Foto: Reprodução/ Internet

Quais ameaças à saúde devem ser consideradas ao se ingerir cravo-da-índia?

Foto: Reprodução/ Internet

O cravo é benéfico em quantidades moderadas para combater a inflamação e proteger contra danos dos radicais livres.

Foto: Reprodução/ Internet

O consumo excessivo de cravo pode levar a toxicidade, hipoglicemia e reações alérgicas graves.

Foto: Reprodução/ Internet

O cravo interage negativamente com anticoagulantes, aumentando o risco de sangramento em pessoas com distúrbios hemorrágicos.

Foto: Reprodução/ Internet

O cravo-da-índia é amplamente utilizado na culinária, em condimentos e perfumes.

Foto: Reprodução/ Internet

O óleo de cravo pode causar irritação na pele, olhos e vias respiratórias, sendo inflamável e perigoso se ingerido.

Foto: Reprodução/ Internet

O consumo moderado de cravo como alimento é geralmente seguro, mas a segurança de doses maiores não está bem estabelecida.

Foto: Reprodução/ Internet

O óleo de cravo contém eugenol, que pode afetar a coagulação do sangue e interagir com medicamentos, sendo importante consultar um médico antes de usá-lo.

Criação:  Aléxia Silveira

Imagens:  Divulgação/Internet