Publicidade

 

Fitoesterois

Fitoesteróis Baixam o Colesterol Mesmo?

Você conhece os fitoesteróis? Estes são compostos encontrados em plantas e alimentos de origem vegetal e que têm muito em comum com o colesterol.

Publicidade

“Fito” quer dizer planta, e “esterol” é a nomenclatura dada para um tipo de moléculas encontradas em alguns organismos. Veja que as palavras fitoesterol e colesterol possuem o mesmo sufixo e isso não é por acaso. A estrutura molecular, tanto dos fitoesteróis quanto do colesterol, é bastante parecida e, justamente por isso, ambos são absorvidos pelo nosso organismo da mesma maneira.

Vamos falar um pouco mais sobre o que são os fitoesteróis e como eles funcionam no nosso organismo. Além disso, vamos indicar fontes naturais de alimentos que oferecem os fitoesteróis, além de suplementos de fitoesteróis em cápsulas.

Mas afinal, o que são os fitoesteróis?

Os fitoesteróis são um tipo de molécula encontrada em alimentos de origem vegetal, principalmente em castanhas, sementes e grãos.

Estas substâncias possuem uma estrutura muito parecida com a das moléculas do colesterol e, por isso, os seus nomes terminam da mesma forma, com o sufixo “esterol”.

A relação entre fitoesteróis e o colesterol não para por aí. Como a estrutura da molécula é muito parecida uma com a outra, o organismo não sabe diferenciá-las bem e realiza o processo de absorção das suas moléculas da mesma forma.

Então os fitoesteróis podem diminuir o nível de colesterol?

Imagine que o nosso corpo só pode absorver uma quantidade específica de moléculas do formato de “esterol”. Se você ingere mais moléculas de esterol que vêm de plantas e o organismo atinge sua capacidade máxima de absorção de esteróis, ele para de incorporar outras moléculas do mesmo formato.

Isso quer dizer que se você ingere mais alimentos da natureza, em vez de comer coisas muito gordurosas, o seu organismo vai incorporar uma quantidade muito maior de fitoesteróis, eliminando as moléculas do colesterol.

Publicidade

Esta descrição é apenas uma das formas que a ciência vê como funcionam os fitoesteróis. Isso porque ainda há muitas dúvidas sobre como estas substâncias agem no nosso organismo.

Mas, em geral, podemos sim dizer que os níveis de colesterol são afetados positivamente pelo consumo regular de fitoesteróis, já que eles são inibidores naturais da absorção de colesterol. Algumas pesquisas indicam que, além disso, os fitoesteróis podem inibir também a reabsorção do colesterol que já passou pela bile.

O nosso corpo não é capaz de produzir o fitoesterol sozinho, por isso nossa única fonte para conseguir este composto é através da alimentação. Não é à toa que quem é adepto de uma alimentação vegetariana raramente sofre de colesterol alto ou de problemas do coração. Estas pessoas consomem muito mais alimentos com fitoesteróis do que com colesterol.

Estudos

Diversos estudos já foram feitos para descobrir exatamente como os fitoesteróis funcionam no nosso organismo.

Alguns deles indicam que o consumo diário de pelo menos 2 gramas de fitoesteróis pode sim diminuir o colesterol ruim, o LDL. Alguns pesquisadores indicam que esta redução pode chegar a até 10%, se o consumo for regular. Os resultados podem começar a aparecer em menos de duas semanas.

Outros estudos apontam que o consumo regular de alimentos ricos em fitoesterol podem diminuir também o nível de triglicerídeos. Apesar de não haver nenhuma evidência de que esta substância possa aumentar o colesterol bom, ainda assim existem muitos benefícios em se consumir os fitoesteróis.

Qual é a quantia adequada de fitoesterol que devo consumir?

Estudiosos apontam que em uma dieta típica, podemos consumir cerca de 250 miligramas de fitoesterol, enquanto um vegetariano consome pelo menos o dobro deste valor.

Especialistas em nutrição afirmam que o consumo de grandes quantidades de fitoesteróis pode diminuir o colesterol rapidamente. Por isso, uma média de 1 a 2 gramas de fitoesteróis por dia deve ajudar a diminuir os níveis de colesterol e os resultados podem aparecer em até duas semanas.

Publicidade

Alimentos fontes de fitoesteróis

É importante ressaltar que a maioria dos alimentos de origem vegetal possuem fitoesteróis em sua composição, mas ainda há alguns alimentos cujo o nível de fitoesterol ainda não foi identificado pelos cientistas.

De qualquer forma, deixamos aqui uma lista com os alimentos mais ricos em fitoesteróis para que você dê preferência a eles na hora de se alimentar pensando em diminuir seus níveis de colesterol.

Valores para cada 100 gramas dos alimentos.

  • Milho: 952 miligramas;
  • Gergelim: 714 miligramas;
  • Semente de girassol: 534 miligramas;
  • Semente de linhaça: 338 miligramas;
  • Azeite de oliva: 232 miligramas;
  • Amendoim: 206 miligramas;
  • Grãos de soja: 161 miligramas;
  • Castanha de caju: 158 miligramas;
  • Amêndoas: 143 miligramas;
  • Ervilha: 135 miligramas;
  • Feijão-fava: 124 miligramas
  • Nozes: 108 miligramas;
  • Beterraba: 25 miligramas.

Suplementos de fitoesteróis em cápsulas

É importante lembrar que o uso de qualquer suplemento deve ser recomendado por um médico ou nutricionista, pois só assim você vai ter a certeza de estar consumindo o suplemento adequado para o seu caso.

Mas, se para você é muito difícil consumir estes e outros alimentos fontes de fitoesteróis, você pode recorrer ao consumo de suplementos alimentares que contam com os fitoesteróis em sua composição. Em geral, é recomendado o consumo de cápsulas de 75 a 100 miligramas antes ou durante as refeições

No entanto, há algumas controvérsias sobre os suplementos de fitoesteróis em cápsulas. Alguns pesquisadores afirmam que no processo de manufatura destes suplementos, os fitoesteróis perdem a sua eficácia.

Isso pode variar entre as diferentes marcas de suplementos e por isso é tão importante contar com o auxílio de um profissional do ramo.

Vale ter em mente também que esta não é uma pílula que você toma e ela vai destruindo o colesterol alto do corpo. Como vimos, os fitoesteróis afetam na absorção do colesterol. Então, de nada vai adiantar tomar o suplemento fora da hora de uma refeição, por exemplo.

De qualquer forma, aumentar o consumo dos alimentos ricos em fitoesteróis pode ser uma maneira fácil e natural de diminuir o colesterol.

Referências adicionais: 

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já conhecia os fitoesteróis e seus benefícios para o organismo? Pretende consumir alimentos ricos na substância para baixar o colesterol? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×