Gorduras trans

OMS Adverte Todos os Países a Abolir Alimentos com Gorduras Trans em 5 Anos

A Organização Mundial de Saúde está pedindo a todas as nações que eliminem os alimentos com gorduras trans artificiais nos próximos cinco anos.

A agência das Nações Unidas, anteriormente, pressionou os países para exterminar doenças infecciosas, mas agora tem como objetivo eliminar um risco ligado a doenças crônicas.

Espera-se que o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, faça a chamada para a ação em uma coletiva de imprensa em Genebra nesta semana.

As autoridades acreditam que isso pode ser feito em cinco anos porque o trabalho está em andamento em muitos países. A Dinamarca fez isso 15 anos atrás, e desde então mais de 40 países de renda mais alta têm trabalhado para tirar os aditivos que entopem o coração de seus suprimentos alimentares.

A OMS está pressionando os países de renda média e baixa a retomar a luta, disse Francesco Branca, diretor do Departamento de Nutrição para Saúde e Desenvolvimento da OMS.

Gorduras trans artificiais são substâncias nocivas que são criadas quando o hidrogênio é adicionado ao óleo vegetal para torná-lo sólido, como na criação de margarina. Especialistas em saúde dizem que ele pode ser substituído por óleo de canola ou outros produtos.

Há também gorduras trans naturais em algumas carnes e produtos lácteos. A OMS recomenda que não mais do que 1% das calorias de uma pessoa provenha de gorduras trans.

“As gorduras trans são um composto prejudicial que pode ser removido facilmente sem grandes custos e sem qualquer impacto na qualidade dos alimentos”, disse Branca.

Os países provavelmente terão que usar a regulamentação ou legislação para conseguir que os fabricantes de alimentos façam a mudança, disseram especialistas.

O Dr. Tom Frieden, ex-diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, que trabalhou com funcionários da OMS no chamado, considerou tais mudanças sem precedentes.

“O mundo está agora voltado para os principais ‘assassinos’ de hoje – particularmente doenças cardíacas, que matam mais pessoas do que qualquer outra causa em quase todos os países”, disse Frieden, presidente de um projeto financiado por filantropia em Nova York chamado Resolve to save lives.

Os alimentos gordurosos trans tornaram-se cada vez mais populares a partir dos anos 50, em parte porque os especialistas na época pensavam que eram mais saudáveis do que cozinhar com manteiga ou banha. Os fabricantes de alimentos gostavam de gorduras trans artificiais porque eles prolongam a vida de prateleira do produto e aumentam o sabor. Eles passaram a usá-las em biscoitos e alimentos fritos.

Mas os estudos gradualmente revelaram que as gorduras trans prejudicam os níveis de colesterol no sangue e aumentam o risco de doenças cardíacas. Defensores da saúde dizem que as gorduras trans são a gordura mais prejudicial à saúde e dizem que desempenham um grande papel em mais de 500.000 mortes em todo o mundo a cada ano.

Você consome alimentos que contenham gorduras trans artificiais, como por exemplo a margarina? Substituiria por outro tranquilamente, sabendo dos riscos à saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*