Lifting de Mama – O Que é, Tipos, Cuidados e Dicas

O lifting de mama é um procedimento cirúrgico feito para elevar as mamas. A busca por ele é muito grande por mulheres que querem melhorar a aparência dos seios e evitar o caimento natural durante o envelhecimento.

Além de mostrar os tipos de lifting de mama existentes, vamos deixar claro quais são os riscos do procedimento e os cuidados que devem ser tomados antes e após a operação.

Lifting de Mama – O Que é?

O lifting de mama é um procedimento conhecido também como mastopexia que serve para alterar a forma dos seios através da elevação das mamas.

Durante o procedimento, o excesso de pele (e algumas vezes também o excesso de gordura) é removido e o tecido mamário restante é remodelado para elevar os seios. Não há, no entanto, nenhum tipo de alteração significativa no tamanho dos seios. Para que mudanças de tamanho ocorram, é preciso combinar o lifting de mama com outras técnicas de aumento e redução de mama como o implante de silicone, por exemplo.

Para quem é indicado o lifting de mama

O lifting de mama é muito procurado por mulheres cujos seios caíram com o passar dos anos e que se incomodam com a aparência deles. Muitas vezes, a cirurgia é um meio de melhorar a aceitação do corpo e aumentar a autoestima e a autoconfiança.

No processo natural de envelhecimento, os seios perdem a elasticidade e a firmeza e podem ficar mais caídos do que eram na juventude. Além do envelhecimento, outras alterações mamárias podem provocar esse efeito. Algumas dessas alterações são:

– Flutuações de peso

Mudanças de peso constantes podem resultar no estiramento e na perda da elasticidade da pele, o que causa mudanças no formato dos seios.

– Efeito da gravidade

A própria gravidade, que é uma força que “puxa tudo para baixo”, pode ser a responsável pela queda dos seios com o passar dos anos. A gravidade pode fazer com que os ligamentos presentes nas mamas estiquem e cedam em direção ao chão.

– Gravidez

Na gestação, os ligamentos responsáveis por sustentar os seios podem esticar conforme eles vão ficando cheios de leite e mais pesados que o comum. Esse alongamento pode aumentar a flacidez nas mamas após a gravidez e deixá-los mais caídos do que antes.

– Insatisfação com formato ou posição das aréolas (mamilos)

As aréolas também podem ter seus tamanhos reduzidos ou suas posições alteradas durante o lifting de mama. Assim, se os mamilos ou aréolas têm aparência caída ou apontam para baixo, isso pode ser corrigido no procedimento.

Tipos de lifting de mama

Há várias técnicas que podem ser adotadas para fazer a cirurgia de lifting de mama. As opções disponíveis são as seguintes:

1. Incisão de âncora ou em T invertido

Neste caso, é feita uma incisão em volta da aréola seguida de uma corte vertical para baixo e outro corte horizontal ao redor da parte de baixo do sulco mamário, que é a base dos seios. Essa técnica é a que tem mais cortes e, consequentemente, a que causa mais cicatrizes. Ela é indicada para casos de muita flacidez em que a operação precisa ser um pouco mais invasiva para ter bons resultados.

2. Incisão em formato de pirulito ou incisão vertical

Essa incisão tem o formato de um pirulito. Nesse método, é feito um corte em formato circular ao redor da aréola seguido de um corte vertical para baixo até atingir o sulco mamário. Essa é uma boa técnica para mulheres com um grau intermediário de flacidez.

3. Incisão circunareolar

A incisão circunareolar é feita apenas ao redor do perímetro da aréola. Ela também pode ser chamada de mastopexia de Benelli, em referência ao nome do cirurgião que inventou a técnica. Esse método é indicado para mulheres com grau de leve a intermediário de flacidez que querem uma cicatriz pouco perceptível.

4. Incisão periareolar ou em meia lua

Embora não esteja entre as técnicas mais comuns, a incisão em meia lua é feita através de um corte apenas ao redor da parte superior da aréola. Esse tipo de cirurgia é menos frequente porque o procedimento só é eficaz para mulheres com seios pequenos e com grau muito baixo de flacidez.

Procedimento

Apesar de existirem várias técnicas de incisão que resultam em cicatrizes diferentes, o procedimento geral é o mesmo.

Antes da operação, o cirurgião deve fazer um check-up completo e pedir que você pare de tomar certos medicamentos como aqueles que podem alterar a coagulação do sangue ou reduzir sua dose. Fumantes são aconselhados a parar de fumar devido à possibilidade de problemas com a cicatrização e outras complicações.

No dia da cirurgia, o médico irá marcar com um canetão específico as áreas onde as incisões serão feitas. Em seguida, o anestésico geral será aplicado para que a paciente não sinta nada durante o procedimento.

Após feita a incisão, que deve ser escolhida de acordo com o grau de flacidez, o cirurgião vai remover excessos de pele, elevar e remodelar os seios e ajustar a nova posição das aréolas. Feitas essas remodelações, as suturas são feitas em partes da mama em que as cicatrizes ficarão menos visíveis como na base do sulco mamário e ao redor das aréolas.

Dependendo da atividade que você realizar no seu trabalho, é possível retomar as atividades normais em 1 ou 2 semanas.

Cuidados

Algumas pessoas optam por realizar um implante mamário ao mesmo tempo em que um lifting de mama é feito. Porém, alguns profissionais não realizam os 2 procedimentos ao mesmo tempo por motivos de segurança. O ideal é fazer primeiro o levantamento das mamas e o implante mamário apenas semanas ou alguns meses após o primeiro procedimento para evitar complicações.

Cuidados no pós-operatório

Na recuperação do lifting de mama, é importante seguir recomendações médicas e tomar alguns cuidados.

O cirurgião deve recomendar uma dieta especial sem a presença de alimentos remosos e deve informar quando os pontos podem ser removidos. Além disso, ele dará dicas específicas sobre cuidados no banho e com os curativos. Em alguns casos, um tubo de drenagem pode ser inserido e também deve ser removido no consultório médico alguns dias após o procedimento.

É normal que os seios fiquem inchados ou doloridos durante algumas semanas depois da cirurgia. Também podem ser observados sensibilidade, coceira e dormência na região das mamas, que tende a diminuir nas primeiras semanas. Para aliviar a dor, o cirurgião pode prescrever analgésicos e indicar o uso de compressas com gelo sobre o local do inchaço. Também pode ser necessário tomar antibióticos e anti-inflamatórios, desde que prescritos pelo médico.

Um sutiã cirúrgico ou sem fio deve ser usado durante 2 ou 3 semanas após o procedimento. Além disso, será importante dormir deitada de costas e apoiada sobre travesseiros na parte superior para manter os seios levemente elevados em relação ao resto do corpo.

Exercícios físicos ou atividades intensas devem ser evitados durante 2 a 4 semanas após a cirurgia para evitar complicações. Relações sexuais também devem ser adiadas por 1 ou 2 semanas após o procedimento.

A dor, o inchaço e os possíveis hematomas na região das mamas devem desaparecer em poucas semanas e a alteração no formato e firmeza dos seios será nítida imediatamente, mas o resultado definitivo pode demorar de 2 a 12 meses para ser alcançado.

Lifting de mama é seguro?

Assim como em qualquer procedimento invasivo, o lifting de mama também apresenta riscos. Mesmo que a cirurgia seja executada por um ótimo profissional, há riscos envolvidos na operação, que podem incluir:

  • Infecções;
  • Hemorragias;
  • Reações alérgicas;
  • Cicatrizes espessas ou dolorosas;
  • Perda de sensibilidade nas mamas ou nos mamilos que pode ser temporária ou permanente;
  • Reações à anestesia;
  • Assimetria entre as mamas;
  • Dificuldade para amamentar;
  • Necessidade outra cirurgia de correção;
  • Coágulos sanguíneos;
  • Má cicatrização;
  • Acúmulo de sangue ou líquido nos seios que podem necessitar de drenagem;
  • Perda de parte ou de todo o tecido mamário ou da aréola em casos muito raros.

Não há como garantir que o procedimento é seguro. Isso vai depender da sua saúde em geral, do cirurgião e da clínica escolhidos e também dos cuidados durante o pré e o pós-operatório.

Dicas

Para evitar surpresas desagradáveis, faça questão de realizar exames preventivos para identificar qualquer tipo de problema de saúde que possa aumentar o risco de complicações na cirurgia e discuta detalhadamente todos os riscos possíveis do procedimento.

– Manutenção do peso

Após realizar uma mastopexia, tente manter o peso estável para evitar que ganhos de peso alterem novamente o formato dos seus seios. Os resultados podem não ser permanentes, já que o envelhecimento e a ação da gravidade podem alterar novamente o formato das mamas.

– Amamentação

Embora o procedimento não impeça a lactação, em alguns casos pode fazer com que as mulheres não consigam mais amamentar ou tenham dificuldade para produzir leite. Assim, se você tem um bebê pequeno ou pretende ter filhos no futuro, discuta sobre isso com o médico antes de se submeter à operação.

– Atenção ao tamanho dos seios

Mulheres com seios muito grandes podem ter um resultado melhor e mais duradouro se optarem também por uma redução mamária, que deixará os seios mais leves e elevados por mais tempo.

– Toda ajuda é benvinda

Se possível, peça ajuda de alguém nas primeiras semanas nas tarefas diárias, como lavar ou pentear o cabelo, que podem ser difíceis durante a recuperação inicial.

– Cuidado com suplementos e ervas

Não tome nenhum tipo de erva ou suplemento sem antes consultar o seu cirurgião, pois muitos desses compostos, mesmo naturais, podem aumentar o risco de hemorragia e outras complicações.

– Atenção aos sinais de emergência

Ao observar qualquer sintoma anormal como febre, seios avermelhados ou quentes ao toque, acúmulo de sangue ou fluidos na incisão, dor no peito ou dificuldade de respirar, procure assistência médica imediatamente pois estes podem ser sinais de complicações graves que precisam de cuidado médico o mais rápido possível.

Referências adicionais:

Você tem vontade de fazer um lifting de mama? De qual dos tipos que listamos acima? Conhece alguém que tenha feito com bons resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário