Foto: Reprodução/ Internet

Granola, a aliada ou vilã da saúde?

Foto: Reprodução/ Internet

A granola é um alimento nutritivo, feito com cereais, sementes, frutas secas, mel, e aveia, mas surge a dúvida: é adequada para diabéticos?

Foto: Reprodução/ Internet

De acordo com a nutricionista Liliane Oppermann, os diabéticos podem consumir granola sem açúcar, pois os grãos integrais e sementes fornecem fibras, proteínas e gorduras saudáveis.

Foto: Reprodução/ Internet

Não há uma quantidade ideal de consumo, pois varia de pessoa para pessoa, mas é importante verificar o rótulo e evitar excessos.

Foto: Reprodução/ Internet

A American Diabetes Association recomenda que os diabéticos monitorem o tamanho das porções de alimentos e os carboidratos, com uma recomendação geral de 1/4 a 1/2 xícara de granola por porção.

Foto: Reprodução/ Internet

A granola é versátil e pode ser combinada com iogurte, frutas ou aveia no café da manhã, consumida pura ou com frutas no lanche da tarde, ou adicionada a saladas para uma textura crocante e sabor.

Foto: Reprodução/ Internet

Durante a pandemia, 78% das pessoas aumentaram os cuidados com a qualidade da alimentação e a saúde.

Foto: Reprodução/ Internet

A granola, quando consumida com moderação e atenção aos ingredientes, pode ser uma opção saudável para pessoas com diabetes. Pois, ajuda a manter a saciedade e estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Criação:  ISABEL SANTOS

Imagens:  Divulgação/Internet