MundoBoaForma.com.br http://www.mundoboaforma.com.br O Melhor Conteúdo do Mundo da Boa Forma Thu, 25 May 2017 16:30:04 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.5 10 Receitas de Vitamina de Frutas para Engordar http://www.mundoboaforma.com.br/27849-2/ http://www.mundoboaforma.com.br/27849-2/#respond Thu, 25 May 2017 16:30:04 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27849 A maioria das pessoas vive uma briga constante com a balança, insatisfeita com seu corpo e seu peso. Muitas delas têm o objetivo de emagrecer e fazem tudo que está dentro e fora do seu alcance para atingir essa meta. Já outras pessoas podem ter dificuldade de engordar, principalmente aquelas com metabolismo acelerado, e nada do ...]]>

A maioria das pessoas vive uma briga constante com a balança, insatisfeita com seu corpo e seu peso. Muitas delas têm o objetivo de emagrecer e fazem tudo que está dentro e fora do seu alcance para atingir essa meta.

Já outras pessoas podem ter dificuldade de engordar, principalmente aquelas com metabolismo acelerado, e nada do que fazem ajuda no ganho de peso. É importante lembrar que, para quem quer engordar, deve-se engordar de forma saudável, com ganho de massa magra e não com ganho de gordura, que pode ser prejudicial e levar à várias doenças; por isso, é preciso atenção com o que se consome.

Alimentar-se com comidas altamente processadas e industrializadas definitivamente não é o melhor caminho.

Agora, pensando nisso, saiba que uma das formas mais saudáveis e eficazes de ganhar peso é consumindo sempre uma vitamina de frutas para engordar, com frutas naturais. Se quiser, vocie pode adicionar algum suplemento proteico para potencializar o efeito.

Abaixo estão algumas receitas fáceis e rápidas de vitamina de frutas para engordar para serem preparadas em casa. Essas vitaminas podem ser consumidas no pré-treino.

Quem deseja engordar precisa realizar um plano de exercícios específicos de musculação para o ganho de massa, por isso, é sempre importante conversar com seu personal trainer. Confira as receitas das vitaminas que devem ser consumidas sempre frescas!

1. Receita de vitamina de frutas para engordar com maçã

Ingredientes:

  • 1/2 maçã;
  • 1 colher de aveia em flocos;
  • 1/2 mamão;
  • 1 banana prata;
  • 3 colheres de suplemento hipercalórico;
  • 300 ml de leite desnatado.

Modo de preparo:

Corte a maçã com a casca e sem sementes. Retire a casca e sementes do mamão e reserve. Corte a banana sem casca em pedaços. Leve para bater essas frutas no liquidificador com o leite, suplemento e aveia. Quando estiver homogêneo, sirva.

2. Receita de vitamina de frutas para engordar com morangos

Ingredientes:

  • 100 ml de leite desnatado;
  • cubos de gelo;
  • 1 pote de iogurte natural;
  • morangos a gosto;
  • 2 colheres de suplemento hipercalórico;
  • 1 colher de chia.

Modo de preparo:

Bata o leite com o iogurte, morangos lavados e sem folhas, suplemento e chia. Quando estiver homogêneo, sirva. 

3. Receita de vitamina de frutas para engordar com banana

Ingredientes:

  • 1 banana;
  • 1 colher de sopa de mel;
  • 1 1/2 xícara de aveia em pó;
  • 1 pitada de canela;
  • 2 copos de leite desnatado.

Modo de preparo:

Leve a banana descascada e picada para bater com todos os outros ingredientes no liquidificador por cerca de 5 minutos ou até incorporar bem. Sirva com cubos de gelo.

4. Receita de vitamina de frutas para engordar com abacate

Ingredientes:

  • 1 abacate maduro sem caroço;
  • 2 colheres de sopa de leite em pó integral;
  • ½ copo de iogurte de baunilha;
  • 1 colher de sopa de mel;
  • cubos de gelo.

Modo de preparo:

Corte o abacate sem caroços em pedaços. Bata com o leite em pó, iogurte, mel e em seguida sirva com gelo. 

5. Receita de vitamina de frutas para engordar com ovo

Ingredientes:

  • 3 ovos inteiros;
  • 6 colheres de aveia;
  • 1 banana inteira;
  • 1 copo de leite integral.

Modo de preparo:

Bata esses ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Sirva em seguida. 

6. Receita de vitamina de frutas para engordar com chocolate em pó

Ingredientes:

  • 250ml de leite desnatado;
  • 2 colheres de sopa de chocolate em pó;
  • 2 colheres de sopa de aveia;
  • 2 colheres de sopa de leite em pó;
  • 2 bananas médias.

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador até obter uma mistura homogêneo e consuma logo em seguida para potencializar os efeitos. 

7. Receita de vitamina de frutas para engordar com pera

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de leite desnatado;
  • 1/2 maçã sem casca;
  • 1/2 pera sem casca;
  • 3 folhas de hortelã;
  • 1/4 mamão papaia;
  • 1 colher de sopa de linhaça.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o leite com as frutas sem casca e sementes, linhaça e folhas de hortelã lavadas. Sirva com gelo.

8. Receita de vitamina de mix de frutas para engordar  

Ingredientes:

  • 1 maçã pequena;
  • ½ mamão papaya;
  • ½ xícara de morangos picados;
  • 1 banana pequena;
  • 1 dose de suplemento proteico sabor baunilha;
  • cubos de gelo a gosto.

Modo de preparo:

Bata todas as frutas inicialmente no liquidificador sem casca e sementes até ficar homogêneo. Em seguida acrescente o suplemento e o gelo e bata novamente por mais 1 min. Sirva.

9. Receita de vitamina de frutas vermelhas para engordar

Ingredientes:

  • 100ml de leite de soja zero;
  • 1 polpa de frutas vermelhas;
  • gelo a gosto picado;
  • 1/2 dose de suplemento proteico sabor morango.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes até ficar espumoso, cremoso e homogêneo. Sirva em seguida.

10. Receita de vitamina de frutas para engordar com laranja

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de abacate;
  • 1 laranja;
  • 1 colher de sobremesa de mix de chia com linhaça;
  • gelo picado a gosto;
  • 1 dose de suplemento proteico sabor baunilha.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o abacate, a laranja e o suplemento de baunilha. Acrescente a chia, a linhaça e o gelo e bata por aproximadamente um minuto. Beba em seguida. Além de ajudar a engordar, a bebida ainda traz mais energia.

O que você achou dessas receitas de vitamina de frutas para engordar que separamos acima? Pretende incluí-las em sua dieta para ganhar peso de forma saudável? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/27849-2/feed/ 0
Café Faz Mal Para o Fígado? http://www.mundoboaforma.com.br/cafe-faz-mal-para-o-figado/ http://www.mundoboaforma.com.br/cafe-faz-mal-para-o-figado/#respond Thu, 25 May 2017 15:36:09 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27846 Quando você toma o seu cafezinho enquanto conversa com os amigos, durante a primeira refeição do dia, nos intervalos do trabalho ou no lanche da tarde, você pensa a respeito dos efeitos que a bebida pode causar ao seu organismo? É bem verdade que o seu consumo está associado a alguns benefícios, como o fornecimento ...]]>

Quando você toma o seu cafezinho enquanto conversa com os amigos, durante a primeira refeição do dia, nos intervalos do trabalho ou no lanche da tarde, você pensa a respeito dos efeitos que a bebida pode causar ao seu organismo?

É bem verdade que o seu consumo está associado a alguns benefícios, como o fornecimento de uma ação estimulante, que traz como resultado a melhoria do humor, da vigilância, dos níveis de energia, do tempo de reação e da reação cognitiva.

Além disso, a bebida pode ajudar a diminuir os riscos de desenvolvimento de Alzheimer, Parkinson e cirrose, fornece antioxidantes ao organismo humano e serve como fonte de nutrientes importantes para o funcionamento do corpo como vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5, manganês, magnésio e potássio.

Por se tratar de algo bastante popular e altamente consumido – o café é o vice-campeão no consumo de bebidas no Brasil, segundo dados de 2015 da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e 600 milhões de xícaras café serem tomadas todos os anos, conforme informações da Organização Internacional do Café (OIC) – é importante conhecer em que situações o produto pode prejudicar a saúde. 

O café faz mal para o fígado?

Tendo isso em vista, é importante saber se o café faz mal para o fígado, um órgão que exerce funções fundamentais para o organismo como o armazenamento de glicose, a produção de proteínas nobres, a sintetização do colesterol, a desintoxicação do organismo, a filtragem de microrganismos e a secreção da bile.

Sem mais delongas, vamos então conhecer como é a relação entre o café e o fígado. Um argumento contra a ideia de que o café faz mal para o fígado é o fato de ser atribuída uma ação protetora da bebida em relação à cirrose, condição em que o órgão é, em grande parte, substituído por tecido cicatrizado.

O acúmulo de tecido cicatrizado bloqueia o fluxo sanguíneo para o fígado, o que prejudica o funcionamento do órgão, assim como a sua capacidade de se curar.

Pesquisas divulgadas nos anos de 2001, 2002 e 2006, que foram feitas por cientistas da Itália e dos Estados Unidos, mostraram que a ingestão da bebida pode diminuir os riscos de desenvolvimento da doença.

A informação é que o consumo de quatro xícaras de café diariamente está relacionado a uma redução de 80% das chances de sofrer com a cirrose.

Câncer no fígado

Estudos de 2005 e 2007, feitos por pesquisadores da Suécia e com dados do Japão, indicaram que os consumidores de café apresentam um risco 40% mais baixo de desenvolver câncer no fígado.

É importante saber que a doença é a terceira maior causa de morte por câncer.

Doença hepática crônica 

Uma pesquisa publicada no ano de 2007 no Nigerian Journal of Physiological Sciences (Jornal Nigeriano de Ciências Fisiológicas, tradução livre) indicou que a cafeína pode ajudar a refrear a cicatrização do fígado em pacientes diagnosticados com a doença hepática crônica.

Além disso, um estudo de duração de 19 anos, feito com aproximadamente 10 mil pessoas e que foi apresentado em 2005 pela publicação Gastroenterology (Gastroenterologia), identificou que consumir diariamente bebidas com uma quantidade moderada de cafeína pode auxiliar a diminuir os riscos de desenvolver a doença hepática crônica.

A pesquisa em questão mostrou que o grupo de pessoas que ingeriu duas ou mais xícaras de chá ou café diariamente desenvolveu a condição com a metade da frequência que o grupo de indivíduos que consumiu menos do que uma xícara das bebidas a cada dia.

O consumo de cafeína é mais benéfico para pessoas que sofrem riscos maiores de desenvolver a doença hepática crônica, como é o caso dos indivíduos que sofrem com obesidade, consumo elevado de álcool, sobrecarga de ferro no organismo, hepatite B ou hepatite C.

Entretanto, vale ressaltar que uma elevação no consumo de cafeína não está associada à diminuição das chances de contrair um vírus que cause danos ao fígado, como em casos de hepatite.

Por outro lado 

Mesmo com todas essas vantagens embasadas em estudos científicos, ainda é possível afirmar que o café faz mal para o fígado em situações específicas.

Isso acontece quando quantidades elevadas de cafeína são misturadas a um medicamento conhecido como acetaminofeno, ou paracetamol, que se trata de um analgésico.

Isso foi identificado por meio de uma pesquisa realizada com animais, que foi divulgada na edição de outubro de 2007 da Chemical Research in Toxicology (Pesquisa Química em Toxicologia, tradução livre).

O estudo em questão determinou que a ingestão de quantidades altas de cafeína pioraram a cicatrização do tecido do fígado de ratos, cujos danos ao órgão foram induzidos pelo acetaminofeno/paracetamol.

Você achava que o consumo de café faz mal para o fígado? Tem o costume de tomar muito café no seu dia a dia? Comente abaixo.

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/cafe-faz-mal-para-o-figado/feed/ 0
10 Receitas de Maionese Vegana Light http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-maionese-vegana-light/ http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-maionese-vegana-light/#respond Thu, 25 May 2017 14:46:47 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27843 A maionese é constantemente usada como base de sanduíches, acompanhando de torradas ou como base do preparo de patês. Porém, para quem é vegano, deve-se evitar comprar as maioneses industrializadas dos supermercados, que trazem ingredientes de origem animal. Ao preparar em casa, você deve deixar de lado o ovo e optar por alguns substitutos. Abaixo estão ...]]>

A maionese é constantemente usada como base de sanduíches, acompanhando de torradas ou como base do preparo de patês. Porém, para quem é vegano, deve-se evitar comprar as maioneses industrializadas dos supermercados, que trazem ingredientes de origem animal. Ao preparar em casa, você deve deixar de lado o ovo e optar por alguns substitutos.

Abaixo estão algumas sugestões de maionese vegana light simples e outras que levam mais ingredientes e sugestões de sabores e temperos. Você pode agregar os temperos da sua preferência para dar seu toque especial à maionese.

Que tal uma maionese vegana light de ervas? Ou uma maionese vegana de alho, ou de azeitonas? Enfim, prepare a que mais preferir para consumir na sua salada ou qualquer receita vegana.

Essas maioneses conservam-se geralmente até uma semana na geladeira, por isso, faça em pequenas quantidades. O segredo para dar a consistência certa da maionese é ir adicionando o azeite ou óleo vegetal aos poucos enquanto bate no liquidificador ou mixer. Levar à geladeira ou colocar goma xantana (espessante) pode ajudar nisso também. Confira as receitas de maionese vegana light, prepare e delicie-se!

1. Receita de maionese vegana light com mostarda

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de leite de soja;
  • 2 colheres de sopa de leite de soja em pó;
  • 2 colheres de sopa de cebola picada;
  • 1/2 xícara de óleo;
  • 1/2 colher de chá de mostarda;
  • sal a gosto;
  • salsa picada a gosto.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes da maionese no liquidificador até que esteja homogêneo e reserve na geladeira. Sirva como base de sanduíches.

2. Receita de maionese vegana light temperada

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de linhaça dourada;
  • ¼ de xícara de chá de azeite extra virgem;
  • 1 dente de alho;
  • raspas e suco de ½ limão siciliano;
  • sal e pimenta em grãos a gosto;
  • 1 colher de café de salsinha picada;
  • 1 ramo de tomilho fresco.

Modo de preparo:

Hidrate as linhaças em uma xícara de água mineral e deixe descansar em temperatura ambiente. Em seguida bata no liquidificador o azeite, alho descascado e picado sem a parte do meio que é amarga, raspas e suco de limão, sal, pimenta e as ervas. Adicione a baba da linhaça aos poucos e bata até adquirir ponto de maionese. Sirva.

3. Receita de maionese vegana light de cenoura e batata

Ingredientes:

  • 1 cenoura cozida;
  • 1 batata cozida;
  • 4 colheres de sopa de extrato de soja sem sabor;
  • água o suficiente;
  • cebola picada a gosto;
  • alho picado a gosto;
  • orégano a gosto;
  • 3 colheres de sopa de óleo;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe a cenoura e batata sem casca até que estejam bem macias. Amasse como purê e espere esfriar. Em seguida leve para bater no liquidificador com o extrato de soja, cebola, alho, orégano, sal e óleo. Adicione água suficiente para ajudar a bater. Incorpore bem e sirva.

4. Receita de maionese vegana light com tofu

Ingredientes:

  • 250g de tofu macio;
  • suco de 1 limão;
  • 5 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1 dente de alho;
  • ½ xícara de salsinha e cebolinha picada;
  • 1 colher de café de cúrcuma;
  • sal a gosto;
  • pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Amasse o tofu e leve para bater no liquidificador com os outros ingredientes. Se quiser pode substituir a salsinha e cebolinha por outro tempero verde. Bata todos os ingredientes até obter um creme homogêneo. Armazene na geladeira e sirva! 

5. Receita de maionese vegana light de abacate

Ingredientes:

  • polpa de 1 abacate médio;
  • 1/2 xícara de azeite extra virgem;
  • suco de 1 limão;
  • 8 colheres de sopa de água;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 1 pitada de pimenta do reino;
  • ervas a gosto.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador a polpa de abacate com o limão, a água e os temperos. Vá acrescentando o óleo aos poucos e batendo. Se desejar, adicione ervas picadas da preferência. Mantenha conservado em geladeira por até 3 dias. 

6. Receita de maionese vegana light com óleo de milho

Ingredientes:

  • 5 colheres de sopa cheias de extrato de soja em pó se, sabor;
  • 1 xícara de água;
  • suco de 2 limões;
  • 3/4 de xícara de óleo de milho;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

No liquidificador, bata a água, o extrato de soja, o sal e o suco de limão. Aos poucos acrescente o óleo de milho e bata em potência máxima até ficar com consistência de maionese. Leve para gelar na geladeira e sirva no lugar da maionese comum em saladas, sanduíches e como base para patês.

7. Receita de maionese vegana light com vinagre de vinho branco

Ingredientes:

  • 1/4 de xícara de água;
  • 1/4 de xícara de azeite de oliva;
  • 1/2 colher das de chá de suco de limão;
  • 1/2 colher das de chá de vinagre de vinho branco;
  • 2 colheres das de chá de farinha de arroz;
  • 1 colher das de chá de amido de milho;
  • 1 colher das de chá de CMC (carboximetilcelulose);
  • 1/2 colher das de chá de néctar de agave;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por 2 minutos. O néctar de agave pode ser substituído por glicose de mandioca e o amido de milho pode ser substituído por araruta se preferir. Leve a geladeira para gelar e ganhar mais consistência. A maionese dura uma semana. 

8. Receita de maionese vegana light de alho

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de chá de sementes inteiras de linhaça;
  • 1/2 xícara de chá de água filtrada ou mineral;
  • 5 dentes de alho picados;
  • 3 limões;
  • óleo ou azeite extra virgem;
  • sal a gosto;
  • pimenta a gosto.

Modo de preparo:

Deixe a linhaça hidratar na água por 40 minutos. A baba que a linhaça irá soltar servirá como substituto do ovo. Leve tudo para bater ao liquidificador e vá adicionando óleo ou azeite aos poucos até adquirir consistência de maionese. Tempere a gosto e sirva. 

9. Receita de maionese vegana light com grão-de-bico

Ingredientes:

Ovo fake

  • 1 xícaras de grão-de-bico;
  • água para o molho + 3 xícaras de água.

Maionese

  • 100 ml de ovo fake;
  • 200ml de óleo;
  • 1 colher de sopa de vinagre branco;
  • 1 colher de sopa de mostarda;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo:

Coloque o grão-de-bico de molho na água. Coloque água suficiente para cobrir os grãos mais três dedos. Deixe por pelo menos 6 horas para hidratar. Depois escorra e troque a água pelo menos 2 vezes. No fim do período, escorra e descarte a água do molho. Coloque o grão-de-bico escorrido em uma panela de pressão, e adicione 3 xícaras de água. Feche a panela e leve ao fogo alto. Deixe na pressão por 20 minutos. Leve o líquido e os grãos para um pote fechado e deixe na geladeira por um dia. No dia seguinte retire o líquido que será usado para maionese como substituto do ovo. O grão de bico pode usar na receita que preferir.

Leve todos os ingredientes da maionese para bater bem no liquidificador até obter consistência desejada. Se quiser você pode utilizar meia colher de chá de goma xantana para dar consistência. Sirva! 

10. Receita de maionese vegana light de cenoura

Ingredientes:

  • 2 cenouras médias cozidas;
  • 2 cenouras médias cruas;
  • 1/2 xícara de óleo de canola ou girassol;
  • 3 colheres de sopa de vinagre branco;
  • 1 colher de chá de suco de limão;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe as duas cenouras sem casca até estar macia. Rale as outras duas cenouras sem casca. Leve tudo para bater no liquidificador até obter uma pasta. Leve para gelar e sirva.

O que você achou dessas receitas de maionese vegana light que separamos acima? Pretende fazer alguma delas para dar uma variada na sua dieta vegana? Comente abaixo.

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-maionese-vegana-light/feed/ 0
Cúrcuma para Alzheimer – Benefícios, Estudos e Dicas http://www.mundoboaforma.com.br/curcuma-para-alzheimer-beneficios-estudos-e-dicas/ http://www.mundoboaforma.com.br/curcuma-para-alzheimer-beneficios-estudos-e-dicas/#respond Thu, 25 May 2017 14:10:17 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27840 A doença de Alzheimer destrói as funções mentais, a memória e causa demência. O dia-a-dia da pessoa fica afetado pela perda das habilidades intelectuais e sociais. Não existe cura para esta doença, até o momento. No entanto, existem estratégias de manejo e medicamentos que podem amenizar os sintomas – desorientação, problemas na fala, escrita, pensamento, razão, dificuldades ...]]>

A doença de Alzheimer destrói as funções mentais, a memória e causa demência. O dia-a-dia da pessoa fica afetado pela perda das habilidades intelectuais e sociais. Não existe cura para esta doença, até o momento.

No entanto, existem estratégias de manejo e medicamentos que podem amenizar os sintomas – desorientação, problemas na fala, escrita, pensamento, razão, dificuldades na tomada de decisões, alterações no comportamento ou personalidade – a curto prazo, e ajudar os pacientes a serem independentes por mais tempo, como o consumo de cúrcuma para Alzheimer, que iremos analisar mais abaixo.

Geralmente, o mal de Alzheimer ocorre em pessoas com mais idade, e pode ser causado por uma combinação de fatores ambientais, genéticos ou de estilo de vida.

Ela é considerada a forma mais comum de demência, e um estudo, realizado em 2006, aponta que existiam 26 milhões de pessoas com essa condição no planeta, e em 50 anos aproximadamente, esse número irá quadruplicar, o que significa que uma em cada 85 pessoas sofrerá dessa doença. Devido à extensão desse problema, o interesse é grande, por parte dos profissionais de saúde.

As estatísticas da Organização Mundial de Saúde informam que as abordagens convencionais baseadas em drogas são muitas, mas causam danos neurológicos graves, evidenciados por riscos crescentes de convulsões. As pessoas, em geral, estão se tornando cada vez mais receptivas a terapias naturais, seguras, e que se provaram eficazes ao longo do tempo. Terapias essas que se baseiam em alimentos, temperos e ingredientes culinários conhecidos.

A Índia possui umas das taxas mais baixas de incidência da Doença de Alzheimer no mundo. Num estudo recente, com pacientes portadores desse distúrbio, descobriu-se que menos de 1 grama de cúrcuma por dia, durante três meses, produziu resultados “impressionantes” em doentes portadores da Doença de Alzheimer. E a cúrcuma é usada na Índia há mais de 5.000 anos.

O consumo de cúrcuma para Alzheimer

No estudo publicado no ano passado, no jornal Ayu, “Efeitos da cúrcuma na doença de Alzheimer com sintomas psicológicos e comportamentais de demência”, os pesquisadores descrevem 3 pacientes que tiveram uma “melhora impressionante”.

Eles consumiram 764 mg de cúrcuma (curcumina 100mg/dia), em cápsulas, durante 12 semanas. Após 3 meses de tratamento, tanto o sintomas dos pacientes como o estresse de seus cuidadores diminuiu significativamente. E não apresentaram quaisquer reações adversas, nos dados clínicos e laboratoriais.

Num dos pacientes, o Teste de Estado Mini-Mental foi acima de 5 pontos. Nos outros dois, não foi observada uma mudança significativa nos testes, mas eles reconheceram suas famílias dentro de um ano de tratamento. Todos ingeriram cúrcuma por mais de um ano.

A cúrcuma é chamada de “Deusa Dourada”, e este estudo ilustra como uma intervenção natural, utilizando-se de uma erva culinária que sobreviveu ao tempo, pode ser tão poderosa. Ela é utilizada na medicina e na culinária há 5.000 anos.

Os curcuminoides são os compostos químicos da cúrcuma, que lhe conferem a cor amarela vibrante. Um desses compostos é a curcumina, que está despertando a atenção da comunidade científica. Suas propriedades são antioxidantes, anti-inflamatórias, dentre outras, e compete com muitos remédios populares.

Uma quantidade bem pequena de consumo de cúrcuma para Alzheimer é o suficiente para produzir grandes resultados, mesmo na forma de cápsulas. O tempero de cúrcuma é caro, mas encontra-se em mercearias com facilidade, inclusive orgânico. Também existe a raiz de cúrcuma. Mas o tempero puro parece ser mais eficaz do que os extratos ou os sintéticos.

Estudos

Os dados do Green Med Info contêm uma grande quantidade de estudos publicados sobre o valor da cúrcuma e seu polifenol primário, a curcumina, na prevenção e tratamento da doença de Alzheimer.

Existem 114 estudos sobre a cúrcuma que indicam que ela possui um conjunto de ações fisiológicas neuroprotetoras, e 30 destes estudos tratam diretamente das propriedades da cúrcuma para Alzheimer.

Dois deles revelam que a curcumina é capaz de eliminar a placa beta-amilóide patológica na Doença de Alzheimer, e junto com a vitamina D3, o processo de restauração neurológica se torna mais eficaz.

Um dos estudos mais interessantes foi publicado em janeiro de 2015, no Journal of Alzheimer’s Disease, em que é utilizado um aerosol e uma versão sintética da curcumina. A equipe liderada por Wellington Pham relatou que os benefícios da curcumina se tornam mais disponíveis para o cérebro quando inalados. Fazer com que as drogas cheguem ao cérebro sempre foi um problema na pesquisa de tratamentos para demência. Isto se deve ao fato de existir uma barreira entre o sangue e o cérebro, que filtra as toxinas potenciais no sangue, antes que elas entrem para o cérebro. “E na Doença de Alzheimer, a maior dificuldade é essa”, disse ele.

“Nosso corpo projetou essa barreira para proteger o cérebro de quaisquer moléculas tóxicas, que possam atravessar para o cérebro e prejudicar os neurônios. Mas ao mesmo tempo, também há uma barreira natural, para as moléculas que foram projetadas para modificarem a doença”, Pham afirma. A utilização do aerosol aumentou a habilidade natural da curcumina de entrar no cérebro, se ligar às células e destruir as placas beta-amilóides, que são responsáveis pelos danos neurológicos na doença de Alzheimer.

A Cúrcuma pode curar o Alzheimer?

Segundo Pham, a resposta é “ Não sabemos. Mas existem muitas evidências que talvez levem a um tratamento viável” . Na verdade, são essas substâncias naturais (temperos, alimentos, etc) que são as mais promissoras para a cura do Alzheimer.

Reddy e pesquisadores associados sugerem que a curcumina funciona melhor na prevenção do que no tratamento da Doença de Alzheimer. Até o momento, não existem evidências suficientes da eficácia clínica da cúrcuma para Alzheimer. Apenas que a adição de cúrcuma na dieta, cerca de 1 g por dia, aliviou os sintomas de demência nos pacientes.

Nenhum experimento confirma a utilização clínica da cúrcuma devido a seu poder de absorção limitado. A inclusão na dieta pode melhorar a imunidade e a qualidade de vida. Somente um estudo, realizado durante um ano, apontou a redução e reversão da doença. Outros estudos, porém, sugerem que a suplementação de curcumina protege as funções cognitivas nos idosos, mas mais estudos são necessários para obtermos dados mais concretos.

Benefícios da cúrcuma para Alzheimer

A cúrcuma e seu ingrediente ativo, a curcumina, possuem uma variedade de propriedades que beneficiam os portadores da doença de Alzheimer.

  1. Ela evita a acumulação de placas beta-amilóides. Inibe a formação dessas placas através de vários mecanismos. Estudos feitos em animais e seres humanos mostram que elas agem dessa forma mesmo com dosagens reduzidas. A curcumina rompe as placas, e evita a toxicidade.
  2. Evita a inflamação naturalmente. Na Doença de Alzheimer, observa-se a inflamação do cérebro, que ocorre devido a um trauma, a exposição a agentes oxidantes, infecção ou a formação de placas beta-amilóides. Foi provado que a a ingestão de cúrcuma beneficia a neuroinflamação, reduzindo-a, conforme estudo publicado no Neurochemistry International em 2016, porue a estrutura da curcumina, em particular, é capaz de reduzir essas placas beta-amilóides, protegendo também a degeneração das células nervosas na doença.
  3. Uma das causas do mal de Alzheimer é a exposição e contaminação por metais pesados, que se acumulam no cérebro, e produzem as inflamações mencionadas acima, e a formação das placas. Os derivativos da curcumina inibem a acumulação das placas e dos metais. A ação antioxidante da curcumina protege contra essa neurotoxicidade.
  4. É neuroprotetora. As nanopartículas da curcumina estão sendo estudadas e verificou-se que elas realizam neurogênese – um mecanismo auto-reparador do cérebro. Isto se dá através da indução à autofagia, uma forma de morte da célula provocada pela curcumina, que assim destrói as placas beta-amilóides.
  5. Protege a cognição e memória. Estudos experimentais dão evidências de que a curcumina regula as proteínas responsáveis pela neurodegeneração no mal de Alzheimer, protegendo a memória e prevenindo a progressão da doença. Um estudo feito em 2015, publicado no Plus One, mostra que a curcumina melhora a memória e a função cognitiva na doença, ao elevar os níveis da proteína responsável pelo crescimento do nervo.
  6. Os danos às células nervosas causadas por processos inflamatórios descontrolados podem ser restaurados por um dos curcuminoides, fortalecendo o sistema imunológico, além de eliminar as placas beta-amilóides por fagocitose. Isso é surpreendente! Esse curcuminóide (bisdemetoxycurcumina) regula a expressão dos genes que causaram a transformação na função imunológica.
  7. Ela é um agente epigenético natural e protege o cérebro contra o envelhecimento.

Precauções

A cúrcuma em suplementos é bastante segura, mas existem precauções que devem ser tomadas: Recomenda-se ter precaução com a interação da cúrcuma com medicamentos que reduzem os ácidos estomacais, antidepressivos e drogas que reduzem os níveis de açúcar no sangue, etc, porque sabe-se que a curcumina interfere no metabolismo dos remédios.

Portanto, aconselha-se que não se tome suplementos de curcumina junto com qualquer outro remédio. Também não se deve ingirir a cúrcuma com estômago vazio, para evitar refluxo gástrico, nem antes de alguma cirurgia, ou se estiver com sangramento (exceto se o médico concordar), ou pedras na vesícula. Evite-a no período de gravidez e lactação.

Efeitos colaterais possíveis

A cúrcuma pode piorar problemas na vesícula, diminuir a velocidade de coagulação do sangue e diminuir o açúcar no sangue em diabéticos. Pode causar ainda problemas no estômago.

Não use cúrcuma se tiver câncer de mama, ovariano ou uterino, porque sua ingestão pode piorar a exposição ao estrogênio. Grandes quantidades de cúrcuma podem evitar com que o ferro seja absorvido.

Referências adicionais:

  • A New Look at Brain Inflammation in Alzheimer’s; Jim Schnabel; January 16, 2013
  • Anti-TNF Therapies for rheumatoid arthritis could reduce Alzheimer’s risk(Press Release); Dr. Richard Chou, MD, PhD; The journal of the American College of Rheumatology.
  • Effects of turmeric on Alzheimer’s disease with behavioral and psychological symptoms of dementia;  Nozomi Hishikawa, et. al.; Oct-Dec 2012
  • Aromatic-turmerone induces neural stem cell proliferation in vitro and in vivo; Joerg Hucklenbroich, et. al.; Stem Cell Research & Therapy2014, 5:100.
  • Inhalable Curcuminreported in the Vanderbuilt University News; January 2015; Patricia Jumbo-Lucioni
  • V Chandra, R Pandav, H H Dodge, J M Johnston, S H Belle, S T DeKosky, M Ganguli.Incidence of Alzheimer’s disease in a rural community in India: the Indo-US study.  2001 Sep 25 ;57(6):985-9. PMID: 11571321
  • Laura Zhang, Milan Fiala, John Cashman, James Sayre, Araceli Espinosa, Michelle Mahanian, Justin Zaghi, Vladimir Badmaev, Michael C Graves, George Bernard, Mark Rosenthal.Curcuminoids enhance amyloid-beta uptake by macrophages of Alzheimer’s disease patients. J Alzheimers Dis. 2006 Sep;10(1):1-7.

Você já tinha ouvido falar dos benefícios da cúrcuma para Alzheimer? Pretende aumentar o seu consumo ou de algum familiar para ajudar a prevenir a doença? Comente abaixo.

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/curcuma-para-alzheimer-beneficios-estudos-e-dicas/feed/ 0
10 Receitas de Suco de Jabuticaba – Benefícios e Como Fazer http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-suco-de-jabuticaba-beneficios-e-como-fazer/ http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-suco-de-jabuticaba-beneficios-e-como-fazer/#respond Thu, 25 May 2017 13:08:06 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27837 A jabuticaba é o fruto da jabuticabeira, árvore nativa brasileira, abundante na Mata Atlântica que pode chegar aos 20 metros de altura. A jabuticaba é bastante nutritiva, recheada de vitaminas e profundamente adstringente, pelos taninos da sua casca. É uma fruta rica em sais minerais, cálcio, fósforo, ferro, vitamina B3, potássio, magnésio, niacina, antocianinas e ...]]>

A jabuticaba é o fruto da jabuticabeira, árvore nativa brasileira, abundante na Mata Atlântica que pode chegar aos 20 metros de altura. A jabuticaba é bastante nutritiva, recheada de vitaminas e profundamente adstringente, pelos taninos da sua casca. É uma fruta rica em sais minerais, cálcio, fósforo, ferro, vitamina B3, potássio, magnésio, niacina, antocianinas e antocianidinas, substâncias que protegem as células do corpo. A fruta contém 45 calorias a cada 100 gramas.

A jabuticaba é constantemente utilizada no preparo de geleias, mas pode ser também utilizada na produção de vinho, licor e xarope. O suco de jabuticaba também é uma delícia e pode ser misturado com outras frutas, sendo bastante saudável para o consumo no dia a dia.

Benefícios

É uma fruta com baixo teor de gordura, pobre em calorias e em carboidratos. Tem importantes propriedades antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce e também a prevenção da ocorrência de sinais de envelhecimento, como manchas escuras, rugas e linhas finas no rosto.

A jabuticaba também auxilia na produção de colágeno, que ajuda a aumentar a elasticidade e flexibilidade da pele. A presença da pectina auxilia a reduzir a velocidade de absorção dos alimentos à medida que são ingeridos, auxilia no combate ao excesso de colesterol, melhora a função da vesícula biliar e contribui para a desintoxicação orgânica. Pessoas com hipoglicemia e diabetes são altamente beneficiadas ao ingerir o suco de jabuticaba.

A polpa desta fruta contém vitamina B3, que suporta o funcionamento de enzimas que promovem o crescimento celular. Também tem efeito desintoxicante eliminando excessos e toxinas do corpo. Suas propriedades antimicrobianas ajudam no tratamento da acne.

O alto teor de fibras da fruta ajuda a melhorar funcionamento intestinal e prevenir a constipação. Os nutrientes da jabuticaba ajudam na digestão e também na limpeza e desintoxicação do intestino.

Outras condições que podem ser prevenidas com o suco de jabuticaba são anemia, raquitismo, deficiências imunológicas, alergias, asma, glaucoma, câncer, depressão, fadiga crônica, gota, hepatite e algumas outras doenças. O que mais está esperando para ingerir esse poderoso suco?

Como fazer?

Comece por lavar bem as jabuticabas. Coloque-as em uma panela, tampe e leve ao fogo baixo por uns 5 minutos. Destampe a panela e, sem retirar do fogo, vá amassando as frutas com uma colher de pau.

Depois de bem amassadas, retire as jabuticabas do fogo e passe-as por uma peneira, apertando com as costas da colher para retirar todo o suco. Despreze cascas e caroço. Use essa polpa e sumo para preparo do suco.

1. Receita de suco de jabuticaba

Ingredientes:

  • 2 litros de água;
  • 1 kg de jabuticaba;
  • adoçante a gosto.

Modo de preparo:

Lave bem as frutas. Leve para ferver em uma panela com água. Amasse as frutas e deixe cozinhar até adquirir uma coloração violeta. Espere esfriar. Coe e em seguida leve para bater com a água e adoçante no liquidificador. Sirva com cubos de gelo.

2. Receita de suco de jabuticaba com cassis

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de jabuticaba inteira;
  • 2 colheres de sopa de licor de cassis;
  • 500 ml de água mineral;
  • gelo a gosto;
  • açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de preparo:

Com as mãos, retire o interior das jabuticabas. Descarte as cascas. Coloque a polpa de jabuticaba em um liquidificador e adicione a água. Bata no modo pulsar do liquidificador. Coe e descarte as sementes. Misture o licor de cassis e sirva adoçado.

3. Receita de suco de jabuticaba com casca e água de coco

Ingredientes:

  • casca de 20 jabuticabas;
  • 1 litro de água de coco;
  • açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador até ficar bem homogêneo. Coe e sirva em seguida bem gelado.

4. Receita de suco de jabuticaba com abacaxi

Ingredientes:

  • 2 litros de água;
  • 1 kg de jabuticaba;
  • 5 rodelas de abacaxi;
  • adoçante a gosto.

Modo de preparo:

Lave bem as jabuticabas. Leve para ferver em uma panela com água. Amasse as frutas e deixe cozinhar até adquirir uma coloração violeta. Espere esfriar. Coe e em seguida leve para bater com a água, rodelas de abacaxi descascada e adoçante no liquidificador. Sirva com cubos de gelo.

5. Receita de suco de jabuticaba com acerola

Ingredientes:

  • 1 xícara de jabuticabas frescas;
  • 6 acerolas frescas;
  • 1 pedaço de gengibre;
  • 1 colher de sopa de chia;
  • açúcar demerara a gosto;
  • 300 ml de água.

Modo de preparo:

Coloque as jabuticabas no liquidificador com 100 ml de água gelada e bata por 2 minutos Retire e coe. Reserve Coloque as acerolas no liquidificador com 100 ml de água gelada, bata por 1 minuto, retire e coe. Coloque de volta no liquidificador e acrescente o suco de jabuticaba. Adicione mais 100 ml de água e coloque o gengibre e a chia. Bata por 2 minutos até ficar homogêneo. Adoce a gosto e sirva!

6. Receita de suco de jabuticaba com amora

Ingredientes:

  • 1 copo de água de coco;
  • 40 gramas de jabuticaba;
  • 20 gramas de amora;
  • 1 colher de sopa de agave.

Modo de preparo:

Leve todos os ingredientes ao liquidificador e bata bem. Coe e sirva. Se quiser adoce e adicione cubos de gelo. Fica refrescante e delicioso!

7. Receita de suco de jabuticaba com capim-santo

Ingredientes:

  • 1 copo de água de coco;
  • 1/2 xícara de jabuticaba;
  • 1 colher suco de limão;
  • adoçante se necessário;
  • 1 colher de chá de capim-santo.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida gelado e adoçado se for do seu gosto.

8. Receita de suco de jabuticaba com melancia

Ingredientes:

  • 1 copo de jabuticaba;
  • 1 fatia de melancia;
  • 1/2 copo de água filtrada.

Modo de preparo:

Leve a melancia para bater com a jabuticaba lavada e água. Coe e sirva em seguida com cubos de gelo.

9. Receita de suco de jabuticaba com maçã

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de jabuticaba;
  • 1 fatia fina de abacaxi;
  • 1/2 maçã com casca e sem sementes;
  • 1/2 xícara de água;
  • gelo a gosto;
  • adoçante a gosto.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, coloque o adoçante a gosto. Sirva a seguir.

10. Receita de suco de jabuticaba com mirtilos

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de mirtilos frescos;
  • 10 jabuticabas;
  • 1 beterraba;
  • 1 colher de sobremesa farinha de amora.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes até ficar homogêneo. Adoce a gosto e sirva.

O que você achou dessas receitas de suco de jabuticaba que separamos acima? Pretende experimentar algum para aproveitar os benefícios da fruta? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/10-receitas-de-suco-de-jabuticaba-beneficios-e-como-fazer/feed/ 0
Doses de Testosterona Tornam os Homens Mais Impulsivos na Tomada de Decisões http://www.mundoboaforma.com.br/doses-de-testosterona-tornam-os-homens-mais-impulsivos-na-tomada-de-decisoes/ http://www.mundoboaforma.com.br/doses-de-testosterona-tornam-os-homens-mais-impulsivos-na-tomada-de-decisoes/#respond Wed, 24 May 2017 19:04:22 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27833 O hormônio sexual masculino testosterona tem sido culpado pelo mau comportamento dos homens há muito tempo, de níveis elevados levando a tendências violentas aumentadas a níveis baixos deixando-os deprimidos e inativos sexualmente. Agora, os níveis de testosterona altos foram vinculados a más decisões dos homens, o que não é tão surpreendente. Pesquisa recente que apareceu na revista Psychological Science ...]]>

O hormônio sexual masculino testosterona tem sido culpado pelo mau comportamento dos homens há muito tempo, de níveis elevados levando a tendências violentas aumentadas a níveis baixos deixando-os deprimidos e inativos sexualmente.

Agora, os níveis de testosterona altos foram vinculados a más decisões dos homens, o que não é tão surpreendente.

Pesquisa recente que apareceu na revista Psychological Science mostrou que aumentar os níveis de testosterona pode tornar os homens mais propensos a tomar decisões sem pensar mais de uma vez se ela é correta ou não.

O estudo incluiu 243 homens, sendo que alguns receberam uma dose de gel de testosterona e outros um placebo antes de serem encarregados de um teste cognitivo. O teste apresentava perguntas que, à primeira vista, pareciam óbvias, mas continham pegadinhas que necessitavam de reflexão. Os participantes receberam U$ 1 para cada resposta correta e um adicional de U$ 2 se acertassem todas as questões.

Os pesquisadores descobriram que os homens que receberam o gel de testosterona responderam, em média, cerca de 20% das perguntas incorretamente, e deram essas respostas erradas mais rápido, juntamente com as respostas corretas em um ritmo mais lento do que os indivíduos que não receberam a testosterona. Já um teste de matemática básica que foi administrado antes do teste cognitivo não mostrou diferença entre os grupos.

“O que descobrimos foi que o grupo que recebeu dose de testosterona foi mais rápido para tomada de decisões rápidas em problemas em que o seu palpite inicial era geralmente errado”, disse o co-autor do estudo Colin Camerer, Ph.D., professor da Caltech.

“A testosterona está inibindo o processo de verificar mentalmente o seu trabalho ou aumentando a sensação intuitiva de que ‘estou definitivamente certo’. Nós pensamos que ela funciona através do aprimoramento da confiança. Se você está mais confiante, você vai achar que está certo e não terá uma margem de dúvida suficiente para corrigir erros.”

Você acredita que falta esse senso de autocrítica na sua tomada de decisões? Acha que a testosterona pode ter a ver com isso? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/doses-de-testosterona-tornam-os-homens-mais-impulsivos-na-tomada-de-decisoes/feed/ 0
Açaí Faz Mal Para Gastrite? http://www.mundoboaforma.com.br/acai-faz-mal-para-gastrite/ http://www.mundoboaforma.com.br/acai-faz-mal-para-gastrite/#respond Wed, 24 May 2017 18:24:42 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27827 A gastrite é uma condição caracterizada pela inflamação, erosão ou infecção da parede do estômago. Depois de diagnosticada, ela exige alguns cuidados por parte do paciente, o que inclui mudanças na alimentação. Isso porque quem sofre com a gastrite precisa manter-se longe de produtos que irritem ainda mais o estômago ou aumentem a inflamação do ...]]>

A gastrite é uma condição caracterizada pela inflamação, erosão ou infecção da parede do estômago. Depois de diagnosticada, ela exige alguns cuidados por parte do paciente, o que inclui mudanças na alimentação.

Isso porque quem sofre com a gastrite precisa manter-se longe de produtos que irritem ainda mais o estômago ou aumentem a inflamação do revestimento do órgão, como é o caso das bebidas ácidas e dos alimentos ricos em gorduras, por exemplo.

O açaí faz mal para gastrite? 

Para quem recebeu a notícia de que possui a condição, pode ser um pouco complicado saber o que é bom e o que é ruim para a doença. Por exemplo, será que o açaí faz mal para a gastrite?

De acordo com que a gastroenterologista Betânia Cavalcante, da Sociedade Paraense de Gastroenterologia, a resposta para essa pergunta é positiva.

Segundo a especialista, o açaí faz mal para gastrite porque trata-se de um alimento gorduroso e fermentado, que pode agravar a inflamação, que é característica da condição.

Outros especialistas também explicaram que assim como outras frutas ricas em gorduras, o açaí faz mal para pessoas que sofrem com problemas da área digestiva, como é o caso da gastrite.

Frutas que podem beneficiar o organismo de quem tem gastrite 

Se o açaí faz mal para gastrite, quais frutas podem ser utilizadas em seu lugar? A alternativa são as frutas não ácidas, como é o caso da maçã, da banana, da pera, da goiaba e do mamão, assim como os seus sucos.

Isso porque esses alimentos não causam agressão ao estômago. A recomendação é consumir de quatro a cinco porções dessas frutas ao longo do dia, divididas em refeições como o café da manhã, o lanche da manhã, o lanche da tarde e o jantar.

Uma porção de fruta corresponde a uma unidade ou uma fatia desses alimentos.

Alimentos que devem ser evitados por quem foi diagnosticado com gastrite

Por outro lado, existem outros alimentos, além do açaí, que não são bem-vindos no cardápio das refeições das pessoas que sofrem com gastrite. Alguns exemplos deles são:

  • Leite com chocolate;
  • Chocolate quente de cacau;
  • Qualquer bebida com cafeína;
  • Café descafeinado;
  • Chá de hortelã;
  • Chá preto;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Sucos cítricos;
  • Frutas cítricas;
  • Pimenta-do-reino;
  • Sementes de mostarda;
  • Noz-moscada;
  • Alimentos com corantes e conservantes;
  • Gomas de mascar;
  • Pimenta chili;
  • Produtos laticínios feitos à base de leite integral;
  • Chocolate;
  • Queijos picantes ou com tempero forte;
  • Embutidos como salame, salsicha e mortadela;
  • Linguiça;
  • Bacon;
  • Carne vermelha;
  • Outros alimentos apimentados;
  • Tomate;
  • Comidas processadas e refinadas como pães, macarrão, produtos com açúcar adicionado, alimentos com gorduras trans, óleos vegetais refinados, frituras e produtos laticínios pasteurizados;
  • Produtos à base de tomate como molhos de tomate, massas de tomate ou sucos de tomate.

Saiba mais sobre a gastrite 

A doença pode ser desenvolvida de formas diferentes. Existe a gastrite aguda, que dura pouco tempo e aparece de repente, e a gastrite crônica, que dura meses ou anos e é desenvolvida gradualmente.

A origem do desenvolvimento da condição pode estar associada principlamente à bactéria Helicobacter pylori, vírus, parasitas, fungos, consumo de bebidas alcoólicas, utilização de certos tipos de medicamentos ou ao refluxo da bile para dentro do estômago.

Quando um quadro de gastrite é desenvolvido, o que acontece é o enfraquecimento da mucosa responsável por proteger a parede do estômago. Como consequência disso, os sucos digestivos produzidos pelo órgão danificam o seu próprio tecido de revestimento.

De acordo com o Centro Médico da Universidade de Maryland nos Estados Unidos, os principais sintomas apresentados por quem tem a doença são: perturbação estomacal, indigestão, azia, dor abdominal, soluço, perda de apetite, náusea, fezes escuras e vômito, que pode vir acompanhado de sangue ou substância com aparência semelhante a borras de café.

Ao experimentar esses sintomas, é fundamental buscar ajuda do médico de confiança, para que o profissional possa examinar e determinar a existência ou não da condição. E uma vez que o diagnóstico for confirmado, é importante que o paciente siga as instruções do médico em relação ao tratamento.

Mais do que saber se o açaí faz mal para gastrite, assim como qualquer outro alimento piora ou beneficia um quadro da condição, é conhecer amplamente tudo o que deve ser feito para tratar o problema, tendo em vista as especificidades do caso do paciente em questão.

Mais sobre o açaí 

O açaí é uma fruta de coloração roxa que vem da açaizeira, uma palmeira que é encontrada na região amazônica do nosso país. Com ação antioxidante e anti-inflamatória, o alimento fornece 247 calorias a cada porção de 100 g.

A fruta também é fonte de nutrientes como proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, potássio, cálcio, cálcio ferro, fósforo, vitamina B1 e vitamina C.

Veja mais: Benefícios do açaí – Para que serve e propriedades.

Além disso, o açaí está associado a benefícios como a diminuição do colesterol ruim, o auxílio à prevenção da aterosclerose, o fortalecimento do sistema imunológico, a melhoria do funcionamento intestinal e o combate à anemia.

Você já imaginava que o açaí faz mal para gastrite? Tem costume de consumir este alimento, mesmo sabendo de seus efeitos para a condição? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/acai-faz-mal-para-gastrite/feed/ 0
8 Receitas de Pão de Maçã Light http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-pao-de-maca-light/ http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-pao-de-maca-light/#respond Wed, 24 May 2017 17:58:21 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27824 A maçã é uma daquelas frutas com um dos sabores mais característicos e deliciosos que agrada a quase todos os paladares. Trata-se de uma fruta acessível, facilmente encontrada em qualquer mercado, feira e hortifruti em todas as estações do ano. Existem vários tipos de maçã, como a verde, fuji, gala, etc e todas são absolutamente ...]]>

A maçã é uma daquelas frutas com um dos sabores mais característicos e deliciosos que agrada a quase todos os paladares. Trata-se de uma fruta acessível, facilmente encontrada em qualquer mercado, feira e hortifruti em todas as estações do ano.

Existem vários tipos de maçã, como a verde, fuji, gala, etc e todas são absolutamente deliciosas. Além de consumir a fruta pura e usufruir de todos os benefícios para a saúde e boa forma, uma ideia interessante é preparar outras receitas fazendo uso da fruta.

Além dos tradicionais bolo e torta de maçã, você já pensou em preparar um pão de maçã light? Sim, pode ser uma opção excelente para o café da manhã ou um lanchinho da tarde acompanhado de um chá natural em um dia frio.

Que tal receber algumas visitas com um surpreendente pão de maçã light? Todas as receitas abaixo possuem baixas calorias. Capriche nos temperos e especiarias! Além da tradicional combinação com canela, você pode acrescentar gengibre ou cravo em pó, por exemplo. Use a criatividade nas receitas! Bom preparo.

1. Receita de pão de maçã light e integral

Ingredientes:

  • 1 maçã;
  • 1/2 xícara de água morna;
  • 1 1/2 colher de sopa de manteiga ghee;
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 2 xícaras de farinha de trigo integral;
  • 1 xícara de aveia em flocos;
  • 2 colheres de sopa de fermento biológico seco;
  • aveia em flocos.

Modo de preparo:

Comece por lavar a maçã. Em seguida corte e retire o miolo da maçã e leve para liquidificar com casca e a água. Despeje essa mistura em uma tigela e vá adicionando os outros ingredientes, sovando bem a massa, até que desgrude das mãos. Modele bolinhas do tamanho desejado, passe na aveia em flocos e disponha numa assadeira untada. Deixe descansar até dobrar de volume e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º até dourar. Espere amornar e sirva.

2. Receita de pão de maçã light com canela

Ingredientes:

  • 1 xícara de leite desnatado;
  • 1/4 de xícara de óleo de girassol;
  • 2 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 1/2 colher de chá de canela em pó;
  • 1 1/2 colher de chá de sal;
  • 3 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 1/2 colher de chá de fermento biológico seco;
  • 1 1/3 de xícara de maçã picada em cubos sem casca.

Modo de preparo:

Comece por incorporar os ingredientes secos em um bowl. Em seguida incorpore a maçã picada em cubos e os ingredientes líquidos. Misture bem a massa até ficar homogênea. Coloque a massa em forma de bolo inglês untada e enfarinhada ou de silicone e leve para assar em forno médio pré-aquecido até dourar. Espere amornar. Desenforme e sirva essa delícia.

3. Receita de pão de maçã light com aveia

Ingredientes;

  • 1 xícara de chá de aveia em flocos;
  • 100 g de manteiga light;
  • 1/2 xícara de chá de mel;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 3 tabletes de fermento biológico;
  • 2 ovos;
  • 5 xícaras de chá de farinha de trigo;
  • 3 maçãs em cubos pequenos;
  • 1 colher de chá de canela em pó;
  • 1 ovo inteiro batido para pincelar.

Modo de preparo:

Dissolva o fermento em meia xícara de água morna. Coloque duas xícaras de chá de água. Junte a aveia, a manteiga, o mel e o sal. Deixe amornar e acrescente o fermento. Acrescente os ovos e a farinha de trigo, misturando bem. Despeje a massa em uma tigela untada, cubra com filme plástico e deixe descansar em lugar aquecido até dobrar de volume. Passado esse tempo, sove a massa levemente.

À parte, misture as maçãs com a canela. Misture metade das maçãs à massa e reserve o restante. Divida a massa em duas partes e modele os pães em superfície enfarinhada. Coloque a massa em duas formas de bolo inglês untadas e enfarinhadas. Cubra com um pano e deixe os pães crescerem até dobrar de volume por 40 minutos em forno desligado. Em seguida coloque as maçãs reservadas por cima dos pães, afundando-as ligeiramente. Pincele o ovo batido. Asse em forno a 200°C, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos.

4. Receita de pão de maçã light com limão siciliano

Ingredientes:

Massa

  • 30g de fermento biológico;
  • 80g de açúcar demerara;
  • 200ml de leite desnatado morno;
  • 2 ovos grandes;
  • 50ml de óleo de coco;
  • 1 colher de café de sal;
  • 600g de farinha de trigo.

Recheio

  • 1/2 kg de maçã fuji ralada com casca;
  • 4 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 50g de uvas passas;
  • suco de 1 limão siciliano;
  • 50g de margarina light derretida.

Modo de preparo:

Comece pela massa: misture o fermento com o açúcar em uma vasilha. Acrescente o leite, o óleo, os ovos e misture bem até ficar homogêneo. Aos poucos, vá acrescentando a farinha, o sal e misture com uma colher. Retire a massa da vasilha e sove mais um pouco em uma bancada lisa e enfarinhada. Deixe a massa descansar por 20 minutos em tigela tampada.

Enquanto isso prepare o recheio: coloque a maçã ralada e o suco de limão em uma tigela. Adicione açúcar e misture bem. Retire excesso de líquido formado, espremendo a maçã na peneira. Separe porções da massa fazendo bolinhas e recheando com a maçã temperada e colocando uva passa. Feche os pães. Pincele com margarina e leve para assar em forma untada e enfarinhada até dourar.

5. Receita de pão de maçã light com coco

Ingredientes:

  • 1 maçã;
  • 1/2 xícara de água morna;
  • 1 1/2 colher de sopa de óleo de coco;
  • 1 colher de sopa de açúcar de coco;
  • 1 colher de sopa de coco ralado sem açúcar;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 2 xícaras de farinha de trigo integral;
  • 1 xícara de aveia em flocos;
  • 2 colheres de sopa de fermento biológico seco;
  • aveia em flocos.

Modo de preparo:

Comece por lavar a maçã. Em seguida corte e retire o miolo da maçã e leve para liquidificar com casca e a água. Despeje essa mistura em uma tigela e vá adicionando os outros ingredientes, sovando bem a massa, até que desgrude das mãos. Modele bolinhas do tamanho desejado, passe na aveia em flocos e disponha numa assadeira untada. Deixe descansar até dobrar de volume e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º até dourar. Espere amornar e sirva.

6. Receita de pão de maçã light com banana

Ingredientes:

  • 1 xícara de leite de coco;
  • 1/4 de xícara de óleo de coco;
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo;
  • 1 banana madura e amassada;
  • 1 1/2 colher de chá de sal;
  • 3 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 1/2 colher de chá de fermento biológico seco;
  • 1 1/3 de xícara de maçã picada em cubos sem casca.

Modo de preparo:

Comece por incorporar os ingredientes secos em um bowl. Em seguida incorpore a maçã picada em cubos, banana amassada e os ingredientes líquidos. Misture bem a massa até ficar homogênea. Coloque a massa em forma de bolo inglês untada e enfarinhada ou de silicone e leve para assar em forno médio pré-aquecido até dourar. Espere amornar. Desenforme e sirva essa delícia.

7. Receita de pão de maçã light com ameixas

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de farelo de aveia;
  • 100 g de manteiga light;
  • 1/2 xícara de chá de mel;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 3 tabletes de fermento biológico;
  • 2 ovos;
  • 5 xícaras de chá de farinha de trigo;
  • 3 maçãs em cubos pequenos;
  • 1/2 xícara de ameixas sem caroço;
  • 1 ovo inteiro batido para pincelar.

Modo de preparo:

Dissolva o fermento em meia xícara de água morna. Coloque duas xícaras de chá de água. Junte a aveia, a manteiga, o mel e o sal. Deixe amornar e acrescente o fermento. Acrescente os ovos e a farinha de trigo, misturando bem. Despeje a massa em uma tigela untada, cubra com filme plástico e deixe descansar em lugar aquecido até dobrar de volume. Passado esse tempo, sove a massa levemente.

À parte, misture as maçãs com a canela. Misture as maçãs à massa. Divida a massa em duas partes e modele os pães em superfície enfarinhada. Coloque a massa em duas formas de bolo inglês untadas e enfarinhadas. Cubra com um pano e deixe os pães crescerem até dobrar de volume por 40 minutos em forno desligado. Em seguida coloque as ameixas por cima dos pães, afundando-as ligeiramente. Pincele o ovo batido. Asse em forno a 200°C, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos.

8. Receita de pão de maçã light com cobertura de baunilha

Ingredientes:

Massa

  • 30g de fermento biológico;
  • 80g de açúcar demerara;
  • 200ml de leite desnatado morno;
  • 2 ovos grandes;
  • 50ml de óleo de coco;
  • 1 colher de café de sal;
  • 600g de farinha de trigo.

Recheio

  • 1/2 kg de maçã fuji ralada com casca;
  • 4 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 50g de uvas passas;
  • suco de 1 limão siciliano;
  • 50g de margarina light derretida.

Cobertura

  • 150g de açúcar demerara;
  • 3 colheres de leite desnatado;
  • 4 gotas de baunilha.

Modo de preparo:

Massa: Misture o fermento com o açúcar em uma vasilha. Acrescente o leite, o óleo, os ovos e misture bem até ficar homogêneo. Aos poucos, vá acrescentando a farinha, o sal e misture com uma colher. Retire a massa da vasilha e sove mais um pouco em uma bancada lisa e enfarinhada. Deixe a massa descansar por 20 minutos em tigela tampada.

Recheio: coloque a maçã ralada e o suco de limão em uma tigela. Adicione açúcar e misture bem. Retire excesso de líquido formado, espremendo a maçã na peneira. Separe porções da massa fazendo bolinhas e recheando com a maçã temperada e colocando uva passa. Feche os pães. Pincele com margarina e leve para assar em forma untada e enfarinhada até dourar.

Cobertura: coloque todos os ingredientes em uma tigela de vidro e leve ao banho maria no fogo misturando com um fouet até formar um creme mais grosso. Reserve. Ao tirar os pães do forno, cubra com o creme e sirva.

O que você achou dessas receitas de pão de maçã light que separamos acima? Qual delas você pretende experimentar? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-pao-de-maca-light/feed/ 0
Quinoa ou Arroz Integral – O Que é Melhor? http://www.mundoboaforma.com.br/quinoa-ou-arroz-integral-o-que-e-melhor/ http://www.mundoboaforma.com.br/quinoa-ou-arroz-integral-o-que-e-melhor/#respond Wed, 24 May 2017 15:14:51 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27821 “O Ano Internacional da Quinoa” foi em 2013, sugerido pela FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations). O alimento despertou esse grande interesse devido à descoberta de suas propriedades em lugares como Canadá e Estados. Lá, tornou-se rapidamente popular, talvez mais popular do que o já conhecido e apreciado arroz integral. Bem antes ...]]>

“O Ano Internacional da Quinoa” foi em 2013, sugerido pela FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations). O alimento despertou esse grande interesse devido à descoberta de suas propriedades em lugares como Canadá e Estados. Lá, tornou-se rapidamente popular, talvez mais popular do que o já conhecido e apreciado arroz integral. Bem antes disso, há séculos na verdade, a quinoa é um alimento básico na América.

A quinoa é uma semente, e seus nutrientes assemelham-se aos do arroz integral, além do sabor. No entanto, possui uma diferença relevante. Depois de cozida, ela mantém os valores nutricionais, ou seja, não oxida.

A quinoa em si é uma proteína completa, que contém os aminoácidos essenciais que a produção de energia, a recuperação das células e o crescimento precisam.

Sabemos que o arroz integral faz parte da dieta de muitas pessoas que se preocupam com a saúde e boa forma. Mas será que o que é melhor consumir: quinoa ou arroz integral?

Propriedades da Quinoa e do Arroz Integral

Para descobrir se vale mais a pena consumir no dia a dia a quinoa ou arroz integral, vamos fazer uma comparação, tendo como referência uma xícara dos dois alimentos cozidos (185 gramas de quinoa, e 195 gramas de arroz integral, cozidos).

– Calorias

A metade de uma xícara com arroz integral cozido contém 109 calorias. A mesma xícara, com a mesma quantidade de quinoa, contém 111 calorias. Ambos possuem carboidratos, e é deles que as calorias provêm. Uma porção de quinoa possui 20 g de carboidratos, e de arroz integral, 22 g.

As calorias são poucas e as diferenças também. Mas se tivermos acrescentado algum óleo ou outra gordura ao cozinhar os grãos, isso deve ser levado em consideração, porque nesse caso haverá acréscimo de calorias.

– Proteína

Uma xícara de arroz integral possui 5 gramas de proteína, e quando consumida com feijões, representa uma refeição com todos os aminoácidos necessários para a saúde humana. Muitas pessoas não acreditam que os grãos podem, de fato, ser fonte de proteínas. É por esse motivo que um prato de quinoa ou arroz integral com feijão é realmente um prato completo.

Na porção de quinoa, há 8 gramas de proteínas. É considerada uma das poucas plantas que são fonte de proteínas completas! O que significa isso? Quer dizer que ela contém todos os aminoácidos necessários que formam as proteínas.

– Fibras

A quantidade de fibras e proteínas na quinoa é maior do que no arroz integral. Cada porção de quinoa contém 2,6 gramas de fibras, ou seja, possui 21% mais do que a recomendação diária. Já o arroz integral contém 1,9 gramas de fibras, 14% a mais de fibras do que a recomendação diária.

– Folato

Chamado de ácido fólico, quando adicionado aos alimentos, de forma artificial, o folato é especialmente importante para as mulheres em período de gestação, porque previne complicações no tubo neural durante o desenvolvimento do feto.

A quinoa possui uma dose considerável de folato, que é uma vitamina B, e auxilia as funções do DNA e contribui para a comunicação das células no cérebro. Uma xícara de quinoa contém 19% da dose diária recomendada, ao passo que uma xícara de arroz integral contém muito pouco folato, cerca de 2%.

– Ferro e Magnésio

A base da quinoa é o ferro. Uma xícara contém 2.8 mg de ferro ou 15% da dose diária recomendada, enquanto o arroz integral contém apenas 5%.

Experimente comer alimentos que contenham ferro junto com alimentos com vitamina C, em proporções iguais (por exemplo, você pode acrescentar suco de limão), mas evite consumi-los com chá preto, porque os taninos bloqueiam a absorção do ferro.

Se estiver procurando uma boa fonte de ferro e magnésio, escolha a quinoa. Esses minerais auxiliam no fornecimento de energia para as células. O magnésio também é importante para a manutenção das membranas celulares e tecido ósseo. O funcionamento dos glóbulos vermelhos dependem do ferro.

Meia xícara de quinoa contém 59 mg de magnésio, o que significa 18% da recomendação diária para as mulheres, e 14% para os homens, segundo o Institute of Medicine. O arroz integral possui apenas 42 mg de magnésio por porção.

– Zinco

O zinco é um mineral essencial presente na quinoa ou arroz integral. A quinoa contém 13% da dose diária recomendada por xícara. O arroz integral também é uma boa fonte de zinco, com 8 % da dose diária recomendada. O zinco é muito importante para o funcionamento saudável do sistema imunológico.

– Vitamina B1

Os dois grãos, arroz integral ou quinoa, são alimentos com importantes fontes de tiamina ou vitamina B1, que é necessária para o funcionamento do sistema nervoso, para o funcionamento dos músculos e equilíbrio eletrolítico.

– Riboflavina

Também chamada de vitamina B2, é outra vitamina essencial, dentro do complexo B. O arroz integral não contém muito dessa vitamina, apenas 3% da dose diária recomendada, mas a quinoa possui 12%. A riboflavina auxilia na produção de energia e é um antioxidante que combate os radicais livres, tão nocivos para o corpo.

– Vitamina B3

Nesse ponto, o arroz integral supera a quinoa. Ele possui de 10 a 15 % da dose diária recomendada de niacina ou vitamina B3, numa porção, e a quinoa 4% apenas. A niacina é a vitamina que impulsiona a corrente sanguínea, auxilia as funções nervosas, nutre a pele e é necessária para a produção dos hormônios sexuais.

– Selênio

O selênio é um mineral com propriedades antioxidantes, é importante para a saúde do coração, para as funções do DNA, e reduz os níveis de colesterol. Também foi pesquisado seu papel possível na prevenção do câncer.

Aqui também, o arroz integral supera a quinoa. Ele contém 27% da dose diária recomendada, e a quinoa 7%.

Além do selênio, o arroz integral possui manganês. Juntos, eles evitam a oxidação dos tecidos, porque ativam enzimas que protegem as células dos radicais livres, substâncias químicas que reagem, oxidam e danificam os tecidos. O manganês auxilia na cicatrização e o selênio na função muscular.

Numa porção de arroz integral, há 9,6 microgramas de selênio, 17% da recomendação diária, e 0,9 miligramas de manganês, que significa 50% da recomendação diária para as mulheres, e 39% para os homens. Numa porção de quinoa, há 2,6 microgramas de selênio e 0,6% de manganês.

Qual é o melhor? Quinoa ou Arroz Integral?

O corpo requer aminoácidos, e a quinoa contém todos eles, incluindo um dos mais importantes, que estimula o crescimento e reparação de tecidos – a lisina.

A quinoa ainda contém cobre, magnésio, fósforo, manganês e ferro em grandes quantidades. E quando comparada com a maioria dos cereais, além do arroz integral, ela contém gorduras monoinsaturadas maiores, que são benéficas para o coração. Também contém alguma quantidade de ácidos graxos ômega 3.

O arroz integral, por sua vez, como visto acima, é uma fonte rica em manganês, que é antioxidante, selênio, magnésio e triptofano. Sua diferença para o arroz branco é  que ele retém seu valor nutricional, porque apenas sua casca foi removida. Ele auxilia na perda de peso, por sua grande quantidade de fibras, mas um pouco menor se comparado à quinoa. Possui menos gorduras, mas também menos proteínas, tendo como base uma porção regular.

Mas e as saponinas?

As sapopinas formam uma camada sobre a quinoa, e são elas que dão um gosto amargo ao grão. Para evitá-lo, você pode comprar uma marca livre de sapopinas, que foram removidas durante o processamento, ou deixar a quinoa de molho antes do cozimento.

Essas substâncias são fitoquímicos produzidos naturalmente em muitas plantas. Elas possuem uma composição química diferenciada, que com adição de água, produz espuma, semelhante à ação de um detergente.

Diferente do que se pensa, esta composição química possui inúmeros benefícios para a saúde. Um deles é a dissolução do muco, que também reduz a vermelhidão e inchaço que acompanham esses quadros. Outro, é a proteção dos vasos sanguíneos, que promovem o equilíbrio do colesterol e estimulam as funções imunológicas, e que estabilizam o nível do açúcar no sangue.

Anteriormente, acreditava-se que a quinoa fosse venenosa por conta das saponinas, mas essas substâncias ajudam o corpo a combater organismos nocivos, e não o contrário.

Valores Nutricionais da Quinoa e Arroz Integral

Os maiores valores do arroz integral são a fonte de selênio e manganês. Baixo em colesterol, sódio e gorduras saturadas, uma xícara de 195 g de arroz integral cozido contém:

  • Calorias – 215
  • Gorduras totais – 2 g
  • Gordura saturada – 0 g (2% vd)
  • Colesterol – 0 mg (0% vd)
  • Sódio – 10 mg – (0% DV)
  • Carboidratos totais – 45g (15% vd)
  • Fibras 3,5 g – (14% vd)
  • Açúcares – 1g
  • Proteína – 8 g (48% vd)
  • Vitamina A – 0%
  • Vitamina C – 0%
  • Cálcio – 2%
  • Ferro – 5%
  • Carboidratos – 45 g

Já a quinoa tem muito pouco sódio e colesterol e também poucas gorduras saturadas. É uma boa fonte de magnésio, fósforo, e folato. Para uma porção de 185 g de quinoa cozida, os valores são:

  • Calorias – 220
  • Gorduras totais – 4 g (16% vd)
  • Gorduras Saturadas – (0% vd)
  • Colesterol – 0 mg (0% vd)
  • Sódio – 13 mg (1% vd)
  • Carboidratos totais – 39 g (13% vd)
  • Fibras – 5 g (21% vd)
  • Proteína – 8 g (48% vd)
  • Vitamina A – 0%
  • Vitamina C – 0%
  • Cálcio – 3%
  • Ferro – 15%

VD: percentual do valor diário, numa dieta de 2.000 calorias. As necessidades individuais variam de acordo com cada indivíduo.

Por que a quinoa é melhor?

Respondendo se quinoa ou arroz integral é melhor, vimos que sua versatilidade, a maior quantidade de nutrientes e aminoácidos, além de antioxidantes, fazem da quinoa uma melhor escolha. Conta-se a favor ainda o fato de que ela não contém glúten Além disso, pode ser encontrada no mercado, hoje em dia, com mais facilidade.

Ela pode ser usada no preparo de pães, com a farinha de quinoa, no lugar da farinha branca e proporciona uma textura mais macia.

Você costuma consumir com maior frequência quinoa ou arroz integral? Você já imaginava o que é melhor para a saúde e boa forma? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/quinoa-ou-arroz-integral-o-que-e-melhor/feed/ 0
8 Receitas de Sopa de Mandioca com Frango Light http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-sopa-de-mandioca-com-frango-light/ http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-sopa-de-mandioca-com-frango-light/#respond Wed, 24 May 2017 13:47:01 +0000 http://www.mundoboaforma.com.br/?p=27818 A mandioca é um ingrediente tipicamente e genuinamente brasileiro. Que tal valorizá-lo e preparar receitas com mandioca? Seja conhecida por mandioca, aipim ou macaxeira, você pode preparar receitas variadas com esse ingrediente. Mandioca frita, purê, escondidinho, mandioca chips, mandioca cozida na panela, mandioca assada, refogada, cozida, na forma de nhoque ou servindo de base para ...]]>

A mandioca é um ingrediente tipicamente e genuinamente brasileiro. Que tal valorizá-lo e preparar receitas com mandioca? Seja conhecida por mandioca, aipim ou macaxeira, você pode preparar receitas variadas com esse ingrediente.

Mandioca frita, purê, escondidinho, mandioca chips, mandioca cozida na panela, mandioca assada, refogada, cozida, na forma de nhoque ou servindo de base para massa de diversos bolinhos fritos, são inúmeras receitas possíveis.

No entanto, se você quer optar por uma receita mais leve e saudável, uma boa opção é a sopa de mandioca com frango light, pois para tornar tudo mais nutritivo, você pode adicionar essa proteína magra ao prato.

Abaixo estão receitas diferentes de sopa de mandioca com frango light para você saborear em um dia frio. Confira!

1. Receita de sopa de mandioca com frango light

Ingredientes:

  • 2kg de peito de frango;
  • 2,5kg de mandioca descascada e cortada em pedaços pequenos;
  • 2 cebolas grandes;
  • 6 dentes de alho;
  • cheiro verde a gosto;
  • pimenta do reino branca moída a gosto;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Corte a mandioca descascada em pedaços. Coloque em uma panela de pressão com água para cozinhar por 20 minutos. Corte os peitos de frango em pedaços grandes e coloque na panela para cozinhar junto com a mandioca por 10 minutos na pressão. Depois desse cozimento, retire o frango com uma escumadeira.

Coloque o frango em uma superfície lisa e cubra com um pano. Desfie o frango com grafo. Tempere a mandioca cozida com sal e deixe na panela cozinhando até ficar bem cremoso. Pique as cebolas, o alho e o cheiro verde. Em uma frigideira, refogue o alho e a cebola no azeite. Tempere com sal. Coloque o frango na frigideira e deixe dourar, junte o cheiro verde. Depois de refogado, junte o frango com a mandioca cozida. Com a ajuda de um mixer ou amassador, amasse a mandioca na panela junto com o frango. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 40 minutos. Sirva.

2. Receita de sopa de mandioca com frango light e cenoura

Ingredientes:

  • 1 kg de mandioca;
  • 1 peito de frango;
  • 2 cenouras picadas;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 1 tablete de caldo de galinha light;
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1 colher de chá de colorau;
  • cheiro verde picado a gosto;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Descasque a mandioca e leve para cozinhar em panela de pressão com água até ficar macia. Em outra panela cozinhe o peito de frango cortado em pedaços em água com as cenouras e o tablete de caldo de galinha. Escorra, reserve a cenouras e desfie o frango.

Bata no liquidificador a mandioca com o caldo do frango até obter um creme espesso. Reserve. Leve ao fogo uma panela com o azeite e refogue a cebola e o alho picados. Deixe refogar até a cebola ficar macia e translúcida. Acrescente o peito de frango desfiado, cenouras e o colorau. Doure por 1-2 minutos. Em seguida acrescente a mandioca e misture tudo. Deixe cozinhar até ferver e acerte temperos. Sirva em seguida o caldo de mandioca com frango e cheiro verde.

3. Receita de sopa de mandioca com frango light e palmito

Ingredientes:

  • 6 pedaços de coxas e sobrecoxas de frango;
  • 1 cubo de caldo de frango light;
  • 1 cebola grande picada;
  • 4 dentes de alho amassados;
  • 1 colher de sopa de colorau;
  • 1 kg de mandioca descascada e cortada em pedaços pequenos;
  • 1 xícara de palmito picado em cubos.

Modo de preparo:

Refogue o frango com a cebola em uma panela de pressão com azeite até ficar dourado e cozido. Em seguida adicione o caldo dissolvido, o alho e o colorau na panela de pressão. Quando estiver bem refogado, acrescente a mandioca cortada em cubos e sem casca. Cubra com água, tampe a panela e deixe ferver por cerca de 30 minutos ou até estar macio. Abra, adicione palmito, tempere com sal e outros temperos da preferência. Deixe por mais 10 minutos e sirva!

4. Receita de sopa de mandioca com frango light e abóbora

Ingredientes:

  • 500g de abóbora japonesa;
  • 200 gramas de frango cozido e desfiado;
  • 300g de mandioca light;
  • 2 cubos de caldo de legumes;
  • 2 colheres de azeite;
  • 1 cebola média;
  • 1 dente de alho;
  • 1 litro de água;
  • cheiro verde a gosto;
  • noz moscada a gosto;
  • pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe o frango em cubos sem osso em panela de pressão com água até estar macia e cozida. Escorra e desfie. Reserve. Cozinhe a mandioca e reserve, dispense o caldo deste cozimento. Cozinhe a abóbora e bata no liquidificador com o caldo de cozimento e a mandioca cozida até formar um creme, reserve.

Em uma panela junte o azeite e doure a cebola e o alho, refogue bem. Junte ao refogado a mistura batida no liquidificador, o caldo de legumes, a noz-moscada e a pimenta. Acerte o sal. Na hora de servir adicione cheiro verde a gosto.

5. Receita de sopa de mandioca com frango light e batata

Ingredientes:

  • 2kg de peito de frango;
  • 2 kg de mandioca descascada e cortada em pedaços pequenos;
  • 1/2 kg de batata descascada e picada;
  • 2 cebolas grandes;
  • 6 dentes de alho;
  • cheiro verde a gosto;
  • pimenta do reino branca moída a gosto;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Corte a mandioca e batata descascada em pedaços. Coloque a mandioca em uma panela de pressão com água para cozinhar por 20 minutos. Faltando 10 adicione as batatas e cozinhe junto. Corte os peitos de frango em pedaços grandes e coloque na panela para cozinhar junto com a mandioca por mais 10 minutos na pressão. Depois desse cozimento, retire o frango com uma escumadeira.

Coloque o frango em uma superfície lisa e cubra com um pano. Desfie o frango com grafo. Tempere a mandioca e batata cozida com sal e deixe na panela cozinhando até ficar bem cremoso. Pique as cebolas, o alho e o cheiro verde. Em uma frigideira, refogue o alho e a cebola no azeite. Tempere com sal. Coloque o frango na frigideira e deixe dourar, junte o cheiro verde. Depois de refogado, junte o frango com a mandioca e batata cozida. Com a ajuda de um mixer ou amassador, amasse as leguminosas na panela junto com o frango. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 40 minutos. Sirva.

6. Receita de sopa de mandioca com frango light e beterraba

Ingredientes:

  • 1 kg de mandioca;
  • 1 peito de frango;
  • 1 beterraba picada;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 1 tablete de caldo de galinha light;
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1 colher de chá de colorau;
  • cheiro verde picado a gosto;
  • sal a gosto.

Modo de preparo:

Descasque a mandioca e leve para cozinhar em panela de pressão com água até ficar macia. Em outra panela cozinhe o peito de frango cortado em pedaços em água com a beterraba e o tablete de caldo de galinha. Escorra, reserve a beterraba e desfie o frango.

Bata no liquidificador a mandioca com o caldo do frango até obter um creme espesso. Reserve. Leve ao fogo uma panela com o azeite e refogue a cebola e o alho picados. Deixe refogar até a cebola ficar macia e translúcida. Acrescente o peito de frango desfiado, beterraba e o colorau. Doure por 1-2 minutos. Em seguida acrescente a mandioca e misture tudo. Deixe cozinhar até ferver e acerte temperos. Sirva em seguida o caldo de mandioca com frango e cheiro verde.

7. Receita de sopa de mandioca com frango light e abobrinha

Ingredientes:

  • 6 pedaços de coxas e sobrecoxas de frango;
  • 1 cubo de caldo de frango light;
  • 1 cebola grande picada;
  • 4 dentes de alho amassados;
  • 1 colher de sopa de colorau;
  • 1 kg de mandioca descascada e cortada em pedaços pequenos;
  • 1 xícara de abobrinha picada em cubos.

Modo de preparo:

Refogue o frango com a cebola em uma panela de pressão com azeite até ficar dourado e cozido. Em seguida adicione o caldo dissolvido, o alho e o colorau na panela de pressão. Quando estiver bem refogado, acrescente a mandioca cortada em cubos e sem casca. Cubra com água, tampe a panela e deixe ferver por cerca de 30 minutos ou até estar macio. Abra, adicione abobrinha, tempere com sal e outros temperos da preferência. Deixe por mais 10 minutos e sirva. Se quiser pode bater no liquidificador ao invés de servir em pedaços.

8. Receita de sopa de mandioca com frango light e batata-doce

Ingredientes:

  • 500g de mandioca picada sem casca;
  • 200 gramas de frango cozido e desfiado;
  • 300g de batata-doce picada sem casca;
  • 2 cubos de caldo de legumes;
  • 2 colheres de azeite;
  • 1 cebola média;
  • 1 dente de alho;
  • 1 litro de água;
  • cheiro verde a gosto;
  • noz moscada a gosto;
  • pimenta do reino a gosto;
  • cheiro verde a gosto;
  • parmesão a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe o frango em cubos sem osso em panela de pressão com água até estar macia e cozida. Escorra e desfie. Reserve. Cozinhe a mandioca e reserve, reserve caldo deste cozimento. Cozinhe a batata-doce em outra panela até estar bacia. Bata no liquidificador a batata-doce, mandioca e o caldo de cozimento da mandioca até formar um creme, reserve.

Em uma panela junte o azeite e doure a cebola e o alho, refogue bem. Junte ao refogado a mistura batida no liquidificador, o caldo de legumes, a noz-moscada e a pimenta. Acerte o sal. Sirva com cheiro verde e parmesão.

O que você achou dessas receitas de sopa de mandioca com frango light que separamos acima? Pretende fazer alguma que tenha despertado a sua atenção? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it. ]]>
http://www.mundoboaforma.com.br/8-receitas-de-sopa-de-mandioca-com-frango-light/feed/ 0