Publicidade

 

Laqueadura

Laqueadura Engorda?

A esterilização por Laqueadura é uma prática relativamente nova. As primeiras experiências do homem com esse procedimento vêm do século XIX, contudo, foi no século XX que essa técnica ganhou reconhecimento. Após os anos 60, com o uso de tecnologias mais avançadas, a Laqueadura veio a ser um dos principais e mais procurados método de esterilização definitiva e, de acordo com a OMS, o Brasil é o principal usuário dessa técnica.

Publicidade

Sua eficácia é quase que 100% garantida e as complicações durante e/ou após a cirurgia são mínimas. Apesar de ser um procedimento simples, muitas mulheres preocupam-se com os possíveis efeitos colaterais dessa cirurgia, e não abandonam a seguinte pergunta: Laqueadura engorda? Quais são os riscos disso acontecer?

Essas e outras dúvidas serão esclarecidas a seguir. Entenderemos como é a cirurgia da Laqueadura, seus tipos, as contraindicações e outros pontos importantes.

Entendendo o sistema reprodutor

Antes de mais nada, é importante situar quais são os órgãos do sistema reprodutor feminino e suas funções, para depois entender como a Laqueadura irá afetá-los.

O aparelho reprodutor feminino é constituído por dois ovários, responsáveis por liberar, todos os meses, os óvulos a serem (ou não) fecundados pelo espermatozoide. Produzem, ainda, hormônios sexuais femininos, como estrógenos e progesterona. As Trombas de Falópio (ou trombas uterinas) conduzem o óvulo em direção ao útero, sendo que a fecundação pode ocorrer durante esse transporte. O Útero fixa o óvulo fecundado e é onde este se desenvolve. Por último, há a Vagina, onde os espermatozoides são introduzidos.

Definição

A Laqueadura é uma cirurgia que requer internação e anestesia geral ou regional. Ela consiste em cortar, obstruir ou amarrar as tubas uterinas da mulher, impossibilitando o encontro entre óvulo e espermatozoide, e, consequentemente, evitando a fecundação.

A cirurgia dura, em média, quarenta minutos. Após o procedimento, é recomendado dez dias de repouso. É importante que a mulher evite ter relações sexuais por até uma semana. Após esse período, deve-se usar camisinha por aproximadamente 1 mês.

Publicidade

A Laqueadura não impede a contração de doenças sexualmente transmissíveis, por isso é importante utilizar outros anticoncepcionais, mesmo já tendo passado pela cirurgia.

Os tipos de Laqueadura

São três os tipos de procedimento para a realização da Laqueadura.

Por via Laparoscópica, o médico realiza uma pequena incisão perto do umbigo, na parte inferior do abdômen. Através desse corte, introduz-se um pequeno dispositivo (Laparoscópio) que facilitará a visualização das trompas e, assim, o médico poderá fechá-las com anéis e clips ou cauterizá-las.

Outro método é a Minilaparatomia, feito logo após o parto ou poucos dias depois. De ambos os lados do aparelho reprodutor, parte da trompa é removida.

Há, ainda, a Laqueadura Histeroscópica, que pode ser feita fora do ambiente hospitalar e apenas com anestesia local. É feita através da vagina e não necessita de cirurgia. Um dos tipos dessa Laqueadura é introduzir uma pequena mola, chamada Essure, nas trompas. Essa mola irá inflamar e sofrer efeitos do sistema imunológico, por ser um corpo estranho. Com a cicatrização, as trompas estarão fechadas. Com semelhante efeito da Laqueadura por molas, há a técnica Adiana que, a partir do endoscópio introduzido na vagina, emite radiofrequências no interior das trompas, inflamando-as.

Publicidade

Uma das principais perguntas das mulheres que procuram esse método de esterilização é se a laqueadura engorda. Será que esse método fácil e definitivo pode gerar o ganho de peso?

Laqueadura engorda?

A Laqueadura é uma cirurgia que não afeta diretamente nenhum órgão endócrino, nada tendo a ver com o metabolismo ou qualquer outro fator que gere o aumento de peso. Essa cirurgia é um dos métodos com menor taxa de efeitos colaterais e não é correto dizer que laqueadura engorda.

O ciclo menstrual da mulher continua o mesmo e os hormônios produzidos pelo ovário também. O ganho de peso após a Laqueadura só pode ser justificado se houver alteração na produção hormonal dos ovários, o que não é comum de acontecer.

Indicações

Todas as mulheres que optam nunca mais ter filhos, podem encontrar na Laqueadura um meio eficaz e permanente para isso. Deve-se ter confiança total na decisão, visto que as chances de engravidar tornam-se menores que 1%. O medo de engordar pode ser descartado.

Contraindicações e restrições legislativas

A primeira contraindicação é para as mulheres que não possuem total certeza de que não querem mais ter filhos. Pensando nos possíveis arrependimentos, a Lei Federal 9263, de 1996, estabelece penalidades e decreta que apenas mulheres acima de 25 ou que possuem dois ou mais filhos podem fazer Laqueadura. As mulheres que possuem doenças propícias a riscos de saúde para si própria ou para um futuro bebê (como diabetes de alto risco, pressão alta, eclampsia etc) também estão no direito de recorrer à cirurgia.

Para as que se enquadram nesses pré-requisitos, devem assinar um documento que apresenta os riscos e implicações da cirurgia, sendo autorizado o processo só após 60 dias da assinatura.

Existem efeitos colaterais?

Algumas complicações podem existir após a cirurgia, como infecções, lesões da bexiga ou dos intestinos, hemorragia interna ou problemas ligados à anestesia. Porém, a chance de alguma delas ocorrer é muito pequena, quase nula.

Quanto aos efeitos colaterais, estudos sobre isso ainda estão em desenvolvimento. Mesmo assim, algumas das mulheres que passaram pela cirurgia de Laqueadura sofreram irregularidade na menstruação, dores, alterações emocionais/sexuais e aumento de risco de futuras histerectomias, principalmente após cinco anos da cirurgia e em mulheres mais jovens.

O ganho de peso não é um fator relatado na lista dos prováveis efeitos colaterais dessa cirurgia. Portanto, as mulheres podem ficar tranquilas, pois é falso dizer que Laqueadura engorda.

Reversão: é possível?

A reversão é possível, mas não em todos os casos e a chance de dar certo beira os 20%. A principal condição para que a reversão seja possível é que os finais das trompas estejam presentes e sadios. É importante que a mulher esteja em uma idade propícia para engravidar, sendo que as mais jovens têm maiores chances de sucesso na cirurgia de reversão.

Para as mulheres que não tiverem sucesso nessa nova tentativa de engravidar, há ainda outras formas alternativas, como a fertilização in vitro.

Referências adicionais:

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Por que você acreditava que a laqueadura engorda? Você já fez o procedimento? Acabou ganhando ou perdendo peso? Comente sua experiência abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (67 votos, média: 3,72 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

29 comentários

  1. fiz mais tô vendo que to perdedo peso

  2. ola.estive fazendo a cirurgiae sinto dores mas apos ler o documentario acredito, que e passageiro.
    logo poderei retornar a rotina dos exercicios

  3. Fiz laquiadura e estou emagrecendo muito depoisdas ccomplicações

  4. Fiz e engordei bastante e estou com muita dificuldade para emagrecer o que não acontecia antes.

  5. Eu fiz a dois anos, engordei sim, e estou c MT dificuldade p perder..

  6. Vou fazer ainda e ouvi dizer que engorda por isso procurei ajuda

  7. Fiz a 8 anos e engordei muito

  8. Oi boa tarde eu acredito que engorda pos tenho 4 filhos tenho meu filho mas velho de 15 seg gravidez vei um casal de gêmeos até ai meu corpo tava normal ai então engravidei da minja quarta filha até no período de gestação eu quase nem engordei então fiz a laquidura e não demorou logo comecei pegar pesso e hoje sofro para perder tenho 34 anos e ta difícil fasso dietas caminhada aula de zumba mas ta difícil ent acredito sim que laquidura engorda

  9. Engordei. Pesava 68kg e hoje peso 92kg. Foi logo após a esta cirurgia. Pior que faz 07 anos e nunca voltei ao normal.

  10. clea marcia magalhães cordeiro

    Olá ,o médico fez laqueadura sem o meu consentimento e conhecimento, em que situações isso é comum pela legislação brasileira?

    • Karine Francine Ferreira

      isso nunca pode acontecer, vc pode processar o medico e o estado, além de receber indenização e eles serem obrigados a fazer cirurgia para reverter.

  11. Fiz a laquiadura tem 14 dias não sinto tanta dor mais minhA barriga. Esta inchada não sei se e normal foi um corte tipo da cesariana. Só q menor

  12. Fiz a laqueadura e engordei minha menstruação anteroutudo muda mudou em minha depois da laquiadura voltei a toma anticonsepisional pra conte a menstruação

  13. Tb acredito que engorda. Tenho 3 filhos e sempre voltei ao meu peso normal. Quando tive o terceiro, fiz a laqueadura no parto e novamente voltei ao meu peso normal. Quando meu caçula fez 2 anos e parei de amamentar, engordei mais que na gravidez. Meu peso era 59kg e hj peso 86kg. Já cheguei a pesar 90kg. Faço dieta, não como açúcar e nem gordura, malho 3x na semana(no mínimo) e não consigo emagrecer. Estou assim há 7 anos. Acredito que mude os hormônios sim. Fiz a laqueadura quando tinha 25 anos. Essa semana já marquei alguns médicos para saber sobre isso.

  14. Fiz fez 30 dias mas não engordei não só gostaria de saber quando posso voltar a fazer exercícios físicos….

  15. Fiz, faz um mês, no início fiquei com a barriga inchada mesmo. Mas logo depois já voltei ao normal. Espero não engordar, depois de ver essa matéria me animei, pois diz que não envolve nada com metabolismo que possa engordar.

  16. se os efeitos colaterais estão ainda em estudo , se tem muitas mulheres que relatam o aumento de peso e se há alterações no ciclo menstrual , alterações emocionais e sexuais não é certo dizer que a afirmação de que a laqueadora engorda é falsa e sim que não há estudos que indicam tal afirmação , mesmo porque só havera confirmação ou não se um médico cientista resolver investigar a fundo e fazer um estudo com as pessoas que acreditam que engordaram por causa da laqueadura.

  17. Estou pesquisando pois irei fazer mas estou com muito medo de engordar!!!!

  18. Tem mulher que come parecendo que esta despedindo do mundo como não que engordar? Quer milagre.👊

  19. Fiz a cirurgia há 4 dias no momento estou sem apetite. Mas realmente existe muitos relatos sobre mulheres que engordaram após a cirurgia, e se repararem bem o médico no fim do texto não descarta totalmente a chance de engordar por conta dos ovários poder ter uma desregulação nos hormônios ele diz ser raro mas acho que na vdd e raros os casos que não acontecem

  20. Oi meninas fiz a minha cirurgia a exatos 23 dias e estou em uma recuperação bem lenta com dores fortes ainda e fisgadas na virilha mais enfim estou no meu peso de 53 kilos novamente e Conversando com o médico pq tive cefaleia pós raque ele me disse que a laqueadura pode engordar sim e que vai do organismo de cada um e dá forma que a pessoa se alimenta e se cuida no pós operatório então a culpa não é dá laqueadura e sim do organismo de cada um e dá forma que a pessoa se cuida

  21. Fiz laqueadura a dezesseis anos. Eu engordei sim, e não voltei ao normal. Outra coisa que noitei foram meus cabelos, ficaram finos e demoram para crescer. Antes meu cabelo era Grosso e crescia muito rápido…. isso já aconteceu com alguém?

  22. Eu tive que retirar minhas trompas com 22 anos ,por causa de duas ectópica tubarias,acho que foi o meu organismo tive um grande aumento de peso, além de depressão ,minha menstruação continuou normal , mas sinto muitas dores na barriga e as vezes tipo caimbra na virilha, já fiz várias dietas sem sucesso ,meu metabolismo ficou muito lento.

  23. Fiz laqueadura em 2006, não engordei… porém tenho cólicas quando estou ovulando e meu fluxo aumentou um pouco.

  24. Olá!!! Fiz laqueadura tem 1 ano e 9 meses…. Tenho 3 moçinhas, das duas primeiras emagreci rápido…. agora dessa última que ganhei, esta dificil, fiz a cesariana e e em seguida a laqueadura. Não sei mais o que faço, me sinto inchada, faço atividades físicas, mudei minha alimentação… e nada!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×