Publicidade

 

Intolerância a Lactose

Intolerância a Lactose – Sintomas, Causas, Tratamento e Dieta

A intolerância a lactose é um problema para mais pessoas do que você pensa. Intolerância a lactose (açúcar do leite) resulta de uma inabilidade de digeri-la no intestino delgado. A lactose é o principal carboidrato ou açúcar encontrado no leite, e em quantidades variantes em laticínios feitos de leite, incluindo iogurte, sorvete queijos e manteiga.

Publicidade

O que causa a intolerância a lactose?

A lactose é digerida no intestino delgado por uma enzima chamada lactase. A enzima permite que o corpo quebre a lactose em açúcares simples, glicose e galactose. Eles são rapidamente absorvidos pelo intestino e oferecem energia ao corpo. O nível da enzima lactase varia entre indivíduos, assim como a severidade dos sintomas causados pela intolerância a lactose. Algumas podem sofrer sintomas severos após consumirem pequenas quantidades de lactose. Outros podem ser capazes de tolerar pequenas quantidades de lactose como leite no chá, ou grandes quantidades divididas ao longo do dia. Os sintomas variam de um leve desconforto abdominal, inchaço e flatulência até cólicas abdominais e diarreia.

É raro que alguém nasça com intolerância completa a lactose. Algumas pessoas, especialmente aquelas com um plano de fundo racial particular, podem desenvolver intolerância a lactose gradualmente conforme envelhecem. A incidência é maior entre asiáticos, árabes, sul europeus, africanos e aborígenes australianos. É menos comum em pessoas de descendência europeia. A intolerância a lactose também pode ocorrer após uma crise de gastroenterite. Em tais casos, é uma condição temporária e desaparecerá em algumas semanas.

Quais São os Sintomas da Intolerância a Lactose?

Sintomas da intolerância a lactose incluem:

  • Náusea
  • Cólica
  • Gases
  • Inchaço
  • Diarreia

Os sintomas tendem a se desenvolver de 30 minutos a duas horas após beber leite ou comer laticínios. A severidade dos sintomas varia, dependendo da quantidade de lactose que uma pessoa pode tolerar. Algumas pessoas podem ser sensíveis a quantidades muito pequenas de alimentos que contêm lactose, enquanto outros podem comer maiores quantidades antes de notarem sintomas.

Como a Intolerância a Lactose é Diagnosticada?

Geralmente a intolerância a lactose é diagnosticada com base em sintomas e alívio desses sintomas quando se evita laticínios. Entretanto, certos testes podem ser usados para ajudar a confirmar o diagnóstico. Muitos médicos pedem que pacientes que suspeitam ter intolerância a lactose evitem leite e laticínios por uma a duas semanas para ver se os sintomas diminuem. Um dos testes a seguir pode ser feito para confirmar o diagnóstico.

  • Desafio do leite: Um desafio do leite é uma forma simples de diagnosticar intolerância a lactose. A pessoa faz jejum durante a noite e então bebe um copo de leite de manhã. Nada mais é ingerido por três a cinco horas. Se a pessoa é intolerante a lactose, o leite deve produzir sintomas dentro de várias horas após a ingestão.
  • Teste Respiratório de Hidrogênio: Mede-se a quantidade de hidrogênio na respiração após beber uma bebida rica em lactose. Níveis elvados de hidrogênio na respiração de três a cinco horas após a ingestão de lactose indica a digestão incorreta da lactose.
  • Glicose no sangue: Seu açúcar no sangue é medido por um período de duas horas após tomar uma bebida rica em lactose. Você deve jejuar antes do teste. Ao medir o nível de açúcar no sangue, o teste indica como o corpo digere a lactose.
  • Teste de acidez nas fezes: O teste de acidez nas fezes é para testar a intolerância a lactose em bebês e crianças. A criança toma uma pequena quantidade de lactose. O ácido láctico torna as fezes ácidas. Assim, crianças com intolerância a lactose desenvolvem fezes ácidas após consumirem lactose.
  • Biópsia Intestinal: O teste mais direto para intolerância a lactose é a biópsia intestinal para medir os níveis de lactase no revestimento intestinal. Entretanto, essas biópsias são invasivas e requerem análises especializadas que não estão disponíveis na maioria dos consultórios médicos. Assim, os níveis de lactase geralmente não são medidos através de biópsias, exceto para pesquisas.

O teste de glicose no sangue e respiração de hidrogênio não são feitos em crianças muito pequenas, porque podem causar diarreia severa. Se um bebê ou criança pequena está tendo sintomas de intolerância a lactose, o pediatra do seu filho provavelmente recomendará mudar do leite de vaca para o leite de soja até que os sintomas desapareçam. Leite e laticínios podem ser reintroduzidos lentamente com o tempo. Se for necessário confirmar o diagnóstico, um teste de acidez nas fezes pode ser feito.

Publicidade

Tratamento alimentar da intolerância a lactose

As mudanças alimentares para intolerância a lactose devem incluir inicialmente a exclusão de alimentos ricos em lactose. Se os sintomas passarem, pequenas quantidades de alimentos que contêm lactose podem ser reintroduzidas, e os sintomas, monitorados.

A maioria das pessoas pode determinar seu nível de tolerância a lactose. É muito raro que uma pessoa seja tão sensível a ponto de precisar excluir alimentos com pequenas quantidades de lactose, incluindo biscoitos, bolos e outros alimentos processados. É importante encontrar um substituto se alimentos importantes forem excluídos da dieta.

Quantidade de lactose em laticínios

A quantidade de lactose em laticínios varia muito, assim como os tamanhos das porções consumidas. A tabela a seguir lista a quantidade de lactose em porções normais de laticínios. Laticínios como o queijo geralmente são tolerados devido à sua pouca quantidade de lactose. O iogurte pode ser tolerado por alguns indivíduos já que um pouco da lactose é pré-digerida pelas bactérias do iogurte.

ALIMENTOPORÇÃOLACTOSE(gramas)CÁLCIO(mg)
LEITE – regular1 xícara/250 ml12285
LEITE – gordura reduzida1 xícara/250 ml13340
IOGURTE – regular200 g9340
IOGURTE – semi-desnatado200 g12420
QUEIJO – cheddar30 g0,02260
QUEIJO – creme cottage30 g0,122
MANTEIGA1 colher de chá0,031
SORVETE2 bolas – 50 g355

A quantidade recomendada de cálcio diariamente é de 800 mg para homens e mulheres, até a menopausa. Mulheres após a menopausa precisam de 1000 mg por dia. Mulheres grávidas precisam de 1100 mg, e mulheres amamentando precisam de 1200 mg.

Os alimentos mais comuns que são ricos em lactose incluem laticínios como leite, sorvete e queijo. A lactose também é adicionada a alguns alimentos como pães, cereais, molhos de salada, doces e lanches.

Publicidade

Alimentos que contêm soro de leite, subprodutos do leite, leite em pó e leite em pó desnatado também podem conter lactose.

A lactose também está presente em cerca de 20% dos medicamentos prescritos, como anticoncepcionais ( contraceptivos orais), e cerca de 6% dos medicamentos do balcão, como pastilhas para queimação e gases.

Substitutos para laticínios que contêm lactose

Há nos mercados hoje em dia uma grande variedade de leites de soja, iogurtes e sorvetes sem lactose. É melhor se esses alimentos forem enriquecidos com cálcio. Iogurtes com base de soja são uma fonte moderada de cálcio. Leite de soja em pó pode ser adicionado a bolos, sobremesas e molhos para aumentar a quantidade de cálcio. Leite de soja pode ser usado na cozinha como o leite de vaca. Sorvetes sem lactose incluem os com base de soja e muitos sorvetes de frutas.

Para aqueles que não toleram leite de soja ou preferem leite de vaca, há vários produtos de leite com pouca lactose disponíveis.

Eu Posso Ingerir Cálcio Suficiente se sou Intolerante a Lactose?

Pessoas intolerantes a lactose não precisam necessariamente consumir leite e laticínios para conseguir o cálcio que precisam para manter uma nutrição adequada. Os seguintes alimentos são boas fontes de cálcio e não contêm lactose:

Vegetais

  • Brócolis
  • Feijão carioca
  • Alface e verduras como espinafre e couve

Frutos do mar

  • Atum enlatado
  • Sardinha com os espinhos
  • Salmão enlatado com os espinhos

Outros alimentos

  • Suco de frutas enriquecido com cálcio
  • Leite de soja
  • Tofu (enriquecido com cálcio)

Comer de 2 a 4 porções desses alimentos ricos em cálcio por dia te ajudará a garantir que você está conseguindo cálcio suficiente na sua dieta.

A Vitamina D ajudará seu corpo a usar o cálcio. Você pode conseguir quantidades adequadas de vitamina D da exposição ao sol e ao consumir leite, ovos e peixes. Se você está preocupado por achar que pode ter deficiência de vitamina D, peça ao seu médico para fazer um exame. Você pode precisar tomar um suplemento.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você sofre de intolerância a lactose? Como e quando descobriu esta condição? Quais alimentos você utiliza para substituir os proibidos? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

6 comentários

  1. Boa tarde

    Descobri que tenho intolerância à lactose faz aproximadamente 1 ano.
    Está difícil de substituir os alimentos.
    Sofro muito.

  2. Boa tarde!

    Decobri que tenho intolerancia a lactose faz poucas semanas, junto com ela descobri tambem que estou com gastrite leve, procuro uma dieta que de para conciliar os dois.

  3. iolinda cardoso dutra

    bom dia ,descobri que tenho intolerância a lactose esta muito difícil pra mim.

  4. Boa noite! Descobri que tenho intolerância à lactose, e esta muito difícil porquê tudo que gosto contém lactose, quando como qualquer coisa que contém lactose minhas mãos incham e dói muito ,minha barriga incha,e muito ruim,a maioria dos produtos sem lactose e ruim. Tá difícil!

  5. Gostaria de saber se dor na barriga e normal pra quem tem lactose

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×