Publicidade

 

Sertralina Emagrece ou Engorda?

A sertralina é um medicamento que, apesar de indicado para outro fim, é classificado informalmente como tendo um efeito emagrecedor. Porém, é um antidepressivo cuja principal intenção é o controle de serotonina presente no corpo, uma vez que uma das funções deste neurotransmissor engloba o controle de humor dos indivíduos.

Publicidade

Entretanto, diversos pacientes afirmam que a sertralina engorda, levando à crença de que poderia ser consumida também para atingir este fim. Em sentido contrário, e em número bem menor, outros pacientes também acusaram que a sertralina engorda.

Então, afinal de contas, a sertralina emagrece ou não?

O que é sertralina?

A sertralina pertence a uma categoria de medicamentos conhecida como Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina (ISRS), indicados no tratamento de depressão, transtornos obsessivos compulsivos, distúrbios de ansiedade e também doenças orgânicas, como a fibromialgia e a tensão pré-menstrual. Foi introduzido no mercado em 1991, pela Pfizer. 

Como funciona

O medicamento atua no equilíbrio químico de serotonina no cérebro ao coibir a receptação deste neurotransmissor e aumentando sua concentração, uma vez que certos distúrbios nesse harmonia química podem levar a depressão, pânico, ansiedade ou sintomas de Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Como efeito, ajuda a inibir transtornos compulsivos e a reduzir sintomas de ansiedade.

A sertralina emagrece mesmo?

É preciso ter em mente que a sertralina não é um medicamento cuja função é o emagrecimento. Em verdade, é um remédio que não possui efeitos emagrecedores ou de ganho de peso, sendo majoritariamente neutro neste aspecto.

Entretanto, ao diminuir os níveis de ansiedade – geralmente excessivos em transtornos psiquiátricos – pode levar aquele que o toma a desenvolver um maior controle ao selecionar melhor os alimentos e a quantidade em que os consome. Em algumas pessoas, ainda, tem os efeitos secundários da perda de apetite e de enjoos, que levariam a menor ingestão de comida. Ou seja, quando estes efeitos acontecem, pode-se dizer que a sertralina emagrece.

As expectativas com a ação emagrecedora do remédio, portanto, não devem ser altas. O emagrecimento, se ocorre, decorre do medicamento realizar adequadamente sua real função enquanto antidepressivo, ou por efeitos colaterais não tão frequentes.

Publicidade

E quando a sertralina engorda?

Assim como é possível dizer que a sertralina emagrece em alguns casos, existem casos de pacientes que obtiveram aumento de peso ao tomar o medicamento. Os motivos, porém, são meramente especulativos e derivam de efeitos colaterais do remédio tanto para o ganho quanto para a perda de peso. Alterações no apetite, maior vontade de consumir carboidratos, mudanças hormonais, retenção de fluidos, falta de exercícios, metabolismo mais lento são todas hipóteses para eventualmente alguém atestar que a sertralina engorda.

Contraindicações

A principal contraindicação é para quem é alérgico à sertralina, mas utilização de Pimozida concomitantemente à sertralina também é enfaticamente contraindicada. Deve-se interromper o uso de um dos medicamentos antes de iniciar a tomada do outro. É preferível ainda que não se utilize a sertralina e, ao mesmo tempo, inibidores da monoamida oxidase (IMOA), também utilizados no tratamento para a depressão.

A sertralina também deve ser evitada por gestantes e no período de amamentação, uma vez que pode causar problemas pulmonares e outras complicações para a criança. Outro grupo que deve evitar consumir este medicamento é o de menores de 18 anos. Especialmente nestes dois casos, um médico deverá ser consultado e informado destes fatos antes de iniciar o tratamento com sertralina. Porém, não se deve interromper o uso sem falar com seu profissional de saúde.

Caso você tenha doença renal ou hepática, epilepsia e convulsões, sangramentos recorrentes, disfunções de coagulação sanguínea, transtorno bipolar e um histórico de abuso de drogas ou pensamentos suicidas, deve informar seu médico antes de começar o tratamento com sertralina.

Efeitos colaterais

Quanto aos efeitos colaterais que a sertralina pode provocar, os mais comuns são a sudorese, a boca seca, a diarreia, o cansaço, a sonolência, tonturas, náuseas, insônia, palpitações e taquicardia, além de dificuldades relacionadas à digestão. Outra efeito indesejado da sertralina é sua potencialidade de levar à anorexia.

Existem, porém, efeitos colaterais mais sérios, como manifestações depressivas e pensamentos de suicídio, rigidez e câimbras musculares, fraqueza, alucinações, febre alta, fácil aparição de hematomas e sangramentos, problemas de memória, dificuldades respiratórias, tremor e perda de peso extrema. No aparecimento de qualquer um dos sintomas, não somente dos mais graves, recomenda-se que o médico seja informado rapidamente.

Seu médico deverá ser imediatamente informado no caso da aparição de novos efeitos, ou na ocasião da piora de alguns deles, tais como: alterações no humor, ansiedade, ataques de pânico e dificuldade para dormir. Vale o mesmo caso você sinta irritabilidade, impulsividade, agitação, hostilidade, agressividade, hiperatividade (mental ou física), aumento na depressão ou pensamentos suicidas ou sobre se machucar.

Em todos os casos, recomenda-se consultar seu médico sobre os possíveis efeitos colaterais em seu caso específico, além de informá-lo seu histórico médico e quais outros medicamentos já fazem parte de sua rotina.

Cuidados

Vale lembrar que medicamento algum deve ser tomado visando uma solução para o rápido emagrecimento, já que perder peso é um processo que deve ser feito gradualmente. A rapidez com que se alcançará o resultado depende de genética e do metabolismo da pessoa, mas também tem muita relação com os alimentos que ela consome e se há ou não a prática de exercícios em sua rotina. A aliança entre uma dieta balanceada a atividades físicas regulares sempre deve ser a base de qualquer plano para emagrecer.

A sertralina é um fármaco que necessita de prescrição médica, especialmente por sua função não ser a mesma de outros remédios emagrecedores. Caso haja perda de peso ao tomá-la, isto tem pouco a ver com seu propósito, e é somente através de efeitos secundários do tratamento de sintomas de doenças como a depressão e a ansiedade que a sertralina emagrece.

Publicidade

Fontes adicionais:

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você teria coragem de tomar um remédio como a sertralina para emagrecer, mesmo sabendo que não é seu propósito e que há efeitos colaterais graves? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (83 votos, média: 3,98 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×