Home » Estética » Cicatriz de Acne – Qual é a Melhor Forma de Tirar?

Cicatriz de Acne – Qual é a Melhor Forma de Tirar?

Cicatriz de acne

As cicatrizes de acne costumam desaparecer após algumas semanas. Outras duram meses e algumas podem até dar a sensação de que nunca vão sumir.

  Continua Depois da Publicidade  

A cicatriz de acne pode ser muito difícil de remover, mas isso não é impossível. Este artigo é para você que quer acelerar a cicatrização para ficar com a pele mais bonita. Vamos dar várias dicas de técnicas e pomadas que podem ser utilizadas para retirar essas marcas da pele que podem ser constrangedoras ou afetar a sua autoestima.

Acne

A acne afeta a pele quando há acúmulo de sebo ou de micro-organismos nos poros. Essa obstrução acaba causando uma inflamação no local que pode deixar marcas.

A cicatriz de acne surge quando a inflamação afeta os tecidos abaixo da camada superior da pele e danifica esses tecidos mais profundos.

Tipos de cicatriz de acne

Para um tratamento eficaz, é importante saber que tipo de acne você tem. Existem alguns tipos que são permanentes e mais difíceis de tratar, enquanto outras são temporárias e vão ficando mais suaves com o tempo.

  Continua Depois da Publicidade  

Os principais tipos de cicatriz de acne e suas características são os seguintes:

1. Máculas

Essas são as mais comuns. Tratam-se de manchas vermelhas e planas no lugar em que antes havia uma acne. Esse tipo de cicatriz costuma demorar algumas semanas para sair da pele, mas geralmente sai sem a necessidade de tratamento.

2. Descoloração da pele

Em alguns casos, a cicatriz pode ficar mais clara em relação à pele ao redor. Em outros, pode ficar uma cor roxa, marrom ou vermelha no lugar da acne.

Isso também é chamado de hiperpigmentação pós-inflamatória. Essa leve descoloração pode continuar visível durante vários meses após a cicatrização, mas costuma desaparecer por si só em alguns meses.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Queloides ou cicatrizes hipertróficas

Os queloides e as cicatrizes hipertróficas são mais difíceis de tratar. A principal diferença entre uma queloide e uma cicatriz hipertrófica é que o queloide pode aumentar de tamanho e se espalhar para a pele ao redor.

O tratamento de queloides é ainda mais dificultado do que a cicatriz hipertrófica devido ao alto risco de reincidência da lesão.

  Continua Depois da Publicidade  

Esses tipos de cicatrizes causam um crescimento anormal de tecido no local da cicatriz devido a um excesso de produção de colágeno durante a cicatrização, que faz com que a cicatrização demore mais do que o normal. Elas podem se formar principalmente em locais como as costas e o peitoral.

4. Cicatriz atrófica

Ao contrário das cicatrizes hipertróficas e queloides, essas cicatrizes atróficas ou deprimidas causam uma perda de tecido. É aquele tipo de cicatriz em que a pele do rosto parece ter vários buraquinhos onde antes ficavam as acnes.

Elas se formam quando o organismo não produz colágeno suficiente durante a cicatrização, gerando uma depressão na pele.

Elas podem ser largas em formato de U com contornos bem definidos. As depressões podem ser rasas ou profundas, sendo que quanto mais rasa, melhor será a eficácia do tratamento. Outro formato possível é na forma de V ou em formato oval, que podem lembrar cicatrizes de cataporas. Essas são as mais difíceis de tratar, já que podem ficar muito abaixo da superfície da pele. Por fim, existem depressões bem largas com bordas arredondadas e com aparência irregular.

Tratamentos disponíveis

A presença de cicatrizes na pele, principalmente no rosto, pode afetar pessoas emocionalmente. Em outros casos, a cicatriz pode ser grave e precisar ser removida. Independentemente do motivo, há muitas opções de tratamento.

Como já mencionado, existem cicatrizes mais fáceis de tratar como as máculas, por exemplo, que podem ser facilmente eliminadas com o uso de pomadas e cremes específicos. Já outras como as que causam cicatrizes hipertróficas podem necessitar de um tratamento estético para remoção.

Antes de decidir tirar cicatriz de acne, é muito importante procurar um dermatologista para avaliar a sua pele e indicar o melhor tratamento. Alguns deles são descritos abaixo.

1. Peeling químico

O peeling para cicatriz de acne é um dos métodos mais usados para tratar esse problema. Esse método pode ajudar a suavizar ou até mesmo eliminar cicatrizes superficiais de acne e hiperpigmentação pós-inflamatória.

O peeling químico consiste na aplicação de um composto químico, geralmente um ácido, que promove uma esfoliação para remover a camada externa da pele. Isso renova a pele na região, dando uma aparência mais uniforme e suave.

Ácidos do tipo alfa hidróxi, ácido salicílicoe ácido lático podem ser usados com eficácia em todos os tipos de cicatrizes de acne. Já o ácido retinoico é mais indicado para cicatrizes atróficas, que são mais difíceis de remover.

É preciso tomar cuidado com a concentração do ácido utilizado, já que eles podem causar descamação e vermelhidão na pele. Sempre que for usar um ácido para cicatriz de acne, é essencial procurar um profissional para indicar a concentração mais adequada e segura para o seu tipo de pele.

Além disso, é essencial não se esquecer de usar o protetor solar após esse tipo de tratamento que deixa pele mais sensível.

2. Dermoabrasão

A dermoabrasão é um tratamento para remover cicatrizes que envolve o uso de uma espécie de escova com cerdas firmes de alta velocidade que esfolia profundamente a pele. Essa técnica ajuda a renovar as células da pele e a diminuir a profundidade das cicatrizes.

Trata-se de um bom tratamento para cicatrizes atróficas rasas ou cicatrizes profundas pouco perceptíveis.

3. Microdermoabrasão

Uma variação da dermoabrasão é a microdermoabrasão, em que um profissional usa um spray de microcristais para esfoliar a pele. Trata-se de um método mais suave do que a dermoabrasão que pode apresentar bons resultados para pessoas com cicatrizes pouco profundas.

4. Laser

O tratamento com laser ajuda a remover a camada externa da pele e a clarear as manchas resultantes de lesões na pele causadas por acne por meio da renovação da camada superior da pele. Técnicas com laser são eficazes para qualquer tipo de cicatriz de acne.

Existem vários tipos de laser para cicatriz de acne que variam de acordo com a gravidade da lesão e que devem ser cuidadosamente selecionados por um profissional.

A grande vantagem é que a recuperação é muito mais rápida do que em outros métodos de remoção de cicatriz. No entanto, tratamentos a laser não são indicados para pessoas com tons de pele mais escuros devido ao risco de queimadura e manchas na pele.

5. Microagulhamento

O microagulhamento para cicatriz de acne é um método em que um aparelho contendo microagulhas é aplicado sobre a pele. Essas agulhas penetram na pele e estimulam a produção de colágeno, reduzindo a profundidade das cicatrizes.

Algumas pessoas optam pelo uso de um dermaroller para cicatrizes, que é um aparelho que pode ser usado em casa para tratar a cicatriz de acne. No entanto, é importante tomar muito cuidado, já que o aparelho pode machucar a pele se não for usado de acordo com as instruções.

O método é bem eficaz para pessoas que apresentam cicatrizes atróficas.

6. Preenchimentos

Há quem opte por um preenchimento para tratar cicatrizes de acne profundas. Nesse caso, são usados produtos como o ácido hialurônico, o colágeno ou a gordura para preencher imperfeições na pele causadas por espinhas.

Outra opção é o enxerto de pele, em que um pedaço de pele é usado para preencher uma região com cicatrizes profundas. Normalmente, é removido um pedaço de pele atrás da orelha para o enxerto.

Os resultados costumam ser bons, mas é provável que o procedimento tenha que ser repetido, já que a pele acaba absorvendo esses enchimentos, que precisam ser repostos. Os preenchimentos são indicados para pessoas com problemas pontuais de cicatriz atrófica.

7. Excisões ou subcisões

As excisões são procedimentos invasivos em que uma cicatriz hipertrófica ou um queloide é removido através de uma cirurgia. O local deve ser suturado ou preenchido com um enxerto de pele após a remoção da cicatriz.

A remoção cirúrgica de cicatrizes de acnes pode ser feita tanto para cicatrizes profundas quanto para as elevadas.

Existe também um procedimento chamado de subcisão em que o cirurgião levanta a cicatriz e solta as fibras logo abaixo dela para permitir que ela se aproxime mais da superfície da pele, ficando assim menos perceptível. Nesse caso, a subcisão é indicada para cicatrizes hipertróficas apenas.

8. Pomadas e cremes

O uso de pomada para cicatriz de acne é eficaz em casos em que a cicatriz não é muito profunda. Produtos contendo ácido salicílico, por exemplo, são ótimos para ajudar a suavizar as marcas na pele. Já os ácidos mais fortes como o ácido retinoico podem ser usados para cicatrizes mais difíceis de tratar, podendo ser úteis até em alguns tipos de queloides.

Uma pomada muito popular para o tratamento de cicatrizes em geral e que também parece ser eficaz é a cicatricura para cicatriz de acne. Segundo informações do próprio fabricante, o cicatricure pode melhorar a descoloração da pele e ajudar a regenerar a pele.

Cremes e pomadas contendo cortisona e hidroquinona em sua composição também podem ajudar em casos de hiperpigmentação.

Em todos os casos, o tratamento deve ser feito de forma consistente por várias semanas e até meses para que os resultados sejam visíveis.

9. Injeções

Em casos muito específicos, podem ser injetados medicamentos diretamente sobre a lesão. Essas injeções podem conter substâncias como corticosteroides ou remédios quimioterápicos como o fluorouracil e o interferon.

Tratamentos como esses só são indicados para cicatrizes hipertróficas que não respondem a nenhum tipo de tratamento, já que são grandes os riscos de efeitos adversos.

Antes e depois

É possível observar abaixo algumas fotografias de pessoas que trataram a acne com alguns dos métodos mencionados acima. As imagens de antes e depois mostram uma grande melhora na pele após o tratamento.

Na imagem abaixo, é observado um antes e depois de um paciente que se submeteu a algumas sessões de microagulhamento.

A seguir, é possível ter uma noção dos resultados quando métodos estéticos com laser são utilizados no tratamento de cicatriz de acne.

Por fim, uma paciente que se submeteu a um procedimento de excisão seguido de preenchimento no local da lesão.

Em todos os casos, os resultados são impressionantes e realmente eliminam ou suavizam bastante as marcas provenientes de acnes.

Qual é a melhor forma de tirar cicatriz de acne?

Não existe uma melhor forma de tirar cicatriz de acne, já que cada caso é um caso. O importante é perceber que tipo de cicatriz você tem e saber escolher o melhor tratamento para ela.

Como critérios gerais, as cicatrizes mais leves, como aquelas que causam descoloração ou máculas na pele, podem ser tratadas com tratamento menos agressivos como pomadas e cremes. Em alguns casos, os tratamentos como a microdermoabrasão e o peeling químico podem gerar resultados mais rápidos.

Já as cicatrizes mais profundas ou que causam cicatrizes hipertróficas devem ser tratadas com métodos mais potentes como o tratamento a laser, por exemplo.

Pessoas com queloides provenientes de acnes devem tomar cuidado já que, independentemente do tipo de tratamento escolhido, a queloide pode voltar e na maioria dos casos o problema volta ainda pior do que era antes.

Outros pontos devem ser levados em consideração na hora de escolher o tratamento, como a oleosidade e a sensibilidade da pele. Peles oleosas podem se dar bem com tratamentos com ácidos mais concentrados, enquanto peles mais sensíveis e ressecadas podem precisar de uma concentração menor.

Por esses motivos, a escolha do tratamento deve ser feita em conjunto com um dermatologista de sua confiança para que não ocorram ainda mais danos à pele.

Dicas de prevenção

Além de escolher o melhor tratamento para o seu caso, é importante cuidar da pele para evitar que mais acnes se desenvolvam novamente. Isso pode ser feito:

  • Mantendo a pele bem higienizada;
  • Protegendo-se da exposição solar;
  • Esfoliando a pele com frequência para remover impurezas e desobstruir os poros;
  • Mantendo uma alimentação saudável rica em alimentos nutritivos e naturais como frutas, legumes, grãos integrais, peixes e nozes;
  • Usando produtos indicados por um dermatologista para reduzir a produção de sebo se a sua pele for muito oleosa.

Também há maneiras de evitar a formação de cicatrizes quando a acne não puder ser evitada. A principal dica é evitar espremer ou cutucar as espinhas e acnes na pele, pois isso pode espalhar a infecção e danificar ainda mais o tecido epitelial. Deixe a cicatriz se formar naturalmente, já que assim será muito mais fácil de tratar.

Referências Adicionais:       

Você costuma curar uma cicatriz de acne com algum tipo de tratamento ou produto específico? Costuma sofrer muito com essa condição na pele? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*