Ver Programas de Culinária e Seguir Receitas da TV Engorda, diz Pesquisa

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Você é daqueles que gosta de acompanhar programas de culinária na televisão, como o Mais Você, de Ana Maria Braga, exibido na Rede Globo, e até segue as receitas ensinadas por eles? Então é bom rever esse costume, pois de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Cornell, que fica no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, quem acompanha esse tipo de programa e prepara os pratos recomendados por eles, tem maior tendência a engordar.

Divulgado na publicação Appetite, o estudo analisou aproximadamente 500 mulheres com idade entre 20 e 30 anos. Os pesquisadores pediram que elas respondessem a perguntas relacionadas aos seus hábitos culinários. Eles ainda registraram a altura e o peso das participantes e calcularam seus Índices de Massa Corporal (IMC).

“Nossa principal conclusão é que parece que se você assiste televisão e realmente cozinha as receitas que vê, você corre o risco de ter um IMC maior”, explicou a pesquisadora em nutrição e ciência dos alimentos, Lizzy Pope. Ela trabalha na Universidade de Vermont, também nos Estados Unidos, e se juntou aos colegas da Universidade Cornell para a realização do trabalho acadêmico.

A cientista também afirmou ao NPR que a pesquisa identificou uma diferença de praticamente cinco quilos entre as mulheres que seguiam as receitas ensinadas pelos programas de culinária e as que não seguiam. Enquanto as primeiras pesavam em média pouco mais de 74 kg, as outras registraram um peso médio de cerca de 69 kg.

Como informa o NPR, um estudo anterior já tinha apresentado indícios de que cozinhar em casa pode trazer prejuízos não somente à boa forma, como também à saúde. A pesquisa publicada no jornal Preventine Medicine (Medicina Preventiva, tradução livre) verificou que quanto mais tempo mulheres de meia idade passavam preparando pratos em casa, maior propensão elas tinham a desenvolver os sintomas de uma condição chamada síndrome metabólica, que aumenta o risco do surgimento de problemas no coração e diabetes.

Entretanto, é importante ressaltar aqui que a pesquisadora Lizzy Pope não recomenda que as pessoas parem de cozinhar em casa: “Como uma nutricionista, eu quero encorajar todo mundo (a preparar as refeições em casa) com a maior frequência possível”.

No entanto, ela enfatiza que o problema pode estar no fato da pessoa cozinhar alimentos que não sejam necessariamente saudáveis em casa – como alguns dos ensinados nos programas de culinária -, e afirma que comer um prato mais calórico no restaurante ou em casa não tem diferença: as calorias e os malefícios ao corpo continuarão ali presentes.

Então, aqui fica a sugestão: ao cozinhar em casa ou querer imitar uma receita que viu na televisão, tenha certeza de que os ingredientes não são muito calóricos ou que não passam longe de serem saudáveis e escolha opções de pratos que tragam maiores benefícios à sua saúde e boa forma.

Você tem mania de assistir programas e reality shows culinários que passam na TV? E os programas de receitas? Você acompanha e reproduz algumas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário