Publicidade

 

Stomach Vacuum

Stomach Vacuum Funciona? Faz Mal? Como Fazer e Dicas

Você já ouviu falar do Stomach Vacuum? Pois bem, a tradução ao pé da letra seria vácuo de estômago, mas também é possível encontrar do nome de vacuum abdominal. Trata-se de uma técnica que foi amplamente utilizada por fisiculturistas como Arnold Schwarzenegger, Frank Zane e Lee Haney.

Publicidade

O objetivo do exercício é criar uma linha de abdômen mais fina e, de acordo com o que a fisiculturista Karen Sessions escreveu no BodyBuilding, o movimento trata-se de uma contração isométrica, que tenciona o músculo sem movimentá-lo, do músculo transverso abdominal.

O transverso abdominal está localizado na região da linha da cintura e tem a função de comprimir as vísceras contra a coluna lombar. É o músculo que puxa o abdômen para dentro.

De acordo com Karen Sessions, um transverso abdominal forte pode criar uma Manobra de Valsalva forte. Essa técnica consiste em um exalar do ar potente que é necessário para contrair um músculo durante uma intensa carga de trabalho.

Ela ainda explicou que a construção dessa região muscular é algo benéfico para ganhar mais controle do abdômen e obter uma assistência melhor na hora de fazer levantamentos explosivos.

Stomach Vacuum funciona? 

Karen Sessions garante que o Stomach Vacuum funciona. A fisiculturista afirmou que a técnica pode resultar na diminuição da região da barriga em somente três semanas.

Sessions ainda disse que se trata de um dos melhores exercícios que uma pessoa pode executar para reduzir a cintura e que a técnica pode fazer com que algumas pessoas percam de cerca de 5 cm até aproximadamente 10 cm da região do abdômen ao longo das três semanas.

Publicidade
Publicidade

Mas há um porém em toda essa história. Para ter resultados positivos, a fisiculturista também afirmou que é necessário que a pessoa tenha hábitos alimentares apropriados (leia-se saudáveis e de acordo com o objetivo para o corpo), consuma uma quantidade adequada de água e tenha um percentual de gordura no corpo de nível baixo a moderado. De acordo com ela, o máximo aceitável é de 12% a 15% de gordura corporal.

Outra que defende a ideia que o Stomach Vacuum funciona é a especialista em fitness Ariane Hundt. Ela relatou que o exercício dá resultados graças ao fato do praticante segurar os abdominais em tensão durante um período prolongado de tempo.

No entanto, Ariane também alertou para o fato de que não basta fazer o exercício algumas vezes por semana. Segundo ela, para ver resultados é necessário que a pessoa já esteja em boa forma.

Seguindo a linha de Karen Sessions, ela explicou que para ver os músculos abdominais é preciso seguir uma dieta adequada, o que leva a um teor baixo de gordura no corpo, que é o que permite ter definição na região.

Além disso, uma pesquisa do ano de 1999 realizada por cientistas da Austrália sugeriu que isolar o músculo transverso abdominal, que é como a execução do Stomach Vacuum funciona, pode auxiliar a amenizar dores nas costas e contribuir com a estabilidade.

Publicidade

Entretanto, as coisas podem não ser tão simples quanto parecem. O especialista em condicionamento e fortalecimento Tony Gentilcore alertou que apesar do exercício poder ser útil em períodos de reabilitação após uma lesão, é praticamente impossível conseguir fazer o Stomach Vacuum sem o auxílio de um profissional.

Ele explicou que isso acontece porque é difícil para o praticante saber se está realmente acionando o músculo em questão sem alguém para guiá-lo durante o movimento e prestar atenção para ver se a forma do corpo está adequada.

E para quem deseja ter um tanquinho, Gentilcore afirma que isolar ou fazer o vacuum abdominal no músculo transverso do abdômen é uma perda de tempo. Para ele, é mais efetivo ficar com os exercícios tradicionais para o abdômen.

Em relação à dor nas costas, pesquisas do especialista na região da espinha, o médico Stuart McGill, solidificaram a ideia de que o problema não é melhorado ao acionar somente um músculo como o Stomach Vacuum faz, mas sim por meio do fortalecimento de toda a região do core como um todo.

A ideia é que aprender a acionar todo o core, como ocorre no Pilates ou em exercícios para fortalecer os abdominais, como é o caso das pranchas abdominais, é mais eficiente para a saúde da espinha e da lombar.

Como fazer o Stomach Vacuum

Uma das maneiras de fazer o exercício é na posição em pé, como ensinado pela fisiculturista Karen Sessions no BodyBuilding. Funciona da seguinte forma: na posição ereta, colocar as mãos nos quadris e exalar completamente todo o ar dos pulmões. Expandir o peito e levar o estômago para dentro o máximo que puder e segurar. Uma dica de Karen é imaginar-se tentando tocar o umbigo na espinha dorsal.

Depois que a pessoa dominar o exercício, a fisiculturista aconselha executá-lo não somente em pé, mas também de joelhos, sentado e deitado.

O vídeo a seguir também mostra como o exercício pode ser executado:

Para a primeira semana, ela recomenda três séries de 20 segundos de Stomach Vacuum. Para a segunda, três séries de 40 segundos e na terceira três séries de 60 segundos.

No entanto, antes de incluir o movimento na sua rotina de treinos, converse com o seu personal trainer para saber se ele é mesmo indicado para o seu caso e como ele pode ser utilizado na sua rotina (frequência, número de séries e repetições).

O Stomach Vacuum faz mal? 

É importante alertar para o fato de que o exercício pode aumentar a pressão arterial enquanto o músculo é contraído de maneira isométrica. Por isso, o movimento não é indicado para mulheres que estejam grávidas e pessoas que já sofram com a hipertensão.

Para se certificar de que o movimento não trará problemas para o seu corpo, recomendamos que você converse com o seu médico sobre ele, explicando a técnica, como Stomach Vacuum funciona e perguntando se não existem riscos para você.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você conhece alguém que pratique esse exercício e afirme que o Stomach Vacuum funciona? Tem curiosidade de praticá-lo para conferir os resultados da técnica? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

×