Fazer Refeições em Família com a TV Desligada Diminui o Risco de Obesidade

Não são poucos os estudos que ligam a exposição exagerada à televisão a várias desvantagens. Da mesma forma, as pesquisas também mostram que comer fora de casa demais pode afetar negativamente a saúde de uma pessoa.

Agora, um novo estudo descobre que ter refeições caseiras em família e manter a TV desligada ao comer diminui “significativamente” as chances de obesidade.

  Continua Depois da Publicidade  

O estudo, realizado na Universidade Estadual de Ohio, mostrou que a frequência de refeições caseiras em família não pareceu muito importante no estudo, mas se algum tipo de programa estava passando na TV durante a refeição, fazia a diferença.

“A frequência com a  qual você está tendo refeições familiares pode não ser o mais importante. Pode ser que o que você está fazendo durante essas refeições seja mais importante”, diz a autora principal Rachel Tumin, gerente de análise de pesquisas de saúde na Ohio Resource Center, da Ohio College, em um comunicado de imprensa da universidade.

“Isso ressalta a importância de pensar criticamente sobre o que está acontecendo durante essas refeições e se há a oportunidade de desligar a TV ou cozinhar com maior frequência suas próprias refeições”.

Rachel Tumin e Sarah Anderson, professora associada de epidemiologia na Ohio State’s College of Public Health, examinaram dados de 12.842 residentes de Ohio que participaram da Pesquisa de Avaliação do Medicaid de Ohio. A pesquisa questionou aos moradores sobre seus hábitos alimentares familiares (os participantes utilizados na pesquisa tiveram que comer pelo menos uma refeição familiar na semana), juntamente com informações demográficas e medidas do seu índice de massa corporal.

Um terço dos participantes foram identificados como obesos, que era aproximadamente a mesma quantidade que admitia ver TV ou vídeos “na maioria das vezes” durante as refeições familiares. Enquanto isso, apenas 36% relataram manter a televisão desligada durante as refeições.

Em relação à frequência das refeições familiares, 62% relataram comer com seus parentes na maioria dos dias, enquanto 35% o fizeram em “alguns dias” e 13% em “poucos dias” por semana.

Os pesquisadores calcularam que os adultos que evitavam assistir à televisão durante todas as refeições tinham um risco 37% menor de obesidade do que aqueles que sempre a assistiam. Isso era válido independentemente da frequência das refeições familiares.

Dito isso, eles descobriram que os adultos que tiveram refeições caseiras em família também tinham 26% menores probabilidades de obesidade contra os adultos que comiam algumas ou nenhuma refeição familiar caseira.

“A taxa de obesidade era a mesma em adultos que comiam refeições familiares um ou dois dias por semana e naqueles que comiam refeições familiares todos os dias. Independentemente da frequência desse hábito, a obesidade era menos comum quando as refeições foram comidas com a televisão desligada e quando as refeições foram feitas em casa”, diz Tumin.

Os dados das informações demográficas relatadas na pesquisa foram utilizados para fatores de controle nas conclusões dos pesquisadores. O estudo foi publicado no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics.

  Continua Depois da Publicidade  

Você tem o costume de preparar refeições caseiras para fazer em família? Quando se juntam para comer, costumam deixar a TV ligada ou desligada? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário