O Que Precisa para Doar Sangue?

Especialista:
atualizado em 06/04/2020

Seja qual for o motivo, a necessidade de sangue é constante e você se sentirá bem sabendo que sua doação pode ajudar a salvar até 3 vidas, por isso, veja agora o que precisa para doar sangue e quais são os requisitos.

Segundo uma publicação feita no dia 14 de junho de 2019 pelo Ministério da Saúde, estima-se que 66% das doações de sangue no Brasil são espontâneas e a cada mil brasileiros, 16 são doadores de sangue ou seja, 1,6% da população.

Se você está pensando ou já se decidiu que quer doar sangue, deve estar curioso para saber quais são os requisitos.

Ser um doador de sangue é uma maneira simples e segura de fazer uma grande diferença na vida das pessoas. Saber o que esperar antes, durante e depois da doação poderá te ajudar a se preparar para o processo.

Com essa atitude, além de ajudar a vida de cerca de 3 pessoas a cada doação, você também irá obter benefícios para a sua saúde.

Quem se beneficia com a doação de sangue

A doação de sangue é necessária porque pode ajudar milhares de pessoas que estão precisando de sangue, como por exemplo:

  • Pessoas que sofreram com sangramento gastrointestinal e perderam muito sangue.
  • Pessoas que passaram por acidentes, desastres ou situações de emergência.
  • Pessoas que perderam sangue durante cirurgias.
  • Mulheres que apresentam complicações graves durante a gravidez ou o parto
  • Pessoas com câncer ou anemia grave às vezes causada por talassemia ou doença das células falciformes

Requisitos para doar sangue

O Ministério da Saúde do Brasil informa que pessoas entre 16 e 69 anos de idade que pesem mais de 50 kg podem ser doares, porém, segundo este setor governamental, existem outros requisitos.

O doador deve estar em bom estado de saúde e seguir os seguintes passos:

  • Nas últimas 24 horas ter dormido pelo menos 6 horas.
  • Estar alimentado e durante as 3 horas que antecedem a doação evitar alimentos gordurosos.
  • Os homens devem aguardar 2 meses entre uma doação e outra e as mulheres três meses.
  • Se você for doar sangue após o almoço deve aguardar no mínimo 2 horas.
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos apenas podem doar sangue se já tiverem feito isso antes de completarem 60 anos.
  • A frequência máxima de doação é de três doações por ano para as mulheres e quatro doações anuais para os homens. 

Além desses requisitos, se você for maior de idade deverá apresentar um documento oficial com foto e no caso de pessoas com menos de 18 anos de idade elas apenas podem doar com o consentimento formal dos responsáveis.

Quem não pode doar sangue temporariamente

Existem algumas situações que fazem com que a pessoa não possa doar sangue temporariamente, são elas:

  • Mulheres durante o período gestacional.
  • Mulheres que estão amamentando ou até 12 meses após o parto.
  • Mulheres no período de pós-gravidez que são: 180 dias para cesariana e 90 dias para parto normal.
  • Pessoas com resfriado, gripe e/ou febre. Você também deve aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas para poder doar sangue.
  • Quem ingeriu qualquer tipo de bebida alcoólica 12 horas antes da doação.
  • Quem obteve um piercing ou tatuagem nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou na região genital impedem a doação).
  • Extração dentária até 72 horas antes.
  • Politraumatismos sem sequelas graves, histerectomia, redução de fraturas, colecistectomia, colectomia, nefrectomia, tireoidectomia até 6 meses antes da doação.
  • Vacinação: o tempo em que a pessoa não poderá doar sangue irá depender do tipo de vacina que ela tomou.
  • Quem obteve transfusão de sangue no último ano.
  • Procedimentos e/ou exames médicos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses.
  • Pessoas que foram expostas a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

Quem não pode doar sangue definitivamente

Existem também aquelas pessoas que não podem doar de forma permanente, são elas:

  • Ter evidência laboratorial ou clínica das seguintes doenças que são transmissíveis pelo sangue: AIDS (vírus HIV), Hepatites B e C, Doença de Chagas e doenças associadas aos vírus HTLV I e II.
  • Malária.
  • Após os 11 anos de idade ter passado por um quadro de hepatite.
  • Ter feito o uso de drogas injetáveis ilícitas.

O que fazer antes de doar sangue

Agora que você já sabe o que precisa para doar sangue é importante se preparar antes de ir fazer sua doação.

Nas semanas anteriores à doação você deve garantir que consuma uma quantidade saudável de ferro através da sua dieta.

Carne e frutos do mar, além de vegetais como espinafre e batata doce, são boas fontes de ferro. Alguns tipos de pães, frutas e outros alimentos como feijão e tofu também podem ser boas opções.

No dia da doação prepare-se bebendo bastante líquido e vestindo roupas confortáveis. Se sua roupa tiver mangas elas devem ser fáceis de serem enroladas até acima do cotovelo.

Etapas da doação de sangue

Se você já decidiu que irá fazer a doação e está apto, cumpre todos os requisitos necessários, veja agora quais são as etapas necessárias.

Local e cadastro

Para fazer a doação, você terá que ir até uma das várias unidades de coleta de sangue como por exemplo um hospital ou hemocentro e fazer um cadastro.

Não esqueça de levar um documento oficial com foto, como por exemplo RG, carteira de trabalho, carteira de motorista ou passaporte.

Triagem clínica

A triagem clínica será realizada logo após o cadastro.

Nesta etapa você passará por uma entrevista onde um profissional da saúde irá avaliar suas condições de saúde e se oferece riscos para as pessoas que irão receber o seu sangue.

Ela ocorre porque algumas questões que não podem ser detectadas através de testes laboratoriais podem ser detectadas durante a triagem.

Coleta do sangue

A coleta do sangue irá durar cerca de 15 minutos.

Ela é feita com material descartável, esterilizado e não apresenta nenhum risco para a saúde do doador.

O que fazer depois de doar sangue

É importante que logo após a doação você coma alguma coisa e se hidrate.

Nas próximas 12 horas é importante evitar esforços físicos exagerados, não consumir bebidas alcoólicas, não trabalhar em andaimes, dirigir veículos de grande porte, praticar mergulho ou paraquedismo.

Se você for fumante, é recomendado não fumar nas próximas 2 horas após a doação de sangue.

O procedimento de doação de sangue é rápido, simples e totalmente seguro.

Como todo material utilizado durante a coleta do sangue não é reutilizado, a doação não oferece nenhum risco para o doador.

Com esta atitude você estará salvando vidas, por isso, agora que você já sabe tudo o que precisa para doar sangue, se você cumpre com todos os requisitos, basta ir até o local de doação mais próximo.

Fontes e Referências adicionais:

Você tinha ideia de o que precisa para doar sangue? Pretende doar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco se formou em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico - cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. É diretor médico do Instituto de Transplantes. Tem vasta experiência na área de Medicina, com ênfase em Transplante hepático, atuando principalmente nos seguintes temas: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia,e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário