Publicidade

 

Ex-Atleta Parou de Ser Convocada por Estar Gorda, e Resolveu Perder 52 kg

Lacey Bertram era uma atleta de softball que não cuidava muito da sua alimentação. Com o passar do tempo, isso foi prejudicando sua forma e sua performance em campo, o que acabou custando sua participação nos jogos da equipe.

Publicidade

Quando parou de ser convocada para jogar, ela percebeu que precisava mudar seus hábitos. Foi assim que começou sua jornada, já quase aos 30 anos de idade, para perder mais de 50 kg, que você confere no relato da própria abaixo:

Como eu ganhei peso

Eu ganhei peso simplesmente por ser o que eu posso chamar de preguiçosa, desmotivada e desfocada. Eu sempre fui grande, e eu pensei que eu tinha me acostumado com a situação quando pensei que estava simplesmente destinada a ser assim para o resto da minha vida. Como eu fui atleta de softball ao longo da minha vida, eu também tinha a impressão que, sendo uma pessoa relativamente ativa, eu era invencível aos efeitos do excesso de peso. Eu era benevolente.

O ponto da virada

Eu parei de ser convocada para jogar softball porque simplesmente não estava tão bem quanto costumava ser. Quando eu estava na faculdade e mais magra, mais saudável, eu jogava de seis a sete dias por semana, viajando nos fins de semana e gastando mesmo meu tempo livre no campo de softball tentando ganhar alguns jogos aqui e ali.

Quando as pessoas pararam de me convidar para os jogos e quando eu ouvia pessoas mais rápidas se queixando de se esbarrar nas minhas costas porque eu estava muito lenta, eu sabia que era hora de fazer alguma mudança. Eu estava simplesmente cansada de ser do jeito que eu era.

Além disso, na época, eu tinha uma sobrinha de 3 anos. Eu não conseguia engolir o pensamento de que aquela menininha ia me lembrar como sendo uma tia gorda, e se eu estava indo fazer uma mudança, eu tinha que fazê-la direito e agora.

Eu também sabia que o metabolismo de uma pessoa desacelera depois de cerca de 30 anos, e eu estava chegando perigosamente perto desse número. Eu estava determinada a estar na melhor forma da minha vida aos 30 anos.

Publicidade

Como eu emagreci

bertram2

Eu me formei em Ciência do Exercício. Eu sabia como perder o peso, mas eu não tinha a motivação e o desejo para isso. É fácil permanecer acima do peso. É fácil comer o que quiser. Não é difícil perder peso, mas é difícil manter a determinação quando a balança não muda ou quando você sente que está se privando das coisas boas da vida.

Em junho de 2012, fui ao médico da família depois de fazer um exame de sangue no trabalho. Aos 28 anos, eu estava mostrando sinais de pré-diabetes e colesterol alto. Eu disse ao meu médico que ele nunca mais me veria assim. Um mês depois, eu tinha perdido 13 kg. Um mês depois disso, mais 12.

Eu adotei uma dieta rigorosa, consumindo cerca de 1.200 calorias por dia (o mínimo geralmente recomendado). Eu entrei em um academia e engoli meu orgulho ao contratar um personal trainer para maior comprometimento. Essa foi uma ‘pílula’ difícil de engolir, já que a falta de conhecimento e informação sobre a modificação do estilo de vida não era o meu problema, era a preguiça.

Eu escolhi o treinador mais experiente e qualificado que eu poderia encontrar, o dono da minha academia. Eu prometi a ele que eu seria sua história de sucesso.

Depois de perder cerca de 20 kg, eu também comecei a correr. Era mais um andar rápido, com 20 segundos de corrida lenta, trotando aqui e ali. Eu decidi que eu ia tentar uma meia maratona de 5K. Quando eu comecei o programa, eu não conseguia correr por mais de 30 segundos de cada vez. Não era confortável. Eu tive uma cirurgia no joelho em 2010 que nunca tinha curado completamente, e eu também descobri que tinha pelo menos uma fratura por estresse nas vértebras nas que estava desenvolvendo esporas no osso.

Publicidade

Minha determinação (e teimosia) foi o que me permitiu continuar. A idéia de desistir e não cumprir meus objetivos era mais difícil de engolir do que qualquer constrangimento. Os 30 anos de idade estavam se aproximando de mim. Corri meu primeiro 5K em abril de 2013. Eu ainda participei de uma meia maratona local em outubro, e desde então eu fiz mais três, um 50K e outros eventos com minha equipe de corrida, a Team Illuminati.

No meu 30º aniversário, eu paguei para ter o meu cabelo e maquiagem feitos. Comprei um vestido vermelho brilhante. Meus amigos tinham planejado uma comemoração para mim. Eu nunca vou esquecer a sensação de descer as escadas para encontrar meus amigos, num lindo vestido, sabendo que eu tinha conseguido. Eu estava na melhor forma da minha vida, 52 kg depois. Eu consegui.

Eu tenho sido capaz de levar o meu corpo a extremos que eu nunca imaginei serem possíveis. Fui chamada de inspiração para alguém pela primeira vez na minha vida. Eu posso olhar no espelho todas as manhãs e estar orgulhosa do que eu realizei.

bertram3

Eu ganhei uma autoconfiança que não achava que poderia ter. Aprendi a ser feliz solteira, sabendo que é minha escolha ser uma mulher forte e independente.

Por causa de mim, minha mãe, de 59 anos de idade, também começou a correr e está lentamente melhorando sua saúde. Pela primeira vez na minha vida adulta, eu sei que não só uma meta relacionada à boa forma é possível de alcançar, sei que qualquer meta é possível de alcançar se eu estou disposta a fazer sacrifícios e dedicar 110% da minha energia a isso.

Embora eu continue a perseguir meus objetivos de correr mais rápido, executar um melhor tempo, tornar-se mais forte e continuar a moldar meu corpo para o melhor absoluto da minha capacidade, eu estou feliz. Perder mais de 50 kg significa viver e amar a vida em vez de simplesmente existir.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você consegue imaginar qual seria sua reação ao perceber que parou de ser convocado para participar de um esporte por conta do peso? Já aconteceu algo parecido com você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×