Faz Mal Comer Melancia Menstruada?

Especialista:
atualizado em 25/06/2020

Faz mal comer melancia menstruada? Veja se essa é uma preocupação infundada ou se realmente existe alguma evidência para evitar a fruta.

Saborosa e refrescante, a melancia é uma ótima escolha saudável para os dias mais quentes do verão. Mas será que não existem alguma situação em que a fruta pode ser contraindicada? Por exemplo, você já ouviu falar que faz mal comer melancia menstruada?

Será que essa fruta tão deliciosa faz parte do grupo de alimentos que as mulheres não devem comer durante a menstruação? Ou, na realidade, a melancia pode ser uma boa aliada para esse período?

A fruta serve como fonte de nutrientes como potássio, magnésio, cobre, vitamina A, vitamina B5, vitamina B6 e vitamina C. A melancia também é considerada a melhor fonte fresca do poderoso antioxidante licopeno. O seu corpo usa licopeno, em parte, para formar betacaroteno, que é convertido em vitamina A.

E então, será que faz mal comer melancia menstruada?

Um alimento nutritivo como essa fruta poderia ser ruim para uma mulher durante a sua menstruação? Parece que não. Isso porque a melancia já foi classificada, na realidade, como um dos alimentos que devem ser consumidos durante a menstruação.

A justificativa? O seu elevado teor de água auxilia a mulher a se manter hidratada. Aquele inchaço incômodo que pode dar as caras perto da menstruação, portanto, pode ser combatido ao manter-se hidratada.

Logicamente, a ingestão adequada de água é a principal arma neste sentido, no entanto, o consumo de frutas nutritivas e ricas em água como a melancia também pode contribuir. Veja mais exemplos de alimentos ricos em água

Certificar-se de se manter hidratada durante a menstruação é especialmente importante porque uma mulher tem maior propensão a ficar desidratada quando encontra-se menstruada.

No início do ciclo menstrual (que começa no primeiro dia em que a menstruação desce), os níveos dos hormônios progesterona e estrogênio estão baixos, o que faz com que o corpo retenha água, resultando em uma sensação de letargia e inchaço.

Quando o corpo retém água, o líquido vai para os tecidos no entorno, em vez de ficar nos vasos sanguíneos. Então, para que o corpo fique adequadamente hidratado, é necessário repor esse líquido.

As mulheres que sofrem com a enxaqueca precisam ficar ainda mais ligadas nos seus níveis de hidratação durante o ciclo menstrual porque a desidratação pode funcionar como uma desencadeadora dessas incômodas dores de cabeça.

Além de toda a importância da água para o organismo e de todo o perigo de um quadro de desidratação, outro baita motivo para se prevenir é que a condição pode provocar sintomas indesejáveis como fadiga, tontura e confusão, segundo informou a Mayo Clinic.

Se por si só esses sintomas já incomodam, imagine então quando eles aparecem ao lado do típico incômodo da menstruação?

Como a ingestão de bebidas alcoólicas e de cafeína também pode piorar uma desidratação, recomenda-se limitar o consumo de ambos na época da menstruação ou quando não estiver conseguindo tomar uma quantidade suficiente de água.

Portanto, quando se trata de desidratação ou hidratação, a regra é simples e clara: a coisa mais importante é escutar o que o corpo diz e toda vez que estiver com sede, beber mais água.

Entretanto, mesmo antes da sede aparecer, vale a pena ficar de olho e garantir que está tomando vários copos de água ao dia porque, conforme alertou a Mayo Clinic, algumas pessoas não sentem sede até que já se encontrem desidratadas.

E, logicamente, complementar o consumo de água com a ingestão de alimentos saudáveis com teor elevado de água, como é o caso da melancia, vai fazer com que a prevenção da desidratação se torne uma tarefa mais saborosa.

Tem dificuldades para lembrar de tomar água ao longo do dia? Uma ferramenta que pode te ajudar são os aplicativos para beber água.

Melhor que os doces industrializados

Isso tudo sem contar que comer frutas docinhas como a melancia ajuda a controlar os desejos por açúcar e a evitar o consumo de guloseimas cheias de açúcares refinados, que não são bons para a saúde e boa forma.

Quando o desejo por doces bater, a mulher vai sentir-se muito melhor ao recorrer aos açúcares naturais de frutas como a melancia do que às guloseimas industrializadas, e pode até mesmo ajudar a combater a diarreia, outro incômodo que pode rodear o período da menstruação.

Um estudo do Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) do Reino Unido indicou que a menstruação desestabiliza os níveis de açúcar no sangue. Por isso, é aconselhável manter-se longe dos alimentos que provocam picos e quedas nas taxas sanguíneas de glicose.

Esses picos e quedas prejudicam ainda mais a estabilização dos níveis de açúcar no sangue, e os alimentos que podem provocar esses picos e quedas nas taxas de glicose no sangue são Justamente o açúcar refinado encontrado nas guloseimas e doces.

Outro problema com os alimentos lotados de açúcar é que um estudo de 2017, publicado no periódico Gastroenterology and Hepatology (Gastroenterologia e Hepatologia), apontou que o excesso de açúcar pode provocar o inchaço.

Uma vez que a menstruação já é um período que pode ser marcado pelo inchaço, abusar das comidas que podem provocar ainda mais inchaço não parece ser uma ideia muito boa, não é mesmo? Portanto, por mais difícil que seja, vale mais a pena matar o desejo por doces com as frutas e seus açúcares naturais, e por isso tudo é um erro pensar que faz mal comer melancia menstruada.

Fontes e Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar que faz mal comer melancia menstruada? Já experimentou essa fruta durante o período? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário