Grávida pode fazer luzes? E pintar o cabelo?

Especialista da área:
atualizado em 03/12/2021

É comum que durante a gravidez surjam dúvidas em relação aos produtos usados nos cabelos, especialmente as tintas e os descolorantes. Assim, muitas pessoas se perguntam se grávida pode fazer luzes ou pintar as madeixas e a resposta é: depende.

Não é apenas o fato de fazer luzes ou não que deve ser considerado, mas também outros fatores como a composição dos produtos, onde o procedimento será feito e em que trimestre da gravidez a mulher está.

  Continua Depois da Publicidade  

Quando substâncias potencialmente tóxicas entram em contato direto com o couro cabeludo, elas podem entrar na circulação sanguínea. Dessa forma, coloca-se em risco o desenvolvimento do bebê caso essa substância chegue até a placenta.

Dentre os problemas que o feto pode ter por conta disso estão a má formação e até mesmo o aborto espontâneo. Por isso, é muito importante se informar bem antes de pintar ou fazer luzes no cabelo durante a gestação.

Grávida pode fazer luzes?

Cabeleireiro

Não é proibido fazer luzes na gravidez, mas é preciso tomar alguns cuidados e levar em conta a opinião do seu obstetra na decisão de descolorir os cabelos.

De acordo com a American Pregnancy Association, existem várias pesquisas que indicam que a maioria dos compostos químicos em produtos para o cabelo não são altamente tóxicos devido à baixa concentração. Assim, eles provavelmente são seguros.

Por outro lado, sabe-se que certas substâncias, mesmo em baixas concentrações, podem fazer mal à saúde. É o caso da amônia, da anilina e de metais pesados como o chumbo e o arsênio que podem estar presentes na composição de vários produtos para cabelo.

  Continua Depois da Publicidade  

Assim, se você realmente deseja fazer luzes durante a gravidez, opte por produtos livres de amônia e de outros compostos com potencial tóxico.

Além disso, vale a pena esperar passar a 12ª semana da gravidez para fazer as luzes. Isso porque, após esse tempo, o risco de prejuízos ao bebê cai bastante. Dessa forma, as luzes nos cabelos podem ser feitas com mais segurança a partir do segundo trimestre da gestação.

Outra estratégia considerada segura para as grávidas é aplicar os descolorantes e demais produtos longe da raiz, pois isso evita que eles entrem em contato com o couro cabeludo e caiam na corrente sanguínea.

Medidas preventivas

Pintando cabelo

Além de passar os produtos usados para fazer luzes a partir de 1 ou 2 cm da raiz, é prudente tomar mais algumas precauções para reduzir ainda mais o risco de absorção de substâncias nocivas pela circulação sanguínea. Confira quais são:

  • Use luvas ou vá até um salão especializado para fazer as luzes
  • Deixe o produto agir pelo menor tempo possível
  • Faça as luzes em um local bem arejado
  • Enxague bem o couro cabeludo após o procedimento para garantir a retirada de qualquer resquício dos produtos
  • Aplique os produtos apenas no comprimento dos fios e nunca no couro cabeludo
  • Siga as instruções corretamente.

Vale lembrar que além dos riscos à saúde do bebê, o uso de produtos químicos fortes durante a gestação podem causar alergia na mãe. 

Por isso, existem opções temporárias como os tonalizantes. Assim, a gestante pode colorir ou iluminar o cabelo sem se preocupar. Nesse caso, a cor não dura tanto tempo, mas também não traz nenhum risco para a criança já que os tonalizantes não contêm compostos químicos agressivos.

  Continua Depois da Publicidade  

Apesar de não existirem estudos que estabeleçam uma relação direta entre as substâncias tóxicas presentes nas tintas e outros produtos para o cabelo e os danos ao feto, é importante evitar seu uso ao menos no primeiro trimestre da gravidez. De fato, quanto mais natural é o cuidado com o cabelo, melhor será para a saúde da mãe e do bebê.

Existem corantes vegetais semipermanentes, como por exemplo a henna, que são seguros na gestação e servem como uma alternativa ao uso de tintas. Inclusive, hoje já existem algumas tintas especiais para as gestantes, que geralmente são à base de henna.

Por fim, saiba que as mesmas recomendações valem durante a amamentação. Na dúvida, converse com seu obstetra sobre marcas de produtos seguros para as grávidas e tome todos os cuidados para deixar seu cabelo lindo sem prejudicar sua saúde ou do seu bebê.

Fontes e referências adicionais

Você costuma fazer luzes com frequência? Como pretende cuidar dos cabelos durante a gravidez? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Alessandra Drummond

Dra. Alessandra Drummond é médica dermatologista, graduada em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós graduada em dermatologia no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Felowship no Hospital Arcispedale Santa Maria Nueva, Reggio Emília, Itália. Para mais informações, entre em contato com ela no seu site.

Deixe um comentário