Foto: Reprodução/ Internet

Cientistas recomendam 2 fatias de pizza por semana. Entenda

Foto: Reprodução/ Internet

Apesar de o hábito de comer pizza ser frequentemente considerado um excesso na alimentação, um estudo realizado por cientistas italianos sugeriu que ela poderia ter alguma utilidade em relação à artrite reumatoide.

Foto: Reprodução/ Internet

A pesquisa foi divulgada pela revista Nutrients em 04/08 e associou a ingestão regular e moderada de pizza a efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, benéficos à saúde das articulações.

Foto: Reprodução/ Internet

Os pesquisadores acreditam que as vantagens são frutos de dois ingredientes, o queijo muçarela e o azeite de oliva.

Foto: Reprodução/ Internet

A artrite reumatoide é uma doença caracterizada pela inflamação crônica das articulações, como cotovelos e joelhos.

Foto: Reprodução/ Internet

Essa condição é causada por problemas no funcionamento do sistema imunológico e resulta em sintomas como dor, inchaço e desconforto.

Foto: Reprodução/ Internet

Os pesquisadores acompanharam 205 voluntários com idades entre 18 e 65 anos. Eles concluíram que aqueles que consumiam até dois pedaços de pizza por semana tinham um risco menor de apresentar sintomas de artrite reumatoide

Foto: Reprodução/ Internet

Porém, os cientistas alertaram que os benefícios encontrados na pesquisa estão associados à receita da pizza tradicional italiana, que contém uma composição nutricional equilibrada de carboidratos, proteínas e gorduras.

Foto: Reprodução/ Internet

As conclusões não valem para as pizzas congeladas. Além disso, o exagero no consumo de qualquer pizza leva a uma alta ingestão de calorias, carboidratos e gorduras, o que faz mal para a saúde.

Criação:  Fabiano Souza

Imagens:  Divulgação/Internet