Saiba Como a Famosa Barriga de Cerveja é Formada

Quem não conhece alguém que não dispensa uma cervejinha com os amigos após os expedientes ou aos finais de semana e ostenta orgulhosamente a famosa barriguinha de cerveja? Mas ao se deparar com uma dessas panças redondinhas ou avantajadas – que são mais comuns nos homens – você já chegou a se perguntar como é que ela é formada? É justamente isso que nós vamos descobrir hoje.

A bebida em si não tem uma substância ou composto específico que cause automaticamente o aumento da circunferência da barriga. Um dos problemas está na quantidade de calorias ingeridas com o consumo da cerveja.

Geralmente, um copo da bebida possui 150 calorias. O número não é tão alto, mas sabemos que nem sempre as pessoas se limitam a apenas um copo. Aliado a isso, está o fato de que enquanto bebe o consumidor tem o seu apetite aumentado – já que ela não oferece fibras, vitaminas ou minerais ao organismo – e, por conta disso, ainda pode comer uns petiscos de acompanhamento, o que certamente deixará o número de calorias ingeridas nas alturas.

Para ver qual poderia ser essa quantia de calorias na realidade, vamos pensar em uma situação hipotética: o rapaz sai com os colegas do trabalho depois do expediente e consome quatro copos de cerveja junto com uma porção de batata frita. Serão 600 calorias só com a bebida, mais as 137 calorias da batata, trazendo um total de 737 calorias.

Como se isso já não fosse ruim o suficiente, os problemas causados pelo excesso da cerveja à boa forma não param por aí. É que a grande quantidade de álcool demanda uma alta carga de trabalho ao fígado, que precisa priorizar a queima do álcool e das suas toxinas, antes de eliminar a gordura.

Assim, a metabolização da gordura dos outros alimentos ingeridos acaba ficando em segundo plano e a substância é armazenada no corpo.

A situação será ainda pior caso a pessoa que consome religiosamente a cervejinha não tenha uma alimentação equilibrada e balanceada e abuse dos carboidratos e gorduras.

Depois dos 35 anos

velho-cerveja

Mais grave pode ser o caso dos amantes de cerveja que já passaram dos 35 anos de idade. É que depois dessa faixa etária o metabolismo fica mais lento e o processo de queima de gorduras se torna ainda mais difícil.

Se além de exagerar na cerveja, ter mais de 35 anos e não ter uma alimentação saudável, a pessoa também for sedentária, o resultado será uma grande e arredondada barriga de cerveja.

Como afirmou o especialista em nutrição Steve Miller, “a barriga será tão grande de acordo com o excesso de comida ou bebida e a falta de exercícios.” Já deu para perceber que não tem outro jeito, não é mesmo? Quem deseja se livrar ou não quer ganhar uma enorme pança tem que maneirar no consumo da cerveja, praticar exercícios físicos e melhorar a alimentação.

Você tem medo de que surja uma barriga de cerveja, por causa da quantidade da bebida que tem tomado frequentemente? Ou já tem percebido a barriga avantajada e se preocupa com isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

3 comentários

  1. Bom dia eu me vejo nessa mesma situação da barriga de cerveja, tenho 48 anos e tenho uma vida sedentária, trabalho 08 hs diárias, sempre sentado na sua totalidade, não faço nenhum esforço físico, as vezes tento uma caminhada de manha no fim de semana. Para completar tenho um problema nos joelhos, artrose nos dois e não posso correr que ficha inchado logo.
    Gostaria de saber como faço para perder esse “pança” imensa sem afetar os joelhos, pois preciso emagrecer por causa da saúde, sou hipertenso e colesterol alto.

  2. Olá,
    No dia a dia tenho uma alimentação balanceada porém arrazo no final de semana com cerveja e comidas super calóricas (pastel, batat frita, massas). Tenho 29 anos e percebi que minha barriga cresceu muito e pra frente como se fosse inchada. Existe um local de acúmulo de gordura preferido pelo corpo ou pela circunstância ou pelo tipo de alimento?

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*