Foto: Reprodução/ Internet

A deformação abdominal de Keone Pearson, o novo Mister Olympia

Foto: Reprodução/ Internet

No mundo do fisiculturismo, um nome que vem ganhando destaque por suas conquistas extraordinárias é Keone Pearson, também conhecido como ‘O Prodígio’.

Foto: Reprodução/ Internet

A sua ascensão no mundo do bodybuilding é notável, especialmente após sua vitória na categoria 212 do Mister Olympia, um feito surpreendente considerando sua trajetória recente.

Foto: Reprodução/ Internet

Keone, nascido em 23 de fevereiro de 1995, em Warner Robins, Georgia, EUA, teve um início de carreira no esporte diversificado.

Foto: Reprodução/ Internet

Ele iniciou o levantamento de pesos como uma maneira de melhorar seu desempenho no futebol americano, e foi nesse processo que descobriu sua paixão pelo fisiculturismo.

Foto: Reprodução/ Internet

Seu talento tornou-se evidente com suas primeiras vitórias em 2016 e 2017. Em 2018, Pearson se tornou profissional, estreando no Mister Olympia em 2019 na categoria Classic, competindo com nomes como Chris Bumstead.

Foto: Reprodução/ Internet

Contudo, um detalhe que se destacou durante a competição foi a forma física de Pearson. Especialistas perceberam nele uma diástase abdominal, uma condição em que há uma separação excessiva dos músculos retos do abdômen.

Foto: Reprodução/ Internet

Esta lesão ocorre quando o tecido ao redor destes músculos sofre dano por excesso de tensão, um desafio comum entre fisiculturistas. Foi surpreendente ver essa condição em Pearson, especialmente no fisiculturismo de alto nível, onde a aparência e estética dos músculos é essencial.

Foto: Reprodução/ Internet

A conquista de Keone Pearson, mesmo com essa dificuldade física, destaca não só sua técnica e dedicação, mas também levanta discussões relevantes sobre os desafios físicos que atletas de alto rendimento enfrentam no fisiculturismo.

Criação:  Fabiano Souza

Imagens:  Divulgação/Internet