L-tirosina

Tirosina: O Que é, Para Que Serve, Alimentos Ricos e Suplemento

A tirosina é um dos 22 aminoácidos que são utilizados pelas células do corpo humano para sintetizar proteínas. Por ser produzida naturalmente dentro do próprio corpo humano, a tirosina é considerado um aminoácido não essencial, ou seja, teoricamente não precisaríamos consumir tirosina adicional para que ela desempenhe seu papel dentro do organismo.

O que pesquisas mostraram, no entanto, é que ao suplementar a quantidade de tirosina, pode se adquirir múltiplos benefícios particularmente úteis a diferentes processos dentro do corpo, incluindo a produção de uma série de neurotransmissores. Vamos entender a seguir o que é tirosina no mundo da suplementação e também na alimentação, mostrando os alimentos ricos em tirosina, para que serve e todos os benefícios que tem sido estudados.

A origem

A palavra original Tyrosine, vem do grego e significa queijo. Uma referência ao fato de que este suplemento foi descoberto pela primeira vez na caseína, uma proteína de queijo, em 1846.

O que é Tirosina – Uma visão geral dos efeitos do suplemento

A tirosina é um suplemento que oferece uma gama de efeitos estimulantes. Ela pode melhorar o humor, aumentar a concentração e dar mais energia ao organismo.

Ela tem efeitos contra a ansiedade, principalmente se combinada com outros aminoácidos adequados.

A suplementação com tirosina pode melhorar tanto as função cerebrais quanto as que regulam a saúde do corpo como um todo. Ela age de forma e eficaz e natural no organismo.

Onde encontrar tirosina

A tirosina é encontrada num certo número de fontes de alimentos ricos em proteínas. Isso inclui frango, peru, peixes, amendoins, amêndoas, abacate, leite, queijo, iogurte, bananas e produtos de soja. Ela também é abundante na insulina, bem como em outras enzimas importantes.

Para que serve a tirosina – Efeitos no organismo

A tirosina desenvolvida no corpo humano a partir de outro aminoácido, a fenilalanina. Quando ingerida na forma de suplemento, seja pó, pílula, ou cápsula, ela é absorvida pela corrente sanguínea e entra rapidamente no sistema nervoso central. Uma vez no cérebro, ela atua na produção de uma série de neurotransmissores importantes, utilizados para gerar sinais elétricos entre os neurônios.

Ao aumentar os níveis de neurotransmissores como adrenalina, noradrenalina e dopamina, a tirosina modifica processos químicos do organismo relacionados com o estado de alerta, atenção e foco no cérebro.

E mais…

Outra ação da tirosina está na produção e síntese de melanina. O pigmento responsável pela cor dos cabelos e da pele. O suplemento também ajuda no funcionamento dos órgãos que são responsáveis ​​pela regulação de hormônios, como as glândulas suprarrenais, a hipófise e a tireoide. Ela também está diretamente envolvida na construção da estrutura de quase todas as proteínas no organismo.

Alimentos ricos em tirosina

  • Algas (spirulina, em especial, que rica em vários nutrientes)
  • Soja
  • Ovo
  • Aves como peru, codorna, galinha, pombo e pato
  • Frutos do mar como caranguejo e camarão
  • Peixes como o bacalhau, atum e salmão
  • Carne de porco
  • Queijo cottage e outros com baixo teor de gordura
  • Castanhas como amêndoas e amendoins
  • Sementesde abóbora e de gergelim
  • Feijões

Benefícios da tirosina

O maior benefício da tirosina é a sua capacidade de redução de níveis de estresse. Uma série de estudos atesta que ela interage com a produção de hormônios como a adrenalina e a noradrenalina e, além de aliviar o estresse, também reduz a sensação de frio, fadiga, cansaço e insônia. Há também algumas evidências que sugerem que ela seja benéfica na regulação das funções cognitivas, no desempenho mental e no desenvolvimento da capacidade intelectual.

Este suplemento também pode ser eficaz para ajudar a prevenir a depressão. Isto se dá principalmente devido à produção de neurotransmissores como a dopamina, um regulador do humor. A dopamina também pode melhorar o desejo sexual e a libido.

A Suplementação de tirosina é benéfica na manutenção de um peso corporal saudável. Ao aumentar os níveis de noradrenalina e adrenalina, este composto é capaz de estimular a queima da gordura armazenada além de suprimir o apetite.

O suplemento L-Tirosina

O suplemento de tirosina é oficialmente chamado L-tirosina, sendo o L uma referência à palavra left, que em inglês significa esquerdo – uma alusão à forma como a sua cadeia de aminoácidos se organiza.

Por ser um aminoácido, utilizado principalmente para construir proteínas, ele é também um elemento vital para alguns dos neurotransmissores mais importantes do nosso corpo.

O L-tirosina é recomendado em determinadas situações em que a sua produção pode não ser suficiente como quando estamos doentes, sob estresse, ou sofrendo de insônia. Pesquisas com animais mostram que os níveis de interação entre os neurotransmissores cerebrais declinam com o estresse, o que dificulta o bem-estar. Os mesmos estudos mostram que os suplementos de tirosina revertem esse declínio, melhorando as funções cerebrais.

Os benefícios do suplemento L-tirosina

O suplemento L-tirosina reabastece os neurotransmissores do cérebro, impedindo a fadiga. Os neurotransmissores são necessários por manter as atividades mentais, controlar a ansiedade, a tensão arterial e a secreção de alguns hormônios. É por isso que ele é vital para manter as atividades do cérebro balanceadas e colabora para a sensação de um estado de espírito saudável.Ele desempenha um papel importante na produção dos hormônios da glândula tireoide e pode ajudar a mantê-la funcionando corretamente. Níveis baixos de tireoide são associados com memória fraca, fadiga, depressão e diminuição da libido.

Lista de Benefícios – Para que serve a tirosina

Veja a seguir alguns benefícios do L-tirosina já apontados em estudos científicos. Entenda para que serve a tirosina como suplemento e as principais alegações:

1. Modula os efeitos do estresse agudo

Em um estudo feito com a suplementação de L-tirosina em animais percebeu-se que só houve resultados no grupo que havia sido submetido a situações de estresse. Concluiu-se então que tirosina complementar pode ser útil terapeuticamente em pessoas expostas cronicamente ao estresse.

Em outro estudo, o pré-tratamento com tirosina suplementar não só impediu a depressão comportamental e o esgotamento do hipotálamo observado após um estresse agudo, mas também suprimiu o aumento da corticosterona, um hormônio liberado no plasma sanguíneo e que tem função reguladora de estresse.

2. Melhora o desempenho cognitivo em condições estressantes

Um estudo que analisou os efeitos deste aminoácido no desempenho de tarefas cognitivas constatou que a suplementação com tirosina pode, em circunstâncias caracterizadas por estresse físico e psicossocial, reduzir os efeitos do estresse e fadiga na execução de tarefas de percepção. Outro estudo descobriu que a suplementação com tirosina pode potencializar a memória durante a execução de tarefas simultâneas.

3. Estimula a sensação de bem estar

Assim como os antidepressivos, a tirosina pode aumentar o humor em situações de estresse ambiental, psicossocial e físico. Estudos mostraram que ele trata os sintomas de depressão sem quaisquer efeitos colaterais adversos. Ele aumentaria a sensação de confiança e diminui a ansiedade. Isto porque nos sentimos melhor quando nosso cérebro funciona bem.

4. Combate a fadiga

Deficiência de tirosina significa mais estresse, fadiga e depressão.

Estudos recentes sobre os efeitos do L-tirosina sobre o sono e fadiga em trabalhadores, mostraram que os participantes tratados com tirosina, tiveram um bom rendimento por 3 horas adicionais, comparado ao grupo que recebeu placebo. Em outras palavras, a tirosina pode ajudá-lo a se manter ativo por mais tempo, mesmo sem dormir.

5. Melhora o desempenho durante o treino

L-tirosina é utilizado como um suplemento pré-treino porque aumenta a resistência e diminui os sintomas de exaustão. Usuários garantem que obtiveram melhores resultados no seu desempenho e no tempo de resistência durante os exercícios físicos após ingerirem o suplemento.

6. Promove perda de peso

Embora ainda haja poucos estudos sobre a relação entre L-tirosina e a perda de peso, verificou-se que quando utilizada associada a outros suplementos de perda de peso, ela se mostrou um elemento potencializador para a perda de peso em pacientes obesos.

O suplemento foi manipulado para induzir a termogênese, promover a saciedade e a queima de gordura através da estimulação do sistema nervoso.

Acredita-se também que o aminoácido é eficaz porque inibe o ganho de peso induzido pelo estresse.

Como tomar tirosina – Dosagem recomendada

Estudos clínicos indicam que a tirosina pode ser consumida em quantidades de até 12 gramas por dia, dividida em várias doses.

Doses mais altas não são recomendadas exceto com recomendação médica.

Suplementos L-tirosina são mais bem absorvidos quando tomados no intervalo das refeições para evitar que outros aminoácidos dos alimentos possam inibir a sua absorção.

Entre Outros suplementos podem ser recomendados para serem associados a L-tirosina estão suplementos de ácido fólico, vitamina B6 e de cobre. Eles são importantes para a biossíntese de neurotransmissores a partir de tirosina.

Efeitos colaterais da tirosina

Embora este suplemento seja muito bem tolerado e reconhecido como seguro para a saúde existe alguns efeitos colaterais que precisam ser considerados. Entre os principais efeitos adversos estão enxaquecas e dores de estômago e desconforto intestinal. Estes ocorrem com mais frequência quando o L-tirosina é usado em doses mais elevadas.

A suplementação de tirosina não é recomendada para pessoas diagnosticadas com hipertireoidismo, que estejam em tratamento contra o mal de Parkinson, que estejam tomando hormônios sintéticos para a tireoide ou sofra de doenças que possam ser agravadas pelo rápido aumento da pressão arterial.

Referências adicionais:

  1. Fu, Ai Ling, et al. “A novel therapeutic approach to depression via supplement with tyrosine hydroxylase.” Biochemical and biophysical research communications 351.1 (2006): 140-145.
  2. Webster, Diana, and Joanne Wildgoose. “Tyrosine supplementation for phenylketonuria.” Cochrane Database Syst Rev 4.8 (2010).
  3. Kalsner, Louisa R., et al. “Tyrosine supplementation in phenylketonuria: diurnal blood tyrosine levels and presumptive brain influx of tyrosine and other large neutral amino acids.” The Journal of pediatrics 139.3 (2001): 421-427.
  4. Carnazzo, Joseph W. “Method for improving delivery of tyrosine supplementation.” U.S. Patent No. 6,294,579. 25 Sep. 2001.
  5. van Spronsen, Francjan J., et al. “Phenylketonuria: tyrosine supplementation in phenylalanine-restricted diets.” The American journal of clinical nutrition 73.2 (2001): 153-157.

Você conhece alguém ou você mesmo tenha tomado um suplemento de tirosina para emagrecer? Como foi o resultado? Agora que você sabe o que é, para que serve e os alimentos ricos, achou que vale a pena tomar suplemento de L-tirosina? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (103 votos, média: 3,87 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

7 comentários

  1. olar boa tarde ….. qual a metria prima que as farmacia de manipulação usa para fazer o suplimento de l tirosina

  2. Quem está com os exames normais de TSH e t4 livre, toma t4 mas esta com a temperatura basal baixa, 35 graus. Poderia toma a tirosina?

    • Que pena que o endereço do link não está funcionando. Deu endereço IP/servidor não encontrado. Gostaria muito dessa lista de fórmulas de manipulação.

  3. Ola gostaria de fazer esteaminoácido na farmácia de manupulacao e qual a grama correta para cada cápsulas. Obrigado

  4. Para qual medico eu solicito essa receita?? Clinico geral? Endócrino?

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*