10 causas da infertilidade feminina

Especialista:
atualizado em 30/10/2020

A dificuldade para engravidar pode ser um problema de fertilidade. Veja aqui quais são as possíveis causas da infertilidade feminina.

A fertilidade é um tema bastante complexo e, por isso, são muitos os fatores que podem afetar a fertilidade de uma mulher.

De fato, os alimentos podem desempenhar um papel importante na fertilidade. Veja também quais são os melhores alimentos para aumentar a fertilidade que podem te auxiliar nesse desafio.

As causas mais comuns são problemas na ovulação, nas trompas de Falópio ou no útero. Confira abaixo o que pode ser a explicação para a infertilidade feminina.

Como ocorre a gravidez?

Para que você entenda a infertilidade, é importante compreender os passos principais da concepção. Em primeiro lugar, a mulher produz e libera um óvulo saudável de um dos seus ovários durante a ovulação.

Em seguida, o homem produz espermatozoides saudáveis que fertilizam o óvulo da mulher. Depois disso, o ovo viaja por meio da trompa de Falópio até o útero.

Por fim, o ovo fertilizado implanta-se no interior do útero, onde se desenvolve até o fim da gestação. Qualquer falha em uma ou mais dessas etapas dificulta ou impede a concepção.

Causas da infertilidade feminina

explicação-causas-infertilidade-na-mulher

Na maioria das vezes, a infertilidade tem uma causa hormonal. Veja abaixo quais são elas:

1. Síndrome dos ovários policísticos

Muita gente fica em dúvida se quem tem ovário policístico pode engravidar. A saber, a síndrome dos ovários policísticos (SOP) se dá por causa de um desequilíbrio hormonal.

Por causa dessa síndrome, em alguns meses a ovulação pode não acontecer. Assim, engravidar se torna mais difícil.

2. Endometriose

A endometriose é uma doença bem comum nas mulheres. Nela, as células que formam o revestimento do útero passam a crescer em outros lugares.

Além de poder causar a infertilidade na mulher, a endometriose pode resultar em cólicas fortes e sangramentos inesperados.

3. Infecções pélvicas

A doença inflamatória pélvica é uma infecção na região genital feminina. Ela afeta a parte superior do trato genital, podendo afetar o útero, as trompas de Falópio e os ovários.

Aliás, esse tipo de infecção pode ser causada por DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) e geralmente prejudica a fertilidade feminina.

4. Problemas na tireoide

A tireoide é uma glândula essencial para regular a função hormonal. Assim sendo, qualquer problema no seu funcionamento pode resultar em um desequilíbrio hormonal.

Aliás, veja quais são os principais problemas na tireoide e como resolvê-los.

5. Hiperprolactinemia

Nessa condição, os níveis de prolactina são muito altos. A saber, a prolactina é uma enzima indispensável durante a gravidez e a amamentação.

No entanto, se a mulher não está grávida e, ainda assim, está com níveis altos de prolactina, podem ocorrer problemas de ovulação e fertilidade.

6. Miomas ou pólipos endometriais

Os miomas são tumores não cancerosos que afetam a parede do útero. Apesar de não serem malignos, eles podem bloquear as trompas de Falópio e evitar que os espermatozoides fertilizem o óvulo.

Além disso, alguns tipos podem aumentar a cavidade do útero e elevar a distância que o esperma precisa percorrer, dificultando assim a fertilização.

7. Uso de medicamentos

Alguns remédios podem estar por trás da causa da infertilidade feminina, como por exemplo:

  • Anti-inflamatórios não esteroides a longo prazo;
  • Substâncias ilícitas como a maconha, por exemplo;
  • Quimioterápicos usados para tratar o câncer.

8. Insuficiência ovariana prematura

Trata-se de uma condição em que os ovários perdem sua função antes dos 40 anos de idade. Sendo assim, a ovulação não acontece a partir de certa idade e a mulher fica infértil muito cedo.

9. Problemas no útero ou nas trompas de Falópio

O útero é o local que vai abrigar o feto em desenvolvimento. Por sua vez, as trompas de Falópio são tubos que permitem o transporte do espermatozoide até o óvulo. Certamente, ambos são essenciais para uma gravidez saudável.

Portanto, alterações na estrutura e funcionamento do útero ou das trompas de Falópio podem impedir uma gravidez.

Isso porque esse tipo de alteração pode dificultar a viagem do óvulo até o ovário. Dessa forma, a implantação do embrião não acontece.

10. Câncer pode causar infertilidade na mulher

Doenças crônicas como o câncer podem ter consequências sérias que afetam a fertilidade feminina.

De fato, os remédios usados na quimioterapia podem aumentar o risco de infertilidade feminina. Além disso, a radioterapia também pode prejudicar o sistema reprodutivo.

Fatores de risco para a infertilidade feminina

Além das causas acima, os seguintes fatores de risco aumentam o risco de infertilidade na mulher:

  • Idade avançada;
  • Uso de tabaco;
  • Abuso de álcool;
  • Excesso de peso;
  • Sedentarismo;
  • Distúrbios alimentares como anorexia ou bulimia, por exemplo;
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Histórico de doenças sexualmente transmissíveis.

É possível tratar as causas da infertilidade na mulher?

De acordo com a American Pregnancy Association, a infertilidade feminina pode ser tratada por meio de hormônios ou remédios.

Além disso, mesmo que você não queira ter filhos, é importante verificar a causa e tratar a infertilidade. Isso porque muitos problemas de fertilidade em mulheres causam desconfortos físicos e desregulação nos ciclos menstruais.

Só para ilustrar, alguns sintomas aos quais você deve ficar atenta são:

  • Dor abdominal forte;
  • Febre;
  • Sangramento anormal;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Dor ou coceira frequente na região vaginal.

Além do tratamento da causa da infertilidade, hoje já existe uma série de opções de concepção assistida e tecnologias para aumentar as chances de engravidar.

Por fim, também é importante lembrar que a reprodução humana é bastante complexa. Por isso, os médicos indicam que é normal demorar até um ano, em média, para conseguir engravidar.

No entanto, caso você perceba que está levando mais tempo do que isso, procure um especialista em reprodução humana para avaliar se você precisa ou não de um tratamento específico.

Fontes e Referências Adicionais

Você tem problemas de fertilidade? Por isso, já buscou ou pretende buscar orientação médica? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum Voto Ainda)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário