Mamão

Papaína: Para Que Serve, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Extraída do mamão, a papaína é uma enzima proteolítica, ou seja, que auxilia no processo de digestão das proteínas. Como resultado dessa digestão, temos os aminoácidos, fundamentais para a formação de massa muscular no nosso corpo.

Publicidade

Vamos entender um pouco mais sobre essa enzima que ainda é pouco conhecida por aqui, mas que já pode ser encontrada na forma de suplemento. Para que serve a papaína, e quais são seus benefícios?

O que são enzimas?

Enzimas são proteínas fundamentais para nosso corpo, pois graças a elas milhares de reações químicas acontecem a todo instante, mantendo o equilíbrio e funcionamento adequado do nosso organismo. A função de toda enzima é catalisar (acelerar) reações químicas que mantêm nosso metabolismo funcionando adequadamente. Como a papaína é uma enzima digestiva, sua atuação se dá no estômago, onde ajuda a dissolver de maneira mais eficiente as proteínas provenientes da nossa alimentação.

O que são aminoácidos?

Você já viu um brinquedo chamado Lego? Provavelmente sim. O propósito por trás dele nada mais é que juntar pequenos blocos até se formar uma estrutura maior (uma casa, por exemplo). Pois assim é o nosso músculo. Vários blocos (os aminoácidos) se juntam e dão origem à estrutura que conhecemos por proteína.

Várias proteínas juntas formam nossos tão importantes (e desejados) músculos. Logo, o princípio é esse: você come um filé de peixe, ele irá ser digerido no seu estômago, e os aminoácidos resultantes desse processo irão lhe ajudar a formar mais massa muscular. E é aí que entraria a papaína.

Para que serve a papaína?

Nativa das Américas, a papaína vem sendo utilizada há muito tempo para os mais diversos fins, desde auxiliar na indigestão, vômitos e enjoos, até como pomada cicatrizante. Seu uso mais comum aqui no Brasil é como amaciante de carnes.

A papaína está presente tanto no mamão verde como no maduro, mas sua maior concentração encontra-se no fruto ainda verde, sobretudo na casca.

Quando ingerimos proteínas, as enzimas proteolíticas (lise= quebra) naturalmente presentes no nosso estômago, fazem sua decomposição em aminoácidos (com o auxílio do ácido clorídrico). A papaína serve para auxiliar nesse processo, acelerando a quebra de proteínas em unidades menores- os aminoácidos.

E quais os benefícios da Papaína? A Papaína tem efeitos colaterais? Pois sim, a papaína possui diversos benefícios, assim como alguns efeitos colaterais.

Abaixo vamos falar um pouco mais sobre alguns dos benefícios e efeitos colaterais da papaína.

Benefícios da Papaína

  • Auxiliar da Digestão: Provavelmente um dos maiores benefícios da papaína seja realmente ajudar na digestão de proteínas. Um estudo da Universidade de Michigan (EUA) encontrou evidências de que a papaína auxiliaria nas reações enzimáticas no estômago, intestino e pâncreas.
  • Antioxidante: O excesso de radicais livres pode levar ao envelhecimento precoce e ao surgimento de doenças. Um dos benefícios da papaína seria exatamente ajudar a combater esses radicais, contribuindo para a melhora geral da nossa saúde.
  • Cicatrizante: Utilizada topicamente (sobre o ferimento), a papaína poderia auxiliar na cicatrização de ferimentos, como queimaduras e irritações.
  • Beneficia o Sistema Imunológico: Uma pesquisa recente sugere que a papaína auxiliaria o sistema imunológico durante o tratamento do câncer. O papel da papaína seria modular os leucócitos, fundamentais na linha de defesa do nosso corpo.
  • Formação de massa muscular: Talvez na academia você já tenha ouvido falar que a papaína auxilia no ganho de massa muscular. Como dissemos anteriormente, a papaína poderia auxiliar na digestão de proteínas, acelerando a quebra em aminoácidos. E os aminoácidos são o Santo Graal de todos aqueles que querem ganhar um corpo mais musculoso.
    No entanto, embora a papaína possa auxiliar na digestão, ela não consegue influenciar na absorção dos aminoácidos, que é feita no intestino delgado. Simplificadamente, seria como o trabalho de um dono de loja que aumenta a quantidade de produtos em uma prateleira: a oferta de produtos é maior, mas quem decide se vai comprar ou não é você. O comerciante não tem poder sobre isso. Mas se a prateleira estiver com poucos itens, você pode não ter vontade de comprar nada.
  • Combate o Herpes zoster: Um estudo alemão feito com 192 pessoas pesquisou os efeitos da papaína sobre o vírus do herpes. Metade dos pacientes tomou aciclovir, o medicamento mais comum para o tratamento dessa enfermidade, enquanto a outra metade uma fórmula com diversas enzimas, entre elas a papaína. Após 14 dias, os pesquisadores não notaram diferenças significativas entre os grupos, o que pode sugerir que a papaína seja eficiente como uma coadjuvante no tratamento do herpes.

Efeitos Colaterais da Papaína

Não chega a ser exatamente um efeito colateral, mas se você quer emagrecer, a papaína pode ter um efeito contrário no processo. Isso porque, ao ingerir a papaína após a refeição, você estará acelerando a digestão das proteínas, o que levará a um esvaziamento mais rápido do estômago. Para quem quer perder peso, isso pode não ser nada interessante, pois diminuirá a sensação de saciedade, podendo trazer consigo a indesejada fome.

Também não existe nenhum indício de que a papaína atue na queima de gorduras. E como seus suplementos similares, a papaína não é recomendada para gestantes e lactantes. Apesar disso, é importante salientar que a maioria dos suplementos de papaína contêm também lipase, que é uma enzima que atua na quebra de gorduras pelo organismo.

Há relatos de problemas estomacais, como dor de estômago e até mesmo gastrite após uso da papaína. Sob a forma de emplasto ou pomada para a pele, seu uso inadequado pode levar a queimaduras ou irritações no local.

Outro efeito colateral menos comum é a braquicardia, ou seja, diminuição do número de batimentos cardíacos, que pode vir acompanhada de cansaço, fadiga e confusão mental. Se você apresentar qualquer um desses sintomas, interrompa imediatamente o uso do suplemento e fale com seu médico.

Por último, vale lembrar que nosso corpo naturalmente já sintetiza a quantidade adequada de enzimas para todos os processos que nele ocorrem diariamente. Assim, ao fazer uso prolongado da papaína como auxiliar na digestão, você pode fazer com que seu organismo passe a produzir menos enzimas digestivas a longo prazo, pois o corpo entende que já há uma quantidade suficiente delas.

Como tomar a Papaína

Como nosso organismo não produz a papaína, a únicas maneiras de obtê-la são através da ingestão de mamão ou de suplementação. Disponível no mercado na forma de pó ou pastilhas mastigáveis, a papaína pode ser tomada após refeições onde houve grande conteúdo proteico (rodízio de carnes, por exemplo). Não há indicações exatas sobre a dose ideal de papaína a ser ingerida diariamente, mas alguns fabricantes falam entre 6 e 150mg/ dia como sendo uma quantidade segura.

Se você tem problemas digestivos ou quer fazer uso da papaína para outros fins, sugerimos que fale antes com seu médico. Toda suplementação deve ser feita de maneira responsável e com acompanhamento profissional, a fim de minimizar a ocorrência dos indesejáveis efeitos colaterais.

Consideração final

Não dá para falar que a papaína emagrece ou queima gorduras, mas podemos afirmar que ela pode ajudar na digestão, aliviando aquela sensação de estar “empapuçado” pós-refeição. Não há estudos que comprovem sua eficácia no ganho de massa muscular, embora facilite no processo de digestão de proteínas. Por isso, ela tem sido utilizada para esse fim por alguns bodybuilders.

Referências Adicionais:

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já tinha ouvido falar da papaína? Conhece alguém que tenha a utilizado como suplemento para ganho de massa muscular? Você a usaria? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Tenho 2 hernias discal e aconselharam-me a comer mamão pois a papaina faz com que o nervo que esta saliente e que provoca dores volta ao local e aí a dor vai diminuíndo até desaparecer. Estou comendo mamão nas 3 refeições e tenho me sentido melhor. Será que me podem explicar como este processo agi na hernia?
    Atenciosamente
    Mena Dória

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*