5 Remédios para Amigdalite Mais Usados

Só quem sofre de amigdalite sabe como os sintomas dessa condição são ruins. Você descobrirá a seguir quais são os sintomas, seus tipos e os remédios para amigdalite que ajudam a controlar essa inflamação.

Os sintomas da amigdalite podem ser muito desagradáveis, incluindo o mau hálito e o surgimento de aftas na boca, na língua e na garganta. Outros sintomas como tosse e dor de garganta são muito incômodos.

Se você quer acabar com o mau hálito causado pela amigdalite de uma vez por todas, e de quebra aliviar os outros sintomas da condição, confira a seguir uma lista com os remédios mais usados para tratar as amígdalas.

Você vai encontrar ainda dicas de remédios caseiros para amigdalite que podem amenizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida de quem eventualmente sofre com essa condição.

Amigdalite

As amígdalas ficam na parte posterior da garganta e são tecidos linfoides importantes para o sistema imunológico.

A amigdalite é uma infecção que afeta as amígdalas de milhões de pessoas todos os anos. Tal infecção pode ser viral ou bacteriana e costuma se resolver dentro de alguns dias.

Algumas pessoas se recuperam sem a necessidade de medicamentos, mas outras precisam usar remédios para tratar a infecção.

Principais causas

As amígdalas são a nossa primeira linha de defesa de germes e outros microrganismos que entram na boca e, por esse motivo, são suscetíveis a várias infecções. Se você tem crises de amigdalite com frequência, é importante investir em formas de aumentar a sua imunidade para reduzir o tempo e a intensidade dos sintomas.

A maioria dos casos de amigdalite é causada por vírus, mas a infecção também pode ser bacteriana. Em ambos os casos, a condição é contagiosa.

A amigdalite também pode ser causada por uma doença secundária como a sinusite ou a rinite, por exemplo.

Vírus

Os tipos mais comuns de vírus que infectam as amígdalas são:

  • Adenovírus: vírus que causa resfriado e dor de garganta;
  • Influenza: vírus da gripe;
  • Rinovírus: vírus que causa o resfriado comum;
  • Coronavírus: vírus responsável pela síndrome respiratória aguda grave;
  • Vírus sincicial respiratório: vírus que causa infecções agudas do trato respiratório.

Outros vírus que também podem causar a amigdalite são o vírus herpes simples, o citomegalovírus e o vírus Epstein Barr.

Bactérias

A principal bactéria causadora de amigdalite é do tipo Streptococcus pyogenes. Nos demais casos, a infecção nas amígdalas pode ser causada pelas seguintes bactérias:

  • Pneumonia por Mycoplasma;
  • Fusobacerium;
  • Staphylococcus aureus;
  • Pneumonia por clamídia;
  • Neisseria gonorrhoeae;
  • Bordetella pertussis.

Tipos de amigdalite

Além das diferentes causas, também há diferentes tipos de amigdalite que variam de acordo com os sintomas observados e com o tempo de recuperação.

  • Amigdalite aguda: infecção em que os sintomas duram de 3 a 4 dias, mas que podem perdurar por até 2 semanas;
  • Amigdalite recorrente: vários casos diferentes de amigdalite aguda dentro de um único ano;
  • Amigdalite crônica: dor de garganta constante e mau hálito.

Sintomas

A amigdalite causa uma série de sintomas desagradáveis, tais como:

  • Dor de garganta;
  • Cansaço;
  • Dor de cabeça;
  • Dificuldade ou dor para engolir;
  • Amígdalas vermelhas, inchadas ou cheias de pus;
  • Dificuldade para dormir;
  • Tosse;
  • Febre;                                  
  • Calafrios;
  • Inchaço nas glândulas linfáticas;
  • Dor nos ouvidos e no pescoço.

Sintomas menos comuns, mas que também podem ocorrer, são:

  • Fadiga;
  • Náusea;
  • Dor de estômago;
  • Vômitos;
  • Dificuldade para abrir a boca;
  • Mau hálito;
  • Alteração no som da voz;
  • Língua áspera.

Complicações

Tratar a amigdalite é muito importante, pois se o problema for ignorado a infecção pode se espalhar e podem surgir muitas complicações, como:

Complicações menos comuns, mas que também podem acontecer, são:

  • Escarlatina;
  • Febre reumática;
  • Glomerulonefrite.

Remédios para amigdalite mais usados

1. Analgésicos

Analgésicos de venda livre podem ser usados para tratar alguns sintomas da amigdalite como a dor na garganta e a febre, por exemplo.

Isso inclui remédios como o acetaminofeno e o ibuprofeno que são analgésicos com ação anti-inflamatória que aliviam os sintomas rapidamente.

2. Anti-inflamatórios

Remédios mais fortes com efeito anti-inflamatório podem ser prescritos para reduzir o inchaço e aliviar a inflamação na garganta.

Alguns exemplos são o diclofenaco potássico (Cataflam) e o cetoprofeno (Biprofenid).

3. Antibióticos

Quando a amigdalite é causada por uma bactéria, é preciso usar antibióticos para combater a infecção.

A escolha do remédio para amigdalite vai depender da gravidade da infecção e do histórico médico do paciente. Exemplos de antibióticos que podem ser prescritos incluem a amoxicilina, a eritromicina, a cefalexina, a benzatina e a azitromicina.

Mesmo que os sintomas sejam aliviados nos primeiros dias de tratamento, é necessário tomar todas as doses do antibiótico para garantir que as bactérias foram realmente eliminadas. Normalmente, é indicado usar um antibiótico de uso oral por 7 ou 10 dias.

4. Pastilhas para a garganta

Pastilhas podem acalmar a garganta e melhorar a irritação. Se você puder encontrar uma pastilha com propriedades anti-inflamatórias ou analgésicas, o resultado será melhor ainda.

Um estudo publicado em 2005 na revista científica AAPS PharmSciTech indica que pastilhas para a garganta contendo ingredientes como o alcaçuz apresentam efeitos anti-inflamatórios que reduzem o desconforto e o inchaço nas amígdalas e na garganta.

5. Pulverizadores para a garganta

Sprays para a garganta também podem ajudar no tratamento da amigdalite. Esses sprays contêm ingredientes que aliviam a dor e acalmam a garganta.

Alguns exemplos incluem a benzidamina (Flogoral) e uma combinação de benzocaína com o cloreto de cetilpiridínio (Neopiridin).

Esses medicamentos são bons para promover alívio temporário para a irritação da garganta.

Tratamento cirúrgico

O tratamento cirúrgico para a amigdalite era algo muito comum antigamente. Mas, hoje em dia, as amigdalectomias só são indicadas em casos crônicos e recorrentes de amigdalite.

Candidatos à cirurgia são pessoas que sofrem amigdalite constantemente. É mais provável que você seja orientado a se submeter a uma cirurgia de remoção das amígdalas se você já teve:

  • 7 episódios de amigdalite em um único ano;
  • 4 ou 5 crises de amigdalite por ano durante 2 anos;
  • 3 crises de amigdalite por ano durante 3 anos seguidos.

Quando a presença das amígdalas está causando problemas secundários, a remoção cirúrgica também pode ser uma opção. Exemplos de problemas como esses são:

  • Dificuldade para respirar ou engolir;
  • Apneia do sono;
  • Abscesso difícil de tratar com antibióticos;
  • Celulite tonsilar.

Se a cirurgia for realmente necessária, há vários métodos cirúrgicos disponíveis e todos são considerados seguros.

Remédios caseiros para amigdalite

– Descanso

O descanso é muito importante para que o corpo concentre toda sua energia no combate à infecção. Se possível, deixe as atividades diárias de lado e descanse para dar esse tempo para o seu corpo se recuperar.

– Gargarejo com água salgada

Fazer um gargarejo com água salgada pode aliviar a dor de garganta causada pela amigdalite, além de diminuir a inflamação e ajudar a tratar a infecção.

Misture ½ colher de chá de sal em aproximadamente 100 mililitros de água morna e use essa solução para enxaguar a boca.

– Hidratação

Beber muitos líquidos evita que a garganta fique seca. Além disso, o corpo precisa de hidratação extra quando há uma infecção em curso.

O consumo de bebidas quentes é uma ótima pedida já que ajuda a hidratar e a aliviar alguns sintomas ao mesmo tempo.

– Uso de umidificadores de ar

Umidificadores de ar ajudam a diminuir a secura do ar, aliviando parte da irritação na garganta. Os umidificadores que formam névoa fria são os que mais trazem benefícios, principalmente quando a amigdalite é causada por um vírus.

Se você não tem um umidificador à disposição, inale o vapor da água do chuveiro durante o banho ou esquente um pouco de água e inale o vapor diretamente de um recipiente – com cuidado para não queimar o rosto.

– Chá quente com mel

Os chás são bebidas calmantes que vem a calhar nesse momento. Ao adicionar mel, você dobra a hidratação da garganta e ainda adiciona propriedades bactericidas à bebida.

Optar por chás com propriedades anti-inflamatórias como o chá de gengibre, o chá de erva doce ou o chá verde, por exemplo, também podem ajudar.

– Gelo e alimentos frios

O frio alivia a dor, o inchaço e a inflamação. Assim, ingerir bebidas bem geladas, picolés, alimentos congelados e até mesmo colocar um gelo na boca podem ajudar a melhorar os sintomas da infecção.

– Ficar longe de substâncias irritantes

Evitar o contato com compostos irritantes para a garganta também é importante para evitar o agravamento dos sintomas e o surgimento de complicações. Assim, é melhor ficar longe de fumaça de cigarro e outros compostos irritantes.

Procure um médico

Os sintomas abaixo podem indicar uma infecção bacteriana que só pode ser tratada com antibióticos prescritos. Assim, procure um centro médico ao observar um ou mais dos seguintes sinais:

  • Inchaço nos gânglios linfáticos;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Dor de garganta persistente;
  • Deglutição dolorosa;
  • Dificuldade em engolir.

A amigdalite viral não requer o uso de medicamentos e geralmente desaparece de 7 a 10 dias. Nesses casos mais simples, o descanso e a hidratação adequada são suficientes para o sistema imunológico dar conta do recado.

Já a amigdalite causada por bactéria exige o uso de um antibiótico e apenas um médico pode prescrevê-lo para você.

Referências Adicionais:

Você já conhecia os 5 remédios para amigdalite mais usados? Já usou algum? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário