Como uma proteína pode ajudar a recuperar as lembranças perdidas pelo Alzheimer

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Proteína kibra pode restaurar a memória perdida pelo Alzheimer, mostra estudo dos EUA.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A proteína se chama kibra e é importante para a formação da memória nas sinapses.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Os cientistas mediram os níveis de kibra no líquido cefalorraquidiano de humanos com Alzheimer.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Eles descobriram que quanto mais grave a demência, menor a quantidade de kibra no cérebro.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Em testes com camundongos, a proteína kibra restaurou a função sináptica e a memória.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O mais surpreendente é que a kibra funcionou mesmo sem eliminar as proteínas tóxicas do Alzheimer.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O estudo abre a possibilidade de usar a kibra como terapia para melhorar a memória após a perda.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Criação:  Aléxia Silveira

Imagens de celebridades: Instagram Outras Imagens: Banco de imagens