opera o aparelho seja qualificada para que as medidas sejam obtidas com exatidão e sempre seguindo o mesmo padrão de medição.

Rubenstein contou que os treinadores costumam utilizar o instrumento para medir sete regiões do corpo: peitoral, abdominal, coxas, tríceps, subescapular (fica abaixo das escápulas), supra-ilíaca (próximo ao osso ilíaco – do quadril) e midaxilar (abaixo das axilas).

O fisiologista do exercício explicou que depois que as medidas são tiradas, elas são aplicadas em uma equação para que o nível de gordura corporal seja determinado.

Ele disse também que as versões de plástico e mais baratas do paquímetro não fornecem bons resultados, tendo em vista uma perspectiva científica. Apesar disso, Rubenstein afirmou que quando essas versões do aparelho são utilizadas constantemente e sempre é a mesma pessoa que tira as medidas, pode se ter uma noção relativamente precisa a respeito da evolução.

Tirar fotografias

Este método não vai apresentar as medidas em números, porém, permite que a pessoa visualize por meio de imagens como o seu corpo mudou ao longo do tempo.

A ideia aqui é ficar de pé em frente a um espelho vestindo roupa de banho ou roupa íntima e tirar fotos de frente e de perfil diariamente ou semanalmente. Veja aqui como tirar fotos pode ajudar a emagrecer.

No dia a dia pode ser difícil para a pessoa notar a transformação do próprio corpo, no entanto, se ela tem um arquivo de meses de fotos diárias ou semanais pode parar, observar com calma e verificar se as mudanças estão acontecendo conforme o esperado.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Voce entendeu agora como tirar as medidas do corpo? Como pretende fazer seu acompanhamento de sucesso? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×