Inspire-se: 15 Transformações de Corpo Incríveis

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Quem está muito acima do peso sabe – mesmo que não admita – que uma hora ou outra terá que sair do lugar comum e começar a cuidar do corpo, não somente para emagrecer e alcançar a boa forma, mas principalmente para se tornar uma pessoa saudável.

Se esse é o seu caso, mas ainda lhe falta um pouco de motivação para mudar o estilo de vida, acompanhe com a gente essas 15 histórias de transformações de corpo incríveis que podem te fazer acreditar em si mesmo:

1. Martha Price, 52 anos – 38 kg a menos

7aboaforma 7bboaforma

Martha Price achava que tinha uma alimentação saudável, mas a sua dieta rica em açúcar e seu costume de comer porções grandes nas refeições não a ajudavam a manter a boa forma. Foi então que ela procurou um treinador em um centro de emagrecimento no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos e começou fazendo pequenas mudanças na dieta, que com o passar do tempo se tornaram permanentes em sua rotina.

Ela começou a tomar café da manhã e aumentou a frequência de suas refeições, passando a comer cinco vezes ao dia em pequenas porções e de três em três horas, o que fez com que ela perdesse mais de 38 kg.

Hoje, Martha presta mais atenção aos rótulos dos alimentos e se permite comer o que tem vontade ocasionalmente, para não ficar passando tanta vontade. Sua dica é não deixar de contabilizar as calorias que consome durante o dia, anotando-as em um caderninho ou diário alimentar.

2. Patti Murillo-Casa, 55 anos – 46 kg a menos

7cboaforma 7dboaforma

Em 2009, a moradora de Nova Iorque Patti Murillo-Casa pesava em torno de 108 kg e estava diabética. Após receber a ordem do médico que se não emagrecesse, teria que começar a tomar injeções de insulina, ela se matriculou em uma academia próxima de sua casa e apenas andando na esteira, conseguiu perder os primeiros 13,5 kg.

Consciente, ela não parou por aí. Patti passou a frequentar aulas de zumba, spinning e de treinamento com pesos. A americana conta que logo foi fisgada pela malhação e que as aulas pareciam muito mais um encontro entre amigos do que sessões de exercícios. Assim, em 2012 ela alcançou o peso desejado e hoje tem 46 kg a menos.

Quer conseguir o mesmo que ela? Então que tal chamar os amigos e começar a se exercitar duas vezes por semana em sessões de 30 minutos? Trace com eles um objetivo em conjunto e combinem de que ninguém pode ficar inventando desculpas para fugir da malhação.

3. Avis Weiss, 35 anos – 33 kg a menos

7eboaforma 7fboaforma

Depois de sofrer durante anos com o efeito sanfona, Avis Weiss chegou aos mais de 96 kg, com a autoestima lá embaixo. Foi então que ela decidiu que queria emagrecer de uma vez por todas e começou a fazer exercícios de fortalecimento ensinados em revistas.

Depois de um mês, Avis comprou DVDs de programas de treinamento e passou a segui-los, fazendo apenas pequenas modificações como um número menor de repetições e o uso de pesos mais leves nos exercícios de levantamento. Com o tempo, ela conseguiu eliminar 33 kg e apesar de não ter alcançado ainda o seu peso ideal, se sente muito feliz por ter ficado mais forte e sua autoestima melhorou bastante.

4. Rachel Lima, 39 anos – 38,5 kg a menos

7gboaforma 7hboaforma

Para perder os 38,5 kg que conseguiu eliminar, Rachel Lima tratou de reduzir o tamanho das porções de suas refeições para 1/3 da quantia que costumava comer, e todas as vezes que desejava comer uma guloseima, como um sorvete, ela se obrigava a dar uma caminhada antes.

Além disso, Rachel também procurou um personal trainer na academia onde é matriculada, o que é justamente a sua dica para quem deseja emagrecer. “Quer investimento melhor do que em si mesmo?”, disse.

5. Michelle Fritts, 25 anos – 40 kg a menos

7iboaforma 7jboaforma

Michelle Fritts perdeu mais de 40 kg ao anotar tudo o que comia e as calorias desses alimentos em um caderno e ao frequentar a academia praticamente todos os dias, fazendo exercícios aeróbicos e de levantamento de peso. Além disso, sempre que podia ela fazia algum tipo de exercício, fosse uma caminhada ou um treino de tonificação durante os intervalos da hora do almoço no escritório.

A dica dela é encontrar pessoas que possam te apoiar e acompanhar no estilo de vida saudável. Michelle conta que conseguiu esse estímulo em seu namorado e nos colegas de trabalho.

6. LeAnne Richards, 48 anos – 41 kg a menos

7kboaforma 7lboaforma

A tática de LeAnne Richards para perder quase 41 kg foi se juntar aos Vigilantes do Peso e prometer a si mesma que não faltaria a nenhuma das reuniões do grupo. Ela ainda passou a rastrear rigorosamente tudo o que comia e a fazer uma hora de atividade física por dia, como caminhar ou andar de bicicleta.

O conselho de LeAnne é encontrar um companheiro de malhação, para ter sempre alguém que motive e faça da atividade algo mais divertido.

7. Maureen Albrecht, 56 anos – 50 kg a menos

7mboaforma 7nboaforma

Maureen Albrecth passou anos lutando contra a balança, mas a sua rotina de trabalho como funcionária da justiça não contribuía para que ela alcançasse sucesso. Foi então que após se inscrever em um programa de dieta médico que consistia na reeducação alimentar e fazia com que os pacientes tivessem três refeições por dia e mais três lanchinhos, ela conseguiu mudar para sempre os seus hábitos e perder mais de 50 kg.

Para ela não tem jeito: é preciso parar de inventar desculpas e mudar os hábitos, se quiser ter um novo estilo de vida.

8. Charlotte Siems, 49 anos – 51 kg a menos

7oboaforma 7pboaforma

Para se livrar de praticamente 51 kg, Charlotte Siems começou a fazer exercícios de aeróbica e fortalecimento ensinados em um DVD de ginástica, que exigiam pouco tempo e nenhum tipo de equipamento especial. Além disso, ela começou a controlar a sua alimentação, comendo apenas quando sentia fome e parando de se alimentar assim que se sentisse satisfeita.

O conselho de Charlotte é tirar fotos de frente, lado e costas para acompanhar melhor a evolução do corpo, de um jeito que não pode ser feito apenas olhando-se no espelho.

9. Laurel Fooks, 33 anos – 56 kg a menos

7qboaforma 7rboaforma

A palavra-chave para o sucesso de Laurel Fooks foi organização: ela passou a planejar a sua alimentação, a rastrear tudo o que comia e a praticar atividades físicas que lhe dessem prazer. Laurel saía para caminhar, com seu bebê no carrinho e quando estava muito frio ela fazia exercícios dentro de casa, enquanto a criança estivesse dormindo. Outra coisa que a ajudou foi se inscrever em um site, onde encontrou apoio de outras pessoas.

O conselho de Laurel é ir começando aos poucos, já que mudanças mais bruscas podem fazer com que você se esgote e acabe se frustrando. Ela conta que antes de emagrecer 56 kg não costumava tomar café da manhã e começou a alterar a rotina comendo um pedaço de fruta quando acordasse. Hoje, Laurel afirma que já consegue ter um café da manhã bem maior e saudável.

10. Mary Darcy, 41 anos – 69 kg a menos

7sboaforma 7tboaforma

Mary Darcy conseguiu eliminar aproximadamente 69 kg de seu corpo após ter se inscrito em um programa de nutrição e passado a – pela primeira vez na vida – ter uma dieta balanceada, com frutas e vegetais, sem que se sentisse privada de alguma coisa.

Para ela, a tática é ir estabelecendo pequenas metas de perda de peso para si mesmo, pois isso faz com que o processo deixe a pessoa menos sobrecarregada.

11. Terri Fisher, 40 anos – 91 kg a menos

7uboaforma 7vboaforma

Terri Fisher começou a perdeu os 91 kg após se inscrever em um programa do Vigilantes do Peso. Conforme foi ficando mais ativa, ela se matriculou em aulas de karatê e kickboxing com algumas amigas, o que era bastante divertido e a ajudou a se manter no caminho certo.

O conselho de Terri é deixar todo mundo saber que você está tentando perder peso. Ela conta que isso contribuiu para que ela se mantivesse firme nos momentos difíceis.

12. Brenda Smith, 43 anos – 93 kg a menos

7wboaforma 7xboaforma

Brenda Smith sempre teve o costume de malhar, porém o fato dela comer impulsivamente – para descontar as emoções – não permitia que ela perdesse peso. Foi então que com a ajuda de seu treinador da academia e ao participar de um grupo de apoio de 12 passos para pessoas viciadas em comida, ela reconheceu o seu problema e tomou o controle de seu próprio corpo.

Brenda também percebeu que a ajuda de outras pessoas é crucial para quem sofre do problema. Sua dica para quem precisa perder peso é pensar como essa mudança pode mudar outras áreas da vida. “Eu nunca percebi como estava infeliz antes de emagrecer e melhorar a minha saúde”, revelou.

13. Lynn, 47 anos – 76 kg a menos

7yboaforma 7zboaforma

Lynn conseguiu perder os 76 kg com a ajuda do site dos Vigilantes do Peso. Somente depois de ter emagrecido cerca de 50 kg foi que ela começou a se exercitar. No início, ela caminhava apenas 1,6 km, na companhia de uma amiga. Com o tempo, foi aumentando o ritmo e hoje consegue andar 5 km em 38 minutos.

Para Lynn, o principal é que a pessoa tenha amor-próprio. Ela acredita que antes de começar uma dieta é preciso saber a razão pela qual se quer fazer isso. Se a resposta não for amor e sim por sentir aversão de si mesmo, Lynn pensa que de nada adiantará, já que quem não gosta de si próprio, não se amará com 100 kg a mais ou a menos.

14. Lori, 42 anos – 47,5 kg a menos

7zzboaforma 7zzzaboaforma

A principal tática de Lori para perder 47,5 kg foi aprender a contar as suas calorias. Ela conta que entrou em um site de nutrição e combinou métodos de diferentes programas de emagrecimento, de modo que eles funcionassem em seu caso. Por mais que ela tenha demorado quatro anos para perder 45 kg, a demora parece ter valido a pena, já que as mudanças feitas poderiam ser mantidas de forma agradável em sua vida. Hoje, sua alimentação consiste em grãos integrais, proteínas magras e fontes saudáveis de gordura, sem deixar um cupcake de lado uma vez ou outra.

Lori aconselha a não ser tão duro consigo mesmo. Para ela, esperar perfeição de si próprio é receita para falhar. O jeito é se permitir errar de vez em quando e não se punir por isso. Dessa maneira, será mais fácil fazer as escolhas certas.

15. Margo Porras, 41 anos – 33 kg a menos

7zzzzboaforma 7zzzzzboaforma

Margo Porras sofreu com o sobrepeso durante toda a infância, porém ao chegar aos 26 anos de idade com 95 kg, ela percebeu que precisava se exercitar. Margo tentou corrida, CrossFit e participar de campos de treinamento. Porém, foi ficando desanimada por não conseguir acompanhar o ritmo das atividades.

Quando em certa aula um instrutor ficava modificando os movimentos para ela por acreditar que Margo estava grávida, ela decidiu que precisava encontrar uma modalidade que pudesse ser permanente em sua vida. Foi aí que começou a caminhar mais.

No início, ela estacionava o carro longe de seus locais de destino e andava mais de escada. Com o tempo e ao perceber que o peso estava indo embora, foi aumentando as distâncias. Hoje, Margo consegue dar 12 mil passos por dia, caminhando em ritmo rápido e está com 33 kg a menos.

Ela contou que não só está mais bonita, como também se sente melhor.

Qual dessas histórias foi a que mais te chamou a atenção ou emocionou? Você também conhece alguma história parecida? Pretende fazer o mesmo consigo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário