Dormir mal

Por Que Dormir Pouco Faz Mal? 12 Consequências e Riscos

Publicidade

Quem nunca teve uma noite de insônia, ou teve uma festa durante a semana e teve que ir trabalhar no dia seguinte sem ter tido muito tempo para descansar? Sabemos que a sensação de não ter uma noite bem dormida nos deixa irritado, confuso e com menos rendimento para nossas rotinas diárias.

Mas o que muitos não sabem, é que dormir pouco também prejudica a vida sexual, memória, aparência e até mesmo a capacidade de perder peso, trazendo com isso inúmeras consequências para nossa saúde.

É claro que uma única noite de sono mal dormida não irá te causar riscos graves, mas uma semana sem uma boa noite de sono já é o suficiente para desencadear problemas mais graves.

Por que dormir pouco faz mal? Confira abaixo 12 riscos e consequências causadas pela falta de sono:

1. Acidentes

Alguns estudos mostram que ter uma noite de sono mal dormida e sentir sonolência na hora de dirigir diminui o tempo de reação no trânsito. Estudos comparam que pessoas com sono no volante são tão perigosas quanto pessoas embriagadas dirigindo.

Além disso, a má qualidade de sono também pode levar a acidentes e lesões no trabalho.

2. Perda de atenção

O sono desempenha um papel fundamental para recarregar nossas energias e estarmos disponíveis para um novo dia. Mas, caso isso não aconteça, a falta de sono prejudica a atenção, o raciocínio e a resolução de problemas, fazendo com que o aprendizado se torne mais difícil.

Além disso, as horas de sono que temos à noite também servem para “fixar” memórias na mente. Caso contrário, você não conseguirá guardar apropriadamente informações novas adquiridas no dia.

3. Problemas mais sérios

Em casos extremos, noites mal dormidas podem levar a problemas mais sérios, tais como:

  • Doenças cardíacas;
  • Ataque cardíaco;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Arritmia;
  • Pressão Alta;
  • Acidente vascular encefálico.

Pesquisas demonstraram que pessoas que dormem menos que cinco horas por noite correm maior risco de desenvolver diabetes, mais especificamente a diabetes tipo 2. Isso acontece pois a falta de sono altera a forma com que o corpo processa a glicose.

Além disso, de acordo com alguns estudos, 90% de pessoas com insônia ou distúrbios do sono possuem outras condições de saúde.

4. Problemas Sexuais

Por que dormir pouco faz mal para a sua vida sexual? Especialistas da área do sono dizem que homens e mulheres que sofrem de insônia podem ter menos interesse em sexo e taxas de libido mais baixas.

Um estudo feito em 2002 Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, revelou que homens que sofrem de apneia do sono também têm baixos níveis de testosterona.

5. Infertilidade

Além da diminuição da libido, a dificuldade de engravidar também tem sido apontada como resultado de noites sem dormir bem. Noites de sonos irregulares levam à redução da secreção de hormônios reprodutivos, podendo causar problemas na hora da concepção.

6. Maiores chances de depressão e ansiedade

Problemas relacionados com distúrbios do sono também foram relatados em algumas pessoas que têm depressão. Uma pesquisa feita em pessoas que sofriam de depressão e ansiedade revelou que elas dormiam menos de seis horas por noite.

Além disso, um outro estudo realizado em 2007 com 10.000 pessoas revelou que aqueles com insônia tinham cinco vezes mais chances de desenvolver depressão. Aliás, a insônia é frequentemente um dos primeiros sintomas da depressão.

Quanto mais, insônia mais forte pode ser a depressão e vice-versa. Vendo por um lado positivo, caso a pessoa opte por tratar o problema de sono, consequentemente estará também tratando sua depressão.

7. Falta de sono provoca maior mal-estar mental

Uma única noite sem dormir direito pode nos deixar irritados e sensíveis no dia seguinte. Não é a toa então que a insônia pode causar transtornos de humor, depressão e ansiedade a longo prazo.

8. Envelhece a pele

Quem nunca ouviu falar quem uma boa noite de sono é ótima para a beleza? E isso não é um mito. Por que dormir pouco faz mal para a saúde da pele e para a beleza? Primeiramente, pessoas que não dormem bem acordam com olheiras, pele amarelada e olhos inchados.

Além disso, quando temos uma noite de sono mal dormida, o corpo libera o hormônio do estresse em maior quantidade, e quando liberado em quantidades excessivas, o cortisol pode quebrar o colágeno da pele, que é a proteína que mantém a pele macia e elástica.

É durante o sono que também há a liberação do hormônio de crescimento, que ajuda jovens no crescimento e os mais velhos no aumento da massa muscular e no fortalecimento de pele e ossos. Além disso, esses hormônios também reparam células e tecidos.

9. Ganho de peso

Noites mal dormidas também são relacionadas ao ganho de peso. De acordo com estudos, pessoas que dormem menos de seis horas por dia possuem 30% mais chances de se tornarem obesos. Isso acontece pois a falta de sono reduz os níveis de um hormônio chamado leptina (hormônio que avisa ao cérebro quando você está satisfeito), e aumenta os níveis da grelina (que é um estimulante do apetite).

Além disso, a falta de sono faz com que o corpo libere níveis mais elevados de insulina após comer, promovendo maior armazenamento de gordura e aumentando o risco do desenvolvimento de diabetes tipo 2.

10. Maior risco de morte

Pesquisadores comprovaram que problemas de sonom pode afetar o risco de morte. De acordo com estudos feitos pela “Harvard Medical School”, o risco de morte aumenta em 15% em pessoas que dormem menos de 5 horas.

11. Problemas no sistema cardiovascular

O sono desempenha um papel fundamental em reparar vasos sanguíneos e o coração. Dormir pouco pode levar a um maior risco de problemas crônicos de saúde, como hipertensão arterial, doenças cardíacas e acidente vascular cerebral.

Segundo “Harvard Medical School”, pessoas com hipertensão que passam somente uma noite sem dormir bem já têm motivo suficiente de ter uma pressão arterial elevada durante todo o dia seguinte.

12. Sistema de imunidade alterado

Ao dormirmos, nosso sistema imunológico produz citocinas de proteção e anticorpos que se protegem de infecções; dessa forma, ele luta contra substâncias estranhas como bactérias e vírus. Essas citocinas e outras substâncias também ajudam no sono, fornecendo ao sistema imunológico mais energia e defesa contra resfriados e gripes. Além disso, estudos feitos em 2009 descobriram que quem dorme menos de sete horas por noite corre três vezes mais risco de pegar um resfriado.

Por isso, noites mal dormidas impedem que seu sistema imunológico trabalhe corretamente. E segundo estudos, não dormir corretamente faz com que seu corpo seja menos propenso de afastar invasores e pode levar mais tempo de se recuperar de doenças.

Quantas horas preciso dormir?

Agora que já vimos por que dormir pouco faz mal, vamos entender quantas horas de sono são necessárias para um funcionamento correto do organismo.

O indicado é termos entre sete a nove horas de sono por noite de acordo com a “National Sleep Foundation”, mas esse número de horas pode aumentar ou diminuir dependendo da pessoa. Você pode observar sozinho quanto tempo você precisa, e acompanhar como você se sente. Assim que descobrir uma quantidade ideal para você, tente mantê-la durante todas as noites.

Em geral, se você acorda cansado e achar que precisaria de mais um tempo para dormir, você ainda está cansado.

Geralmente, a falta de sono é um fator relacionado a maus hábitos, mas caso você ache que o problema possa ser mais sério, converse com um médico para descobrir a causa.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você compreendeu completamente por que dormir pouco faz mal? Quantas horas por dia tem conseguido dormir? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Publicidade
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*