Bio Salgante

Novo Sal para Hipertensos – O Que é e Como Funciona

A hipertensão, que é também conhecida pelo nome de pressão alta, é definida pela Associação Americana do Coração como a elevação constante da pressão arterial, que é a força que o sangue da gente faz, pressionando contra as paredes dos nossos vasos sanguíneos.

Existem dois tipos de hipertensão: a hipertensão primária e a hipertensão secundária. A primeira se desenvolve ao longo do tempo e os pesquisadores ainda não sabem com clareza quais mecanismos fazem com que a pressão aumente lentamente.

No entanto, acredita-se que a combinação de alguns fatores possa contribuir para o desenvolvimento da condição. Entre esses fatores encontram-se predisposição genética, algum tipo de mau funcionamento no corpo e um estilo de vida não saudável com uma dieta de baixa qualidade e falta de atividade física (estar com sobrepeso ou obeso aumenta os riscos de ter a doença).

Já a hipertensão secundária pode ser causada por uma série de condições de saúde e fatores como: doenças renais, apneia obstrutiva do sono, problemas na tireoide, cardiopatias congênitas, efeitos colaterais de medicamentos, uso de drogas ilegais, abuso ou uso crônico de álcool, problemas na glândula adrenal e tumores endócrinos.

Uma pesquisa do ano de 2015 do Ministério da Saúde do Brasil identificou que um em cada quatro brasileiros sofre com a doença, de acordo com o que informou a Agência Brasil da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Parte do tratamento da hipertensão envolve a diminuição do consumo de sódio nas refeições –, pacientes diagnosticados com a hipertensão devem manter o seu consumo diário do mineral em 1,5 mil mg.

Isso quer dizer que os hipertensos precisam controlar o seu consumo de sal. Afinal, cada grama de sal apresenta 400 mg de sódio e o ingrediente é considerado a principal fonte do mineral.

E o tal do novo sal para hipertensos? O que é?

O novo sal para hipertensos trata-se de uma espécie de novo sal sem sódio à venda no Brasil, cuja promessa é de ter o sabor idêntico ao do sal convencional, também conhecido pelo nome de cloreto de sódio.

O produto é comercializado pelo nome de Bio Salgante, foi autorizado e registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é apresentado como o primeiro sal de cozinha produzido no Brasil sem a presença de sódio em sua composição.

O novo sal para hipertensos é comercializado pela internet desde setembro de 2014. Na internet, encontra-se por exemplo uma caixinha de Bio Salgante com 50 sachês de 1 g cada pelo valor de R$ 17,81.

De acordo com o site do produto, além da internet, é possível adquirir o novo sal para hipertensos em estabelecimentos como supermercados, lojas de produtos naturais, armazéns, charcutarias, lojas de produtos médicos e hospitalares, hortifrutis, farmácias e drogarias em algumas regiões do Brasil.

A criação do novo sal para hipertensos

A respeito da criação do Bio Salgante: a fórmula do produto foi criada depois de uma pesquisa comandada pelo químico, farmacêutico e professor da Universidade de São Paulo (USP), Massayoshi Yoshida, que teve a sua invenção testada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O teste em questão foi realizado em ratos com pressão arterial normal e em ratos hipertensos, que passaram aproximadamente uma semana consumindo o sal comum na proporção que é recomendada para a ingestão humana, o que resultou em um aumento da pressão dos bichinhos.

Já quando o sal sem sódio foi utilizado dentro do mesmo padrão de teste, a pressão arterial de todos os animais – com pressão arterial normal ou elevada – foi mantida.

Como funciona o novo sal para hipertensos? 

Ao contrário do sal light, que já é um velho conhecido do mercado e é produzido a partir de uma mistura entre cloreto de sódio e cloreto de potássio, o novo sal para hipertensos – Bio Salgante – é fabricado somente à base de cloreto de potássio.

A empresa que produz o sal sem sódio garante que o sabor do produto é muito semelhante ao do sal convencional e que durante testes cegos realizados com ele, pessoas chegaram a confundir o gosto do produto com o do sal habitual.

Entretanto, para que não haja alterações no paladar, recomenda-se que os alimentos temperados com o Bio Salgante sejam cozinhados em fogo brando, em uma temperatura mais baixa do que 180º C.

Cuidados importantes

Ainda que esse novo sal para hipertensos seja mais saudável do que o convencional, ele também não pode ser consumido de maneira excessiva, porque tanto o cloro quanto o potássio podem prejudicar a saúde se forem ingeridos de modo exagerado.

O produto precisa de prescrição médica para ser utilizado e não deve ser usado por pacientes que sofrem com insuficiência renal.

O excesso de potássio proveniente do novo sal para hipertensos pode aumentar muito a presença do mineral no sangue, sendo especialmente perigoso para as pessoas diagnosticadas com problemas renais e podendo causar a diminuição da força muscular e o mau funcionamento do coração.

Mesmo quando o médico indicar ou liberar o uso do sal sem sódio, vale a pena conversar com ele para saber como pode utilizar o produto no dia a dia, qual a dosagem limite e esclarecer todas as dúvidas que tiver em relação ao Bio Salgante.

Ressalta ainda que o novo sal para hipertensos não representa a solução definitiva para a hipertensão – apenas pode facilitar a vida de quem sofre com a doença. Precisamos lembrar que o sódio e o sal não estão presentes somente no sal de cozinha que adicionamos aos alimentos – eles também são encontrados em diversos produtos do dia a dia, especialmente os industrializados.

Portanto, o cuidado com o controle da ingestão de sódio e sal deve continuar, assim como todas as outras orientações passadas pelo médico para o tratamento da hipertensão devem continuar a ser rigorosamente observadas.

Você já tinha ouvido falar no novo sal para hipertensos? Possui a pressão alta e por isso procura alternativas para o uso de sal? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*