Transição capilar – O que é e como fazer

Especialista da área:
atualizado em 06/05/2021

Pensando em assumir o seu cabelo natural depois de muito tempo fazendo escova progressiva? Então, saiba o que é e como fazer a transição capilar.

  Continua Depois da Publicidade  

Se você está pronta para brilhar com seus cachos ou cabelo crespo e quer deixar o seu cabelo livre de alisamentos, está na hora de partir para a transição.

Aliás, um dos motivos que leva uma mulher a optar pela transição capilar é justamente os riscos associados ao uso de produtos químicos como o formol para alisar o cabelo.

Além disso, aceitar os seus fios como eles são é uma forma de expressar a sua identidade, melhorar a autoestima e praticar o amor próprio.

Caso você ainda esteja na dúvida por receio da transição ser difícil, confira as dicas de como fazer essa mudança.

O que é a transição capilar

transição capilar

A transição capilar começa no momento em que você para de usar produtos químicos para alisar o cabelo e só termina quando o cabelo reassume sua forma, textura e volume naturais.

Ou seja, a transição consiste em parar de recorrer a escovas definitivas e deixar o seu cabelo ser livre do jeito que é.

Apesar de ser libertador, esse processo leva tempo. E é preciso uma boa dose de paciência e de cuidados com as madeixas para obter cabelos naturais bonitos e saudáveis.

Como fazer a transição para o cabelo natural

Há basicamente duas formas de fazer uma transição capilar.

  1. Na primeira delas, você faz um grande corte de cabelo – chamado também de big chop – para remover toda a parte do seu cabelo que ainda está sob o efeito do alisamento.
  2. No outro caso, você corta as partes alisadas aos poucos – dando mais tempo para o seu cabelo crescer e ir tomando forma.

Não existe opção correta. Assim, a escolha de qual modelo de transição capilar você vai aderir vai depender da sua preferência pessoal. Então, entenda os prós e contras de cada escolha.

  Continua Depois da Publicidade  

1. Cortando o cabelo de uma vez só

As vantagens de aderir a esse método é que você não tem que lidar com duas texturas diferentes. Ao fazer um corte de cabelo mais ousado, é possível se livrar de boa parte ou de todo o cabelo alisado.

No entanto, essa é uma mudança radical no visual e pode ser que você demore um pouco para se acostumar.

Se você deseja acelerar o crescimento do cabelo, confira quais os remédios para cabelo crescer rápido.

2. Cortando o cabelo aos poucos

Se você não tem pressa ou não está preparada para deixar o cabelo curto, outra forma de passar pela transição capilar é ir cortando as partes alisadas conforme o cabelo cresce.

A maioria das mulheres faz a transição capilar dessa maneira. A principal vantagem é a possibilidade de fazer penteados para disfarçar a diferença de textura entre o cabelo alisado e o cabelo natural.

Por outro lado, seu cabelo pode ficar meio esquisito nos primeiros meses e você terá um pouco mais de trabalho para finalizá-lo.

Certamente, nenhuma transição capilar é igual a outra. Por isso, o segredo para tudo dar certo consiste em:

  • Evitar comparações com o cabelo de outra pessoa;
  • Testar produtos que são indicados para o seu tipo de cabelo natural até encontrar o ideal para você;
  • Lembrar que o processo pode ser longo.

Mais dicas

Além disso, outras dicas cruciais para uma transição capilar de sucesso são:

  Continua Depois da Publicidade  

  1. Hidratar bastante o cabelo, pois isso ajuda a nutrir e a promover a reconstrução das fibras capilares;
  2. Conversar com seu cabeleireiro para encontrar um corte que valorize o seu novo visual;
  3. Evitar ao máximo o uso de chapinha e de secadores de cabelos que podem danificar os novos fios em crescimento;
  4. Ter cuidado para desembaraçar os fios, já que na transição capilar os cabelos podem ter mais nós do que antes;
  5. Usar as mãos ou pentes de dentes largos para desembaraçar o cabelo ainda molhado sem quebrar os fios;
  6. Aplicar um protetor térmico nos cabelos se for usar qualquer fonte de calor.

Quanto tempo demora?

mulher com cabelos naturais

O tempo total da transição varia de acordo com cada pessoa, pois isso sofre a influência de muitos fatores, como por exemplo:

  • Idade;
  • Característica dos fios;
  • Padrão de crescimento do cabelo;
  • Alimentação;
  • Produtos usados no cabelo;
  • Produtos usados no cabelo;

Sendo assim, o processo completo de transição pode durar de 3 meses a um ano.

Mas, independentemente do tempo necessário para completar a transição, ao seguir essas dicas você vai passar pela transição capilar com mais tranquilidade e logo logo estará exibindo seus fios naturais super saudáveis e autênticos.

Fontes e Referências Adicionais

Você já fez, está fazendo ou pretende fazer sua transição capilar? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário