Grávida pode depilar? Cuidados e dicas

Especialista da área:
atualizado em 04/01/2022

Muitas grávidas querem se depilar mas não sabem se podem. A dúvida tem fundamento já que alguns métodos são seguros para mãe e bebê e outros não.

  Continua Depois da Publicidade  

Por causa da imunidade mais baixa e da pele mais sensível, a grávida precisa ter mais cuidado na hora da remoção dos pelos. Além disso, é importante checar quais técnicas são compatíveis com a gestação. 

Veja então se a grávida pode se depilar e quais métodos são os mais adequados para esse momento

Grávida pode fazer depilação?

Desde que sejam tomados alguns cuidados, a grávida pode se depilar. 

Além de escolher os métodos mais seguros, é importante tomar cuidado para não lesionar a pele.

Na gestação, o sistema imunológico fica mais fraco e isso aumenta o risco de inflamar ou infeccionar a pele depilada.

Assim, é essencial cuidar da higiene da pele antes e depois da depilação para reduzir as chances de infecção. Também vale a pena apostar nos métodos de depilação que irritam menos a pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Há ainda o aumento do risco de manchas na pele por causa dos hormônios da gestação, como o estrogênio, que aumentam a produção de melanina. Por isso, é possível que as áreas depiladas fiquem um pouco mais escuras do que eram antes da gravidez. 

Vale lembrar que a presença de mais sangue circulando pelo corpo da gestante pode aumentar a dor e a sensibilidade. Desta forma, a depilação pode ser mais dolorosa do que antes.

Métodos recomendados para depilar durante a gestação

Depilação na gravidez
Alguns cuidados básicos devem ser tomados ao se depilar na gravidez

Você pode depilar até a virilha durante a gravidez, mas sempre usando os métodos mais indicados para as gestantes, que incluem:

Lâminas

As lâminas podem ser usadas na gravidez, desde que você use lâminas limpas e tenha bastante cuidado para não cortar a pele.

Cera quente

Esse é um dos métodos mais recomendados pelos médicos porque a temperatura da cera dilata os poros, facilitando a saída dos pelos e reduzindo o risco de lesões.

Se possível, use uma cera feita com ingredientes naturais que irritam menos a pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, a cera quente é melhor do que a cera fria porque reduz o risco de foliculite ou de pelos encravados. Apenas tome cuidado com a temperatura da cera para não se queimar.

Depilação elétrica

Usar um depilador elétrico pode ser uma ótima opção, já que ele não irrita nem corta a pele. Além do mais, seu uso não traz nenhum prejuízo ao feto.

Métodos não recomendados para depilar durante a gestação

Por outro lado, as seguintes formas de remover os pelos do corpo não são indicadas para as grávidas:

Laser

Depilação a laser
A segurança da depilação a laser ainda é incerta para as grávidas

Na depilação a laser, existe o risco de manchas na pele. Além disso, não há estudos sobre os potenciais riscos ao feto em desenvolvimento. 

Creme depilatório

Os cremes depilatórios irritam muito a pele e podem deixar marcas. Outro ponto a considerar é a presença de ingredientes como o sulfeto de bário e o tioglicolato de cálcio nesses produtos que podem ser prejudiciais para o bebê. 

Mais dicas sobre depilação na gravidez

Apenas por precaução, é bom evitar o uso de cera nas primeiras 12 semanas de gestação por causa dos puxões que são dados na região pélvica e na virilha.

  Continua Depois da Publicidade  

Quanto à depilação íntima, saiba que você pode fazer a qualquer momento. Mas a depilação antes do parto não é necessária e você só deve fazê-la se desejar. 

Por fim, confira alguns cuidados básicos para ter com a sua pele antes e depois da depilação:

  • Use um gel de banho suave para deixar a pele limpa
  • Faça uma hidratação todos os dias com um bom creme, de preferência duas vezes ao dia
  • Evite tomar sol na área depilada por 24 horas
  • Não use produtos com fragrâncias ou álcool na pele

Lembre-se de nunca depilar a pele em locais com cortes, varizes, erupções cutâneas, verrugas, cicatrizes ou qualquer lesão na pele.

Fontes e referências adicionais

Qual é o seu método de depilação preferido? Já conhecia esses cuidados para se depilar durante a gravidez? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Alessandra Drummond

Dra. Alessandra Drummond é médica dermatologista, graduada em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós graduada em dermatologia no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Felowship no Hospital Arcispedale Santa Maria Nueva, Reggio Emília, Itália. Tem diversas publicações em revistas científicas indexadas, participa constantemente de congressos e conferências nacionais e internacionais, na área da dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiatria. Para mais informações, entre em contato com ela no seu site.

Deixe um comentário