Você Sabia? As Esteiras Foram Criadas para Punir Prisioneiros

Provavelmente é seguro dizer que ninguém realmente ama fazer esteira. É um exercício realmente um pouco monótono. Não é verdade que às vezes a máquina parece fazer o tempo se mover mais devagar?

Agora é hora de conhecermos a surpreendente história da origem da esteira. Se você de fato não é nenhum fã da esteira, irá entender totalmente a conexão: a máquina de exercícios agora presente em 100% das academias mundo afora foi inventada em 1817 para punir prisioneiros.

O engenheiro responsável pela máquina foi um inglês chamado William Cubitt. Cubitt supostamente pensou que os prisioneiros (que passavam até seis horas por dia no dispositivo de tortura) seriam punidos fisicamente e emocionalmente por um trabalho tão exaustivo e sem sentido como o que você vê nas imagens abaixo.

Em 1895, as esteiras eram consideradas tão brutais que se supunha que os prisioneiros que eram levados para caminhar sobre elas nunca se atreveriam a cometer outro crime.

Depois de várias décadas, as esteiras chegaram eventualmente a instalações de cuidados de saúde, onde foram usadas como equipamentos de laboratório para testar a saúde cardíaca das pessoas. A esteira não havia entrado no caminho de nossas casas ou academias até a década de 1970.

Depois disso, a corrida finalmente foi desencadeada como uma tendência fitness e um passatempo (um pouco) favorável; e outro engenheiro, este chamado Bill Staub, criou uma versão acessível e doméstica de uma esteira de laboratório. Dentro de algumas décadas, Staub teve um negócio próspero e depois foram surgindo vários concorrentes.

Em 2008, mais de 50 milhões de americanos usavam uma esteira para se exercitar. Cerca de 19 milhões dizem usar uma esteira pelo menos 100 vezes por ano.

Você sabia que a história da esteira tinha começado desse jeito? Tem o costume de fazer exercícios aeróbicos na esteira? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*