Foto: Reprodução/ Internet

Descubra maneiras de se resguardar contra vírus de celular que desviam Pix e esvaziam a conta.

Foto: Reprodução/ Internet

No Brasil, um vírus de celular que consegue desviar dinheiro através do Pix está se espalhando, tornando-se a segunda fraude mais comum na América Latina, com 1.385 casos registrados em 2023.

Foto: Reprodução/ Internet

Os criminosos conseguem trocar o destinatário e o valor da transferência durante o golpe do Pix, levando até 95% do saldo da conta.

Foto: Reprodução/ Internet

Para infectar os celulares, os hackers usam notificações e aplicativos falsos, como o falso WhatsApp.

Foto: Reprodução/ Internet

O Google Play retirou um desses aplicativos fraudulentos após alerta da Kaspersky, mas a ameaça persiste.

Foto: Reprodução/ Internet

O malware acessa dados do smartphone por meio de opções de acessibilidade, espiando a rotina da vítima para disparar o vírus e adulterar o Pix.

Foto: Reprodução/ Internet

Para se proteger, é fundamental suspeitar de qualquer notificação que solicite "acesso às opções de acessibilidade" e selecionar cuidadosamente os aplicativos que recebem essa permissão.

Foto: Reprodução/ Internet

A tática de desvio de Pix é escolhida pelos criminosos pela velocidade e pela dificuldade de rastrear os valores devido aos pagamentos instantâneos.

Criação:  Phelipe Guerrero

Imagens:  Divulgação/Internet