Publicidade

 

Ela Rejeitou as Injeções de Insulina para Diabetes e se Curou Perdendo 46 kg

Patti Murillo-Casa, hoje com 62 kg, já chegou a pesar 108 kg. Quando se livrou de um câncer cervical, ela simplesmente deixou de cuidar da saúde e comia tudo que via pela frente, engordando demais.

Publicidade

Com isso, acabou ganhando muito peso, sendo diagnosticada com diabetes, colesterol e pressão alta. Foi quando ela mais uma vez precisou lutar pela sua vida. Em vez de recorrer a injeções de insulina para controlar a diabetes, preferiu mudar seu estilo de vida e salvou a si mesma mais uma vez:

Como eu engordei

Em 2008, três meses depois que eu me aposentei do NYPD (New York City Police Department), eu fui diagnosticada com câncer cervical no estágio IIB. Depois da minha batalha contra o câncer, eu nunca valorizei de verdade tudo pelo que eu tinha passado. Eu fiquei cara a cara com minha própria morte, e isso é assustador para qualquer um. Em vez disso, eu continuei minha vida usando a comida como conforto.

Eu nunca fui o que todos nós chamamos de magra, mas eu comecei a ganhar ainda mais peso. Em minha mente, não importava o que eu comia ou o quanto eu comia; eu me sentia bem porque já tinha lutado pela minha própria vida.

Na realidade, eu estava sabotando minha saúde, já instável, e a segunda chance de vida que eu tinha recebido.

O que me fez mudar

Como você pode imaginar, 108 kg em 1,60m de altura não é nada saudável. De acordo com o gráfico do IMC, eu era oficialmente obesa mórbida. Em 2011, fui diagnosticada com diabetes tipo 2, colesterol alto e pressão alta.

Meu médico tinha me passado medicamentos diferentes, mas chegou ao ponto que estes medicamentos para diabetes não estavam mais fazendo efeito. O médico me disse que o próximo passo seria começar a tomar injeções de insulina se eu não mudasse meu estilo de vida.

Publicidade

Eu tinha testemunhado minha mãe, um diabética por 40 anos, injetar insulina manhã e noite todos os dias. Nesse ponto, eu pensei: “Se cabe a mim mudar meu estilo de vida para evitar essas injeções de insulina pelo resto da minha vida, então eu tenho que fazer isso.”

Eu determinei que não importava quanto tempo me levasse ou quantas vezes eu falhasse, eu ia atingir o meu objetivo.

Como eu emagreci

patti2

Eu sabia que não seria fácil e que eu precisava de alguma ajuda. Depois de pesquisar programas que podiam funcionar para mim e se encaixar em meu estilo de vida, eu escolhi um específico, que me ensinou sobre controle de porções e mudança de estilo de vida. Eu nunca me senti privada de nada, o que era importante, porque isso me ajuda a manter o programa.

Eu segui um consumo diário de 1.500 calorias de seis pequenas refeições. Até hoje, eu ainda sigo este mesmo conceito. Ele mantém meu metabolismo ativo o tempo todo. Eu não pulo qualquer refeição, e tento não extrapolar em nenhuma.

O início foi difícil. Eu estava mudando maus hábitos, e isso demorou algum tempo. Você tem que ser consistente, mas de repente isso se torna parte de uma rotina, como escovar os dentes. Você faz isso sem nem pensar.

Publicidade

Eu sabia que tinha que incorporar o exercício à minha rotina, o que na época não era fácil para mim. Apenas uma caminhada de 15 minutos na esteira já era muito difícil. Eu costumava ficar sem fôlego, mas eu estava determinada e progredi com o passar do tempo.

Três meses depois, eu tinha perdido cerca de 15 a 20 kg, e sabia que era hora de dar um salto maior. Eu ingressei em um programa de perda de peso que estava sendo oferecido na minha academia. O apoio do grupo e do personal trainer foi incrível. Nós mantínhamos um ao outro motivados, compartilhando lágrimas e metas atingidas.

Eu levei 14 meses para perder 51 quilos. Completando agora um ano e meio da minha jornada, eu eliminei completamente 46 kg. Eu consegui reverter todas as minhas doenças, e não tomo qualquer tipo de medicamentos.

Já corri 13 5Ks, e estou me preparando para executar minha primeira 10K, e finalmente, uma meia maratona. Eu me apaixonei pelo mundo da boa forma e meu novo estilo de vida, o estilo de vida que eu escolhi seguir por todos os meus dias por vir.

Agora eu sou uma instrutora de spinning certificada e instrutora licenciada de Zumba. Tento ajudar o maior número possível de pessoas quando elas me pedem conselhos através da minha página do Facebook ou do meu blog, onde eu compartilho o meu conhecimento e experiência da minha jornada. Eu amo ajudar e motivar as pessoas que pensam que elas não podem obter seus objetivos e viver um estilo de vida mais saudável.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você conhece alguém que acabou deixando a saúde de lado após se livrar de uma doença como o câncer, engorda demais? Acha que teria forças como Patti teve para batalhar de novo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×